(Fonte da imagem: Reprodução/Armazemnaweb)

Alguma vez você estava perambulando pela internet, viu uma imagem sensacional e desejou poder transformá-la em um poster dos grandes? Ou então, caso seja um profissional de design, arquitetura ou engenharia, já ficou pensando como poderia reduzir seus gastos financeiros e de tempo com as constantes idas e vindas das gráficas para imprimir seus projetos e plantas? Se você respondeu sim a qualquer uma dessas perguntas, vai se interessar pela nova impressora da HP.

A HP Designjet T120 ePrinter foi feita pensando nos profissionais que têm seus próprios escritórios e dependem de gráficas para a realização de seus constantes trabalhos de impressão em grandes formatos. Com a máquina, os usuários podem fazer por conta própria suas cópias, desde o tamanho A4 até o A1, o que também pode render banners e placas de sinalização interna para lojas, como supermercados e armarinhos, por exemplo.

Para folhas formato A3 ou menores, o aparelho vem com uma bandeja dedicada de folhas, enquanto os serviços maiores podem ser realizados com alimentação frontal para rolos de mídia de 61 cm (24 pol) de largura e altura limitada apenas ao tamanho do suprimento – sim, isso significa posters contínuos compridos, se você quiser.

Ampliar

Aprovado

Aparência

A HP Designjet T120 ePrinter tem um visual que segue o estilo das novas impressoras da empresa, com um design bonito em preto brilhante. As bandejas de entrada e saída de folhas são retráteis, o encaixe para rolos é discreto e as conexões são traseiras. Um destaque vai para as peças em azul, que indicam as partes móveis, como o regulador para tamanho de folhas e o lado do segurador de rolos que pode ser removido.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Facilidade de uso

As funções de impressora estão todas disponíveis por meio da pequena tela touch acoplada, que pode ter seu ângulo ajustado para agradar a pessoas de todas as alturas. Pela tela, você pode conferir o nível das tintas, o andamento de suas impressões, alterar configurações e trocar a alimentação de papel entre rolo e bandeja de folhas. Além disso, a tela exibe pequenos tutoriais em vídeo sempre que o usuário vai trocar as tintas ou outros suprimentos.

Pela tela de toque, também é possível acessar sua conta no sistema ePrint & Share, visualizar os arquivos lá armazenados e, teoricamente, mandar que o aparelho os imprima diretamente de lá. No entanto, durante nossos testes tivemos problemas com essa ferramenta online, que detalharemos mais abaixo.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Outro ponto interessante com relação à praticidade do aparelho é seu tamanho consideravelmente pequeno, levando-se em conta que se trata de uma impressora de grandes formatos. Ela facilmente cabe em uma mesa simples de escritório e pode ser carregada por duas pessoas de força mediana. Além disso, sua conectividade via WiFi elimina a necessidade de colocá-la ao alcance de cabos de rede.

Direto do computador

A impressora vem com um disco de instalação que contém o software de driver tanto para Mac quanto para Windows. O programa permite que você altere as configurações da impressão (com direito a opções rápidas para arquivos CAD, GIS, fotografias coloridas e preto e branco), monitore o status da máquina (com relação a mídia, tinta e outros parâmetros), busque informações adicionais e solucione problemas online.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Na hora de imprimir, você pode pré-visualizar suas impressões da forma como sairão no papel e selecionar o tipo e tamanho de folhas ou rolo que vai usar por meio do aplicativo. O driver também pode ser configurado para expandir as imagens até o tamanho máximo do rolo, selecionar velocidade e qualidade do trabalho e ativar ou desativar o corte automático do papel.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Qualidade de impressão

Para a realização dos testes de qualidade, realizamos uma série de impressões nos diversos formatos de papel. Primeiramente, enviamos conjuntos de páginas com textos em uma grande variedade de fontes e tamanhos de corpo para testar a solidez dos traços tanto no modo mais rápido quanto no de maior detalhamento.

Enquanto as impressões de textos em qualidade mais elevada se demonstraram impecáveis, os rascunhos apresentaram pequenos trechos apagados nas partes finas das fontes mais rebuscadas, como Vivaldi e Edwardian Script ITC.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Já os testes com imagens em folhas de papel comum tamanho A3, rolos de papel comum e de papel fotográfico tamanho A1 demonstraram uma boa fidelidade de traços e cores, imprimindo com excelente qualidade mesmo as imagens de menor definição, tanto no modo mais rápido quanto no mais detalhado.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Cabe ressaltar, no entanto, que a impressão em papel comum demonstra um resultado com maior contraste do que no fotográfico. Dessa forma, as fotos e figuras enviadas à impressora têm uma aparência mais viva no rolo simples do que no voltado especificamente para fotografias. Vale lembrar que os produtos retirados da máquina não são resistentes à água, então seu uso fica limitado a espaços internos.

AmpliarP&B: papel fotográfico acima e comum abaixo; Coloridos: fotográfico à esquerda e comum à direita. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Consumo de tinta

A HP Designjet T120 ePrinter usa três cartuchos coloridos de 39 ml e um preto, que pode ter os mesmos 39 ml ou duradouros 80ml. Para testar a durabilidade e capacidade das tintas, imprimimos mais de 30 páginas em tamanho A3, incluindo textos e imagens, e 20 figuras no rolo, tanto em cores quanto em preto e branco.

Ao final do processo, o saldo foi um cartucho amarelo completamente esgotado, os demais coloridos na marca dos 20% de tinta restante e o preto acima do surpreendente nível de 70% (cabe ressaltar que utilizamos o suprimento de 80 ml nos nossos testes). Pelo grande tamanho e pela qualidade dos posters resultantes, consideramos o saldo custo-benefício positivo, já que pedir itens similares a uma gráfica sairia consideravelmente mais caro.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Um ponto negativo foi o cancelamento automático da impressão quando a reserva de amarelo acabou, impedindo que o trabalho fosse continuado após a substituição do cartucho – ou mesmo que o serviço fosse concluído sem as cores ideais.

Velocidade

Nesse ponto, é preciso levar em conta que a HP Designjet T120 ePrinter não é uma impressora de escritório comum. Por se tratar de um produto voltado a um uso mais profissional, é preciso levar em consideração o tempo que é economizado ao não precisar ir até uma gráfica para obter o trabalho desejado.

Além disso, outro fator importante é a grande variedade de tamanhos e tipos de arquivos que podem ser impressos. Enquanto um poster A1 com cores maciças e variadas leva em média 12 minutos para sair em papel fotográfico (considerando o tempo de secagem), um conjunto de 10 folhas A3 de texto em fontes e corpo variados ficam prontas em cerca de 6 minutos.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Reprovado

Falha no ePrint

Se desconsiderarmos as pequenas ressalvas feitas nos itens anteriores, fica difícil encontrar pontos realmente falhos na HP Designjet T120 ePrinter. Durante nossos testes, o único problema com o qual nos deparamos não foi com o aparelho propriamente dito, mas sim com o funcionamento do software ePrint & Share que a acompanha.

Após devidamente ligada à internet e configurada, a impressora permite que você a cadastre no serviço online para uso remoto. Teoricamente, basta enviar um email com o arquivo que desejar imprimir anexado para um endereço próprio da máquina para que ela inicie o procedimento, não importa onde você esteja.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Além disso, o dispositivo ainda vem com a possibilidade de fazer o upload automático de tudo o que é impresso para sua conta particular no site do ePrint & Share. Uma vez concluído o envio, você pode compartilhar esses arquivos com quem desejar e até reimprimi-los a partir do programa – tarefa esta que pode não ser tão fácil quanto parece.

Durante nossos testes, a conectividade com a internet, o funcionamento da impressora via rede, o upload de arquivos no sistema e o compartilhamento de trabalhos para outras pessoas funcionaram sem transtornos. No entanto, a reimpressão de itens salvos na sua conta do ePrint & Share simplesmente não funcionou. Mesmo após entrarmos em contato com o serviço de suporte ao usuário, uma solução definitiva para a falha não foi encontrada.

Vale a pena?

A HP Designjet T120 ePrinter possui bom rendimento, praticidade e ótima qualidade de impressão. Pensando em sua finalidade mais voltada para o uso comercial, a velocidade do processo de funcionamento é consideravelmente mais rápida do que a alternativa de utilizar os serviços de uma gráfica – além de ser mais barata.

Além disso, o modelo T120 da série Designjet é considerado um aparelho de entrada na linha de plotters da empresa, com preços que vão de R$ 3.506 (pelo Buscapé) até R$ 4.799 (na loja online oficial da HP). Dessa forma, o aparelho acaba pagando a si mesmo por conta da economia feita com o passar do tempo.

Levando em conta essa faixa de preço, a HP Designjet T120 ePrinter se mostra pouco recomendada para o consumidor final, mas bastante apropriada para profissionais de design, engenharia e arquitetura que tenham seus próprios escritórios e para lojistas que buscam autossuficiência na produção de banners e cartazes. A menos que você tenha um bom dinheiro sobrando, melhor se contentar com os posters vendidos em lojas especializadas.

Este produto foi cedido para análise pela HP.

Cupons de desconto TecMundo: