Pouco mais de quatro meses após o seu lançamento, a versão 3G do iPad foi aprovada pela Anatel para o consumo no mercado interno brasileiro, pois está dentro das normas de qualidade exigidas pelo órgão. Isso quer dizer que em breve deverão começar a aparecer mais anúncios relacionados ao lançamento do gadget no Brasil, principalmente por parte das operadoras de telefonia.

Há algum tempo a Claro já anunciou que estava pretendendo lançar o dispositivo da Apple no quarto trimestre de 2010, mas esta informação é de antes da aprovação pela Anatel. Ainda não houve um pronunciamento da Agência Nacional de Telecomunicações sobre a versão apenas com Wi-Fi do aparelho.

iPad liberado no Brasil. Mas e o preço?

Agora resta esperar para saber quanto as operadoras pretendem cobrar por este dispositivo, uma vez que o iPhone, lançado nos EUA ao preço de US$ 500, chegou ao Brasil custando R$ 2 mil (na época o dólar estava com a cotação semelhante a atual – R$ 1,75). O iPhone 4 é atualmente comercializado nos EUA por US$ 199, e no mercado cinza brasileiro (já que ainda não houve lançamento oficial) dificilmente custa menos de R$ 2,5 mil.

Aproveitando o lançamento do iPad brasileiro, a Veja já anunciou uma versão especial da revista para o dispositivo da "maçã". A novidade garante novos espaços para anunciantes e uma forma diferente de ler revistas por aqui. A Veja é a primeira revista brasileira a fazer o pronunciamento, e deverá enviar seu conteúdo aos assinantes digitais por um preço semelhante ao praticado pela mídia física.

Da mesma forma que a Veja, a Saraiva liberou a venda de livros por meio da Saraiva Digital esta semana. A expectativa da Saraiva é que o acervo de livros pule dos 1,5 mil atualmente disponíveis para mais de 5 mil até o fim do ano.

É um grande passo que a empresa da "maçã" deu para abarcar ainda mais do mercado brasileiro, mas a Apple tem um histórico de preços altos no Brasil. Esperamos que o iPad seja o primeiro a escapar desta sina.

Cupons de desconto TecMundo: