Pequena, leve e elegante (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

A Silhouette Cameo é uma plotter de recorte de tamanho reduzido voltada especialmente para pessoas que desejam realizar recortes rápidos e precisos para projetos bem específicos.

O equipamento de custo intermediário é pequeno, leve e portátil, o que garante vantagens para quem necessita transportá-lo para diversos locais.

Esta plotter é ideal para uso doméstico, pois tem funcionalidade simplificada e pode servir para diversos trabalhos. Com uma lâmina bem afiada, ela pode trabalhar com papéis mais espessos, tecidos e outros materiais.

Realizamos uma série de verificações com alguns tipos de papéis para conferir a eficiência do produto em diferentes aplicações. Será que vale a pena adquirir uma Silhouette Cameo para usar no dia a dia? Hoje, vamos compartilhar nossas experiências sobre o produto e trazer um veredito sobre este aparelho curioso.

Aprovado

Instalação rápida

Ao retirar a Cameo da embalagem, apenas precisamos conectar os cabos, remover algumas proteções (espumas e adesivos) e apertar o botão power. Após abrir a tampa, aguardamos até que a plotter posicionou o mecanismo de recorte (o qual acomoda a lâmina) no local correto.

Instalação da lâmina é simples (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Por se tratar de uma plotter portátil e voltada ao uso doméstico, a Cameo conta com algumas simplificações no processo de instalação. Basta instalar o software que vem no CD (ou baixar no site oficial), conectar o cabo do produto e começar a usar.

O produto funcionou perfeitamente no Windows 8.1 e deve apresentar bons resultados com versões anteriores do sistema. Vale notar que esta plotter de recorte também funciona sem quaisquer problemas nos computadores da Apple. Infelizmente, não há suporte para o Linux.

Software amigável

Como você deve supor, esta plotter de recorte trabalha com quase todo tipo de formato de desenho que você consiga criar no seu computador, mas, por ser um aparelho que necessita de instruções bem específicas, ela não pode ser operada a partir de qualquer programa.

AmpliarSoftware em português e de simples utilização (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O Silhouette Studio é um aplicativo próprio da fabricante, o qual pode se comunicar com a plotter e dar as coordenadas corretas. Como todo programa novo, é necessário um tempo para se adaptar aos recursos disponíveis e para encontrar as funcionalidades, mas com os tutoriais e o manual do produto é bem simples se orientar e começar a trabalhar.

O programa da Cameo vem com tradução para o português, o que é importante considerando o tanto de funcionalidades que existem. Uma característica que agrada bastante é a presença das ferramentas de desenho, pois assim você não precisa de outro programa para criar suas artes — mas você pode criar no seu software preferido e depois importar o arquivo.

Depois de se familiarizar com o aplicativo, começamos a fazer nossos primeiros trabalhos. As ferramentas do Silhouette Studio já são todas adaptadas para criar as linhas de recorte. Com a função texto, por exemplo, você pode escrever o que quiser e mandar para a plotter para obter o recorte em poucos segundos.

AmpliarCriando as bordas do objeto (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

No caso de imagens importadas, o programa não interpreta as bordas automaticamente. Felizmente, há um recurso para rastrear objetos, o qual garante a vetorização de arquivos PNG, JPEG e outros. Esta funcionalidade é bem robusta e personalizável, garantindo a criação de um corte bem preciso e próximo das extremidades.

Cortes precisos em alta velocidade

Depois de indicar todas as linhas de recorte, é preciso apenas enviar o projeto para a plotter. O Silhouette Studio conta com algumas configurações bem simplificadas, sendo preciso apenas informar o tipo de material que será recortado para que o aplicativo indique a velocidade e a espessura apropriada.

Configurações simplificadas (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

A única configuração manual que fica por conta do utilizador é o ajuste da lâmina, a qual pode ser configurada no espaço apropriado que fica na plotter. É possível alternar entre 10 níveis de corte, mas é importante obedecer o que é especificado no programa para não estragar a base de corte (um polímero que é usado para fixar o papel e garantir a precisão do recorte).

Uma vez configurados o software e a plotter corretamente, basta aguardar até que o processo seja concluído. O tempo de espera varia de acordo com a quantidade de detalhes e o tipo de material utilizado. Geralmente, um desenho mais complexo demora alguns minutos para ser recortado.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Apesar de oferecer configurações para trabalhar em ritmo acelerado, a Silhouette Cameo pode acabar cometendo alguns erros se realizar um corte muito rápido em determinados tipos de papéis (o corte em materiais espessos exige velocidades menores para ser bem-sucedido). É ideal seguir as recomendações para que você não acabe perdendo material.

Reprovado

Prepare os ouvidos

Se você acha que uma impressora faz muito barulho, é porque você ainda não usou uma plotter de recorte. É claro que, devido ao tipo de trabalho realizado, uma máquina desse tipo acaba gerando grande ruído, mas devemos salientar que a Cameo exagera um pouco.

A movimentação do mecanismo de recorte não acontece de forma suave e quando algum erro acontece, a ponto de haver falhas no trabalho, você pode se preparar para ouvir a plotter rasgando muito papel e forçando a lâmina de um lado para outro na tentativa de voltar ao devido rumo.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

É importante notar que o excesso de detalhes em um projeto fará com que a sinfonia de barulhos apenas aumente. Até mesmo a leitura de guias de recorte pode causar algum incômodo aos ouvidos. Depois de um tempo, você acaba se acostumando, mas este é um inconveniente que poderia ser resolvido.

Prepare o bolso

A Silhouette Cameo ainda não foi lançada no Brasil, mas, no site oficial brasileiro, o produto está em pré-venda por R$ 1.195. Sinceramente, é um valor alto para um produto que lá fora custa US$ 270 (cerca de R$ 590), ou seja, se você comprar aqui, vai pagar o dobro do que ela realmente vale.

Não bastasse a questão do custo do aparelho, ainda temos que levar em conta os custos de materiais essenciais para o funcionamento do produto. Cada base de corte custa quase 70 reais (e, claro, lá fora esse mesmo produto está disponível por 11 ou 12 dólares).

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

A lâmina que vem no pacote básico da Cameo serve apenas para cortar papel. Se você pretende trabalhar com tecido, vinil e outros materiais, pode preparar o bolso. No caso do recorte de vinil adesivo, duas lâminas (do tipo mais barato) custam R$ 380.

É importante ressaltar que os gastos não se restringem apenas aos materiais físicos. Aqueles que não tiverem tempo para desenhar e quiserem comprar os vetores de recorte devem apelar para a loja online. O valor de cada ilustração varia entre US$ 0,50 e 0,99. Pode parecer pouco, mas há um gasto elevado para montar uma biblioteca com diversos tipos de desenhos.

A culpa é da impressora

Em nossos testes, fizemos alguns recortes de imagens coloridas. Este procedimento é realizado em duas etapas. Primeiro, devemos imprimir a imagem (é possível adicionar linhas-guia para facilitar o recorte). Depois, é preciso recortar a imagem seguindo as instruções do software. O programa da Silhouette força a plotter a ler as linhas-guia para garantir o corte perfeito.

Nossas experiências com esse tipo de processo foram um pouco frustrantes. Muitas tentativas apresentaram resultados insatisfatórios, com recortes totalmente imprecisos. Tentamos diferentes ilustrações, papéis e imagens criadas em impressoras diferentes.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Depois de muito batalhar, obtivemos um recorte preciso com uma impressão a partir de uma impressora do tipo jato de tinta. No fim das contas, possivelmente o problema estava nas impressoras (que apresentaram erros de impressão), portanto, se você for adquirir uma Silhouette Cameo, talvez você enfrente as mesmas dificuldades.

Apesar de contar com um leitor óptico capaz de ler as linhas-guia, a Cameo não consegue bons resultados por não realizar um mapeamento mais preciso da imagem. Este é um problema que infelizmente não será contornado, o que nos permite culpar tanto as impressoras quanto a plotter que não realiza um trabalho mais caprichado.

Vale a pena?

Deixando a questão do valor de lado, devemos orientá-lo sobre a funcionalidade do aparelho. Em nossos testes, a Silhouette Cameo mostrou ótimo desempenho para as mais variadas atividades, sendo que os únicos problemas que tivemos ocorreram devido a falhas nas impressões (de nossos dispositivos), o que acabou resultando em erros de recorte.

Considerando os bons resultados, podemos dizer que ela é uma plotter essencial para quem trabalha com projetos que necessitem de recortes precisos e rápidos. É o caso de quem faz convites para festas, dobraduras, decorações e outras coisas parecidas. De fato, esta máquina dá uma boa ajuda para confeccionar um grande volume de produtos.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Contudo, se você gosta de brincar com papercraft e coisas do tipo, vale pensar bem antes de investir nesta plotter. Ela é relativamente cara e não vai ser tão útil no seu dia a dia, sendo que uma tesourinha e um estilete podem resolver seu problema sem grandes dificuldades.

Gostamos bastante da Silhouette Cameo, mas ela não é exatamente um produto para todos. Talvez, se o produto chegasse aqui por algo próximo dos 900 reais, poderíamos recomendá-lo sem pensar duas vezes. Se você realmente precisa e encontrar uma oferta camarada (ou importar), não precisa pensar muito para investir seu dinheiro, pois ele terá retorno.

Este produto foi adquirido pelo Tecmundo para a realização desta análise.

Cupons de desconto TecMundo: