(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

A Parrot é uma fabricante bem focada em gadgets inusitados. De headphones a drones, a companhia sempre busca se destacar e trazer produtos com a mais alta tecnologia.

O fone de ouvido Parrot Zik é um dos gadgets mais requintados para o consumidor que é exigente e não dispensa um visual ousado e funções inovadoras.

Além de contar com tecnologia Bluetooth, esse dispositivo vem com uma área sensível ao toque para você controlar o nível do volume, mudar de faixa e pausar as músicas. Este fone ainda tem supressão de ruídos, o que garante qualidade sonora superior mesmo em ambientes barulhentos. A dúvida que fica é se ele realmente surpreende e vale o preço cobrado.

Arquivos testados

Atendendo a alguns pedidos, especificamos abaixo quais os detalhes (qualidade, formato e origem) de alguns dos arquivos de áudio usados para testes:

  • Tipo de arquivo: MP3
  • Bitrate: 320 kbps
  • Taxa de amostragem: 44.100 Hz
  • Origem: Beatport
  • Quantidade de arquivos testados: acima de 20
  • Gênero: eletrônica
  • Tipo de arquivo: AAC
  • Bitrate: 259 kbps
  • Taxa de amostragem: 44.100 Hz
  • Origem: iTunes
  • Quantidade de arquivos testados: acima de 20
  • Gêneros: rock, clássica, pop, soundtrack, eletrônica
  • Tipo de arquivo: WAV
  • Bitrate: 1.411 kbps
  • Taxa de amostragem: 44.100 Hz
  • Origem: Beatport
  • Quantidade de arquivos testados: entre 10 e 20
  • Gênero: eletrônica

Aprovado

Design impecável

Acomodado em uma case que lembra muito aquelas que eram usadas para guardar CDs, o Parrot Zik fica guardado em segurança e pode ser facilmente transportado. Ao abrir o estojo, encontramos o fone com as conchas viradas para baixo e os cabos (de áudio e USB) armazenados dentro de uma case ainda menor.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O primeiro contato com Parrot Zik é mágico. Mesmo sendo apenas um fone, o visual caprichado do aparelho deixa qualquer um boquiaberto. É impossível não ficar babando pelo Parrot Zik. A mescla de materiais nas conchas, nas hastes e no suporte superior é perfeita.

Os materiais utilizados na construção do produto passam a sensação de segurança e robustez. As cores adotadas (preta, alguns tons de cinza e um leve toque de laranja) dão a impressão de que este é um Porsche do mundo dos fones.

Ao colocarmos o Parrot Zik na cabeça e ligarmos o aparelho no botão power — que fica bem posicionado na parte de baixo da concha direita —, parece que entramos em outro mundo. A supressão de ruídos começa a funcionar imediatamente e tampa boa parte dos barulhos externos.

Compatível com seus gadgets favoritos

A conexão entre o Zik e o smartphone é rápida e fácil. Basta ligar o fone e fazer uma busca por gadgets Bluetooth no celular para criar o link em questão de segundos. Para facilitar a comunicação entre os aparelhos, a Parrot desenvolveu um aplicativo especial que serve para regular a equalização, conferir o nível de bateria e realizar outros ajustes no headphone.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Testamos o produto no Android, iOS e Windows Phone 8 (sim, ele é compatível com todos esses sistemas e ainda pode ser usado no computador). Mesmo usando players alternativos (como o Poweramp), esse headphone pode controlar a lista de músicas e dar comandos para reproduzir ou pausar as canções.

Embora tenhamos utilizado o fone por um tempo considerável, a bateria do Parrot Zik não pediu descanso. Em nossos testes, pudemos usar o aparelho por duas horas seguidas (com o cancelamento de ruído ativo) e somente 25% da energia foi consumido. Fazendo os cálculos, você pode ter ideia de que a bateria aguenta até oito horas de uso contínuo.

É bom ser um magnata!

A grande vantagem de usar o Parrot Zik é poder controlar tudo com o simples deslizar de um dedo. As pessoas que veem você usando um fone tão bonito e diferente ficam se perguntando por que razão alguém estaria passando o dedo na lateral do fone.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O fone responde rapidamente aos comandos e repassa as funções ao telefone celular em poucos segundos. Um recurso bem interessante é o de reprodução automática. Basicamente, o Parrot Zik tem um sensor que identifica quando você coloca o aparelho sobre a cabeça e quando você retira. Em nossos testes, essa funcionalidade mostrou bons resultados.

Um aplicativo robusto

Conforme comentamos, o Zik tem um app especial que garante controle absoluto sobre as funcionalidades. O controle do nível de bateria, por exemplo, é algo importante para que o usuário saiba quando está na hora de recarregar.

A equalização no aplicativo vem a calhar, ainda mais quando o smartphone tem um player mais simples que não conta com esse tipo de configuração. Nesse app também é possível ativar ou desativar o cancelamento de ruído, opção muito útil para quem acha desconfortável ter o ouvido tampado durante a reprodução.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Há uma função especial chamada “Tuned by Lou Reed” (famoso guitarrista e compositor norte-americano), a qual oferece a equalização recomendada pelo artista. Com esse recurso, a sonoridade fica excelente!

Reprovado

Qualidade sonora quase lá

Ainda que apresente qualidade absurdamente elevada, o Parrot Zik não é perfeito. Testamos o produto com diversos apps e tipos de músicas para conferir a fidelidade e capacidade sonora do gadget. No fim das verificações, concluímos que o produto apresenta leves distorções e ruídos quando utilizado no volume máximo.

Não se trata apenas de um ou outro sistema; notamos que o fone não vem com um limitador de volume, o que acaba gerando essas pequenas falhas (o som fica estridente e há distorção dos graves) na reprodução.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

É claro que sabemos que não se deve usar o produto no volume máximo, até porque isso é prejudicial à audição. Entretanto, consideramos que um produto que custa 2 mil reais deve apresentar o máximo em qualidade sonora.

Vale a pena

É óbvio que um produto voltado ao consumidor classe A não deve ser analisado de acordo com o fator custo-benefício. Todavia, mesmo considerando que estamos tratando de um gadget luxuoso, não podemos dizer que vale a pena investir tanto dinheiro neste headphone.

Se o design fosse o único aspecto a ser considerado, certamente não teríamos receio em recomendar o produto. Acontece que a funcionalidade e a qualidade estão aquém do esperado. A instabilidade na conexão com o Windows e a distorção de alguns sons são defeitos inaceitáveis para um produto que supostamente deveria ser impecável.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Ficamos impressionados com os bons resultados ao usar o gadget pareado com um smartphone, mas é preciso ponderar que este é um aparelho bem caro para você sair carregando por aí.

Apesar de ser confortável, o Parrot Zik não passa a confiança necessária para quem costuma praticar esportes, portanto ele é mais voltado ao uso doméstico. Enfim, não fosse o preço tão elevado, talvez este gadget poderia interessar a mais consumidores, visto que ele tem bons diferenciais.

Este produto foi cedido para análise pela Go Hobby.

Cupons de desconto TecMundo: