O preço de chamadas feitas de telefones fixos para móveis será reajustado em 1,5%, publicou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nessa quarta-feira (27) no Diário Oficial da União. Este percentual é valido para os planos básicos das concessionárias de telefonia fixa Oi, Telefônica, Embratel, CTBC e Sercomtel. As novas tarifas, ainda conforme estabelecido pela Anatel, entram em vigor a partir de 30 dias após a publicação oficial da determinação.

Na prática, porém, pouco impacto sobre os consumidores será notado. Acontece que a maioria dos clientes das concessionárias que poderão aumentar em até 1,5% o valor das referidas tarifas não possui planos básicos (tipo de assinatura abarcado pela recente determinação). Em São Paulo, por exemplo, cerca de 10% dos assinantes possuem registro junto a base de acessos fixos.

Os valores reajustados passam de R$ 0,25 e R$ 0,36 por minuto (tarifa reduzida/normal) para chamadas locais a R$ 0,48 até R$ 0,73 em ligações para longa distância. Vale lembrar que a nova tarifação foi aprovada pela Anatel no dia 15 deste mês. “O reajuste refere-se à tarifa teto, mas muitas operadoras praticam preços inferiores", afirmou Jarbas Valente, relator do processo. O executivo destacou que os preços haviam sofrido desconto de 12% desde março devido à queda nas tarifas de interconexão.

Cupons de desconto TecMundo: