Lançado no mercado brasileiro em agosto deste ano, o Kobo Aura HD estreia um novo segmento no mercado de eReaders nacional: o dos aparelhos com tela em alta definição. Contando com um display de 6,8 polegadas com resolução 1440x1080 pixels, o aparelho se destaca por trazer uma experiência de leitura bastante semelhante àquela oferecida por um livro de papel tradicional.

Além disso, o produto apresenta um sistema de iluminação aprimorado em relação ao Kobo Glo, o que torna mais confortável a leitura em ambientes pouco iluminados. Tivemos a oportunidade de passar alguns dias com o novo leitor de eBooks da Kobo e, neste artigo, trazemos a você uma análise completa sobre o dispositivo.

Especificações

Aprovado

Tela em alta resolução

Apesar de a resolução 1440x1080 pixels parecer exagerada para um simples eReader, basta lidar com o Kobo Aura HD durante alguns minutos para perceber os benefícios que isso traz. O aparelho mostra textos de maneira bastante clara, o que deixa a experiência de leitura bastante próxima àquela proporcionada por um jornal ou revista de papel tradicional.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Como resultado disso, você não se sente obrigado a mexer nas configurações do aparelho para aumentar o tamanho das letras para lê-las com maior conforto (algo comum no modelo básico do Kobo). Essa maior definição, somada às 6,8 polegadas do aparelho, faz com que o usuário ganhe muita velocidade na hora de ler os conteúdos presentes no dispositivo.

O aparelho também se destaca por mostrar menos “fantasmas” do que os outros dispositivos fabricados pela Kobo. Na prática, isso significa que há uma menor necessidade de atualizar a tela do aparelho, o que resulta no prolongamento da duração de sua bateria. O único ponto que incomoda um pouco é o fato de a tela apresentar um contraste menos competente do que aquele visto no modelo Touch do eReader.

Iluminação aprimorada

Caso você tenha investido na compra de um Kobo Glo, recomendamos não passar perto de um Kobo Aura HD em funcionamento, já que isso provavelmente vai gerar a vontade de jogar seu aparelho fora. Isso porque o sistema de retroiluminação do último modelo citado é bastante superior àquele adotado anteriormente pela fabricante.

O Kobo Aura HD e o Kobo Aura (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A principal diferença pode ser notada na parte inferior da tela, que não exibe mais os espaçamentos entre as fontes de iluminação vistos na versão Glo. Logo, o display é iluminado de maneira mais uniforme, o que faz com que a experiência de leitura em ambientes escuros se torne mais confortável.

Além disso, vale notar a presença da tecnologia Clarity Screen, que reduz a quantidade de reflexos provocados pela tela do aparelho. Somado à já mencionada resolução aprimorada do Aura HD, isso faz com que o produto atualmente possua uma das melhores telas disponíveis no mercado de leitores digitais.

Use as fontes que quiser

Uma das principais vantagens dos produtos da Kobo em relação àqueles fabricados pela Amazon e outras empresas é a liberdade que a fabricante oferece. Além de poder adquirir livros a partir da loja oficial da empresa ou do sistema de vendas da Livraria Cultura, você pode adicionar ao Aura HD praticamente qualquer arquivo de texto presente em seu computador.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Para isso, tudo o que você precisa é de um programa de gerenciamento gratuito, como o Calibre, para organizar os conteúdos que deseja transportar para o leitor digital. Embora o dispositivo não seja compatível com alguns formatos populares, como o .DOC da Microsoft, seu suporte a arquivos Epub significa que ele pode reproduzir sem problemas a maior parte dos textos digitais disponíveis na internet.

O que mais surpreende é o fato de o aparelho conseguir trabalhar com todas essas fontes distintas sem nenhum conflito. No entanto, vale notar que o sistema de sincronização entre múltiplas plataformas, que permite continuar lendo um livro em seu smartphone, tablet ou PC só funciona com os títulos adquiridos através dos meios de distribuição oficiais (Kobo e Livraria Cultura).

Bateria respeitável

Um aspecto que o Kobo Aura HD mantém inalterado em relação aos demais eReaders produzidos por sua fabricante é a bateria de qualidade. Devido às peculiaridades da tecnologia e-ink, o produto gasta uma quantidade muito pequena de energia, o que implica na possibilidade de usá-lo durante muito tempo sem que uma recarga seja necessária.

Durante nossos testes, o produto aguentou mais de uma semana de uso intenso sem que sua carga sequer se aproximasse de seu limite máximo. Mesmo usando constantemente a retroiluminação da tela, em geral não foi preciso se preocupar em conectá-lo a uma fonte de alimentação durante um período de sete dias — que pode ser estendido indefinidamente dependendo de seus hábitos de leitura.

Reprovado

Lentidões ocasionais

Contando com um processador de 1 GHz, o Kobo Aura HD promete um desempenho até 20% melhor do que o oferecido pela primeira geração de produtos da empresa. Embora seja fácil comprovar essa velocidade aprimorada, na prática o aparelho ainda deixa a dever em alguns momentos.

Kobo Aura HD, Kobo Touch e Kobo Aura (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Especialmente na hora de lidar com os menus de configuração e nos momentos em que é preciso digitar algo, o dispositivo apresenta lentidões ocasionais que podem complicar sua vida. O problema se torna ainda mais grave para quem está acostumado a smartphones e tablets modernos, especialmente na hora de digitar senhas ou palavras — processo que se mostra demorado, já que nem sempre o dispositivo registra os toques feitos em sua tela com a devida rapidez.

No entanto, o único momento em que o aparelho realmente decepciona é nas poucas opções multimídia que ele oferece. Embora os jogos presentes proporcionem diversão durante alguns minutos, nenhum deles consegue se destacar realmente. Já o navegador de internet do Aura HD é tão decepcionante quanto o visto nos demais modelos do ereader, o que nos leva a questionar os motivos pelos quais a Kobo continua a disponibilizá-lo em seus produtos.

Acabamento traseiro desconfortável

Outro ponto que diferencia o Kobo Aura HD em relação aos demais modelos produzidos pela empresa é o fato de o aparelho contar com uma parte traseira ondulada. Embora o objetivo dessa opção de design seja tornar mais confortável manuseá-lo com somente uma mão, na prática não é bem isso o que acontece.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Além de o acabamento fosco ser um verdadeiro convite a manchas, o material usado pela fabricante faz com que o dispositivo escorregue facilmente, especialmente quando você está com as mãos ligeiramente suadas. Com isso, se torna praticamente obrigatório investir na compra de um case de proteção com suporte especial caso você queira lidar com o aparelho de maneira realmente confortável.

Vale a pena?

Entre os modelos do Kobo disponíveis atualmente no mercado, o Aura HD sem dúvidas é a melhor das opções. Não só o dispositivo possui o display com a maior resolução entre os produtos fabricados pela empresa, como seu sistema de iluminação se prova uma das alternativas mais competentes do mercado.

Seja em ambientes bem iluminados ou escuros, o aparelho proporciona uma experiência de leitura extremamente confortável. Isso acontece tanto devido às confortáveis 6,8 polegadas do display quanto ao fato de que é possível utilizar diversos meios para obter livros, seja através das lojas virtuais da Livraria Cultura e da Kobo ou pela transferência de arquivos presentes em seu computador.

Kobo Aura HD, Kobo Touch e Kobo Aura (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O aparelho só não chega a ser perfeito devido a seu hardware limitado, que muitas vezes não se mostra capaz de desempenhar tarefas conforme o desejado. No entanto, embora ocorram eventuais travamentos e lentidões, eles não são tão constantes nem preocupantes quanto aqueles testemunhados durante o uso do Kobo Touch, o que mostra que a fabricante está investindo em maneiras de melhorar a experiência que fornece a seus consumidores.

Dito isso, quem decidir investir os R$ 660 cobrados pelo aparelho dificilmente vai se decepcionar com o que ele tem a oferecer. No entanto, quem não pretende investir tanto na compra de um leitor dedicado também deve conferir o Kindle Paperwhite (R$ 479 em seu modelo básico) antes de decidir o dispositivo que vai levar para casa.

Cupons de desconto TecMundo: