(Fonte da imagem: Divulgação/Dell)

Ao que tudo indica, os ultrabooks vieram para ficar. As empresas têm percebido isso e não poupam esforços para criar equipamentos cada vez mais robustos e portáteis.

A prova de que essa nova categoria de computadores está fazendo sucesso é a enorme variedade de modelos que encontramos nas prateleiras das lojas de informática.

Entre as companhias que têm apostado nesse segmento está a Dell, que no segundo semestre do ano passado anunciou nos EUA o ultrabook Latitude 6430u: um aparelho focado na linha empresarial.

Com isso, a companhia visa abocanhar o mercado de homens e mulheres de negócio que viajam com frequência e sempre estão participando de reuniões — atividades que exigem um elevado nível de mobilidade. Nós tivemos a oportunidade de testá-lo e averiguar tudo aquilo que ele tem a oferecer para você.

Especificações

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Na tabela acima, você confere as especificações da unidade do Latitude 6430u que analisamos. Contudo, o modelo possui algumas configurações variadas. Entre as diferenças que você pode encontrar no mercado, estão bateria de 3 células (36Whr) — a qual implica a redução do peso para 1,69 kg —, tela com resolução de 1600x900 pixels, processador Intel Core i3 (3217U) ou i7 (3667U) e até 16 GB de memória RAM.

Como você deve imaginar, a variação na configuração da máquina influencia diretamente o seu preço. A versão mais básica deste modelo da Dell é vendida no site da empresa por R$ 3.898, enquanto a edição mais completa sai por R$ 6.420.

Aprovado

Elegância pura

Se há uma coisa no Latitude 6430u que é quase indiscutível, isso é a sua beleza. O aparelho conta com linhas que misturam traços mais retos (como a sua parte traseira) com elementos curvilíneos (o que é facilmente percebido nos cantos da sua parte frontal e na estrutura da sua carcaça que objetiva facilitar a abertura da tela).

Essa combinação, que a princípio pode parecer incompatível, promove um visual bastante moderno e elegante para o ultrabook da Dell. Outra coisa que chamou nossa atenção foi o seu revestimento, que é feito de um material opaco e que aparenta ter uma função antiderrapante.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Com isso, além de evitar que a sua tampa fique cheia de marca de dedos, a sua superfície passa a sensação de uma pegada mais “firme”. No quesito aproveitamento de espaço, o Latitude 6430u também mandou bem, principalmente por usar um display que ocupa toda a área disponível para ele na carcaça — evitando aquelas bordas pretas que não servem para nada.

Por fim, não poderíamos deixar de citar o cuidado com a fabricação deste equipamento, o qual apresentou encaixes impecáveis. Todas as suas peças, incluindo botões, conectores e tampas removíveis, estão conectadas de maneira primorosa e não deixam uma fresta sequer.

Pequenos detalhes de sofisticação

Por ser voltado para um consumidor que geralmente é mais exigente, o Latitude 6430u conta com alguns pequenos detalhes que dão a ele um toque a mais de sofisticação. Esses elementos contribuem para torná-lo mais bonito, mas também devem ter impacto no seu preço.

Algo presente neste equipamento, mas que é encontrado em um grande número de outros modelos, é a iluminação do teclado. Esse recurso é relevante quando você precisa utilizar o dispositivo em ambientes escuros, como em uma palestra.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Os diferenciais de requinte do Latitude 6430u ficam por conta dos botões táteis de ajuste do volume e das luzes de indicação de leitura do disco de armazenamento, de energia e de ociosidade do sistema operacional na sua tampa.

Um ultrabook “confortável”

No tocante à usabilidade, nós não temos do que reclamar da experiência que tivemos com o 6430u. As teclas e botões são “firmes” em uma medida adequada, ou seja, não são frouxos, mas também não exigem que você os pressione com demasiada força. Isso promove uma digitação bem agradável e pouco cansativa.

Outro elemento importante para a sua interação com o sistema operacional e os aplicativos instalados na máquina é o touchpad. Para tentar agradar a todos, este modelo da linha Latitude conta com dois tipos diferentes de trackpads.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Um deles é tradicional: uma área retangular sensível ao toque que é acompanhada de dois botões na extremidade inferior da carcaça do ultrabook. O segundo formato é aquele adotado geralmente em dispositivos mais compactos, com um pino responsivo entre as teclas G, H e B e três botões logo abaixo do final do teclado. Dessa forma, você pode escolher a maneira de controle do cursor e de interação com os comandos da plataforma que melhor lhe convir.

Antirreflexo eficiente

Entre os pontos positivos do Latitude 6430u também está a sua tela. O display empregado pelo modelo possui 14 polegadas, um tamanho bacana e que, aliado à boa resolução de imagem (1366x768), permite a você usufruir de conteúdos em alta definição de maneira qualificada.

A tela também tem um mecanismo antirreflexo bastante funcional. Durante nossa análise, ele se comportou muito bem tanto em ambientes com luz artificial como em locais com iluminação natural. Por exemplo, enquanto estávamos dentro do escritório, o display mostrou um poder de redução da reflexão de luzes impressionante. Nós praticamente não víamos qualquer ponto de luz que afetasse a visualização do conteúdo exibido.

Sons praticamente perfeitos

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Além de ter uma tela com desempenho satisfatório, este ultrabook também oferece um excelente sistema de áudio. Os alto-falantes do 6430u provavelmente não são os mais “potentes” que você pode encontrar em um computador portátil, e essa não é a proposta deles.

Embora o volume atingido por ele não seja extremamente alto (e nem deveria ser), as reproduções apresentaram sons completamente “limpos”, sem qualquer chiado ou distorção — tanto em graves como em agudos — mesmo com o volume colocado no máximo.

A perspectiva tridimensional promovida pelo sistema de áudio também nos impressionou. Esse tipo de característica foi mais bem percebida quando usado um fone de ouvido de qualidade, proporcionando a percepção perfeita de movimento dos elementos sonoros de filmes e jogos.

Proteção adicional

Como a ideia do Latitude 6430u é ser o seu companheiro de trabalho para todas as horas, ele corre o risco de o acompanhar em uma pausa para o café e acabar sendo atingido por algum tipo de líquido. Para evitar maiores danos, o aparelho possui um sistema de selamento que protege o seu teclado e um lacre de proteção do LCD da tela.

Além disso, ele conta com dobradiças de metal chapeado reforçadas que garantem a facilidade de abertura e fechamento. Graças a tais mecanismos de segurança, este ultrabook da Dell é um dos únicos modelos a conseguir ser aprovado em 14 testes do MIL-STD-810G — um padrão de qualidade aferido e usado pelas forças militares dos EUA.

Ferramentas para negócios

Como já explicitamos, o Latitude 6430u tem como público-alvo os homens e mulheres de negócio. Para tanto, o aparelho oferece alguns recursos especialmente pensados para esse tipo de profissional.

A própria Dell disponibiliza um mecanismo para a proteção de dados sigilosos por meio de sistemas de criptografia, evitando que pessoas não autorizadas decifrem informações pessoais mesmo tendo acesso a elas.

Para reforçar a sua defesa, a aparelho conta com um controle de acesso que pode usar diferentes formas de autenticação, como o fornecimento de smart cards. A fabricante ainda fornece meios opcionais de segurança, incluindo o Intel vPro — o qual permite a limpeza de dados do disco de armazenamento remotamente, além de uma série de outras ações a distância.

Reprovado

Preço salgado

É bem possível que você se encante por este ultrabook logo no primeiro contato visual, e ainda mais se tiver a oportunidade de testá-lo. O problema surge quando você resolve conferir o preço do aparelho no site da Dell.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Dell)

Mesmo o modelo mais simples da linha tem um valor bem salgado (R$ 3.898) para os padrões brasileiros — nem precisamos comentar sobre a sua versão mais parruda (R$ 6.420). Na configuração que testamos, a máquina sairia por R$ 5.171 aqui no Brasil e US$ 1.520,00 nos EUA (incluindo tela com 1600x900 pixels de resolução e processador com 1,9 GHz).

Com isso, essa enorme diferença de preço (provavelmente oriunda de impostos e taxas de importação) é quase equivalente ao preço de uma passagem de avião daqui para as terras norte-americanas. Assim, o seu custo-benefício não é, nem de longe, um dos melhores do mercado.

Testes de desempenho

Benchmarks

O desempenho percebido do Latitude 6430u não nos decepcionou, e durante um expediente de oito horas ele deu conta do recado da nossa rotina de trabalho — e não esperávamos menos de um aparelho com um Intel Core i5 de 3ª geração e 8 GB de memória RAM.

O ultrabook aguentou com folga e sem demonstrar qualquer lentidão ou travamento um fluxo de navegação intenso na web e, ao mesmo tempo, a execução de diversos programas — como editor de imagem, mensageiro instantâneo, player de áudio e softwares do pacote Microsoft Office.

Mas isso não basta para termos uma impressão mais segura da sua performance. Por isso, para averiguar a sua real capacidade, executamos diversos aplicativos de benchmark, incluindo PCMark, CineBench, Heaven Benchmark e Valley Benchmark. Abaixo, você confere os resultados apresentados em cada um desses programas.

Em pontos. Quanto mais, melhor. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Em quadros por segundo. Quanto mais, melhor. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Em pontos. Quanto mais, melhor. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Basicamente, todos os resultados alcançados pelo Latitude 6430u em relação ao processamento de dados são bons e estão de acordo com a sua configuração de hardware. Em contrapartida, a performance dele é limitada no que envolve modelações 3D e reprodução de quadros por segundo.

Como já era esperado, devido à presença de uma placa de vídeo pouco potente, ele não é a opção mais adequada para quem está procurando um aparelho para jogar. Mesmo assim, fomos um pouco além e rodamos o Resident Evil 6 Benchmark nele, o qual indicou que este ultrabook da Dell seria capaz de executar o game completo da Capcom, mas não com a configuração máxima do jogo.

Em pontos. Quanto mais, melhor. Com essa pontuação, o ultrabook se enquadrou no ranking C desse benchmark. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Para ver isso na prática, instalamos o Call of Duty 4: Modern Warfare — um título consideravelmente pesado. O 6430u conseguiu rodá-lo em uma configuração razoável, na qual pudemos aproveitar da qualidade gráfica e sonora do CoD 4.

Contraste

Visando verificar a qualidade da tela deste modelo da série Latitude, usamos o site The Lagom LCD Monitor Test Pages para realizar alguns testes. A primeira coisa que avaliamos foi o contraste do display por meio de uma escala de cores.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/The Lagom LCD Monitor)

Nela, os retângulos mais à esquerda e escuros devem continuar visíveis, enquanto os da direita não devem parecer unidos, ou seja, as linhas que os separam não devem “sumir”. A tela do 6430u correspondeu bem às nossas expectativas e provou ter um ótimo nível de contraste, misturando apenas os dois últimos níveis da escala na vertente de saturação de cor.

Ângulo de visão

No teste seguinte, foi a vez de analisarmos o ângulo de visão do display do Latitude 6430u — algo muito importante para que você visualize as imagens apresentadas com boa qualidade mesmo que você não esteja olhando de forma exatamente perpendicular para ele.

Embora tenha sido percebida uma distorção acentuada com relativa baixa movimentação da tela na vertical, na outra direção, a horizontal, a tela se mostrou bem preparada para grandes angulações. Em determinado momento, ficamos praticamente de lado para o display e ainda era possível ver o conteúdo exibido com certa nitidez.

Tempo de resposta

Para fechar a análise da tela, executamos alguns testes para averiguar o tempo de resposta desse componente. Os resultados apresentados pelo display do 6430u mostram que ele está preparado para reduzir ao máximo aqueles “fantasmas” que podem aparecer em monitores mais antigos ou menos avançados ao exibir cenas com elementos que se movimentam muito rápido. Na prática, executamos vários vídeos e alguns jogos, e a tela do ultrabook se comportou muito bem nesse sentido, não apresentando nenhum atraso nessas reproduções.

Bateria

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

De acordo com a Dell, a bateria de 6 células do Latitude 6430u promete um funcionamento de até 10 horas com uma única carga. Contudo, todos nós sabemos que essas estimativas levantadas pelas fabricantes são feitas com um perfil de uso que normalmente é superado no nosso dia a dia.

Para termos uma noção mais próxima do quanto a bateria do ultrabook realmente aguenta, executamos um vídeo em alta definição (1080p), no modo tela cheia, com o brilho de tela configurado no máximo e o aparelho conectado à internet.

O modelo conseguiu reproduzir aproximadamente 4 horas e 10 minutos com uma rotina de consumo de energia relativamente bem elevada. Apenas conectado à internet, com a iluminação de tela e teclado reduzida e realizando tarefas menos exigentes (como editar documentos e planilhas, por exemplo) esse período provavelmente pode ser prolongado.

Outra peculiaridade deste equipamento é o acesso facilitado à sua bateria. Na sua parte inferior, existe uma tampa com clipe que permite a remoção rápida da fonte de alimentação do portátil. Dessa forma, caso você planeje um evento ou viagem no qual permanecerá muito tempo sem acesso a uma tomada, basta carregar uma bateria extra na sua mala e trocá-la quando precisar.

Vale a pena?

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Bastam alguns minutos de contato com o Latitude 6430u para ver que a Dell caprichou no desenvolvimento de mais um produto voltado para a linha empresarial, empregando detalhes de sofisticação e requinte inexistentes na maioria de seus computadores portáteis com o intuito de agradar a esse público tão exigente.

Além de ser muito bonito e elegante, o aparelho mostrou um desempenho satisfatório naquilo que se propõe a fazer: disponibilizar uma ferramenta de trabalho que pode ser facilmente transportada, tenha potencial de processamento suficiente para várias tarefas ao mesmo tempo e suporte várias horas de funcionamento sem estar ligada a uma tomada.

Contudo, uma coisa bastante relevante acaba embaçando todos os seus pontos positivos: o preço — o qual varia de R$ 3.898 a R$ 6.420. Infelizmente, ao colocarmos as suas características, o seu desempenho e o seu preço na balança, chegamos à conclusão de que o Latitude 6430u é um ótimo ultrabook, mas que não corresponde a um investimento tão grande.

Cupons de desconto TecMundo: