A Samsung está, definitivamente, guiando o futuro das câmeras digitais. Seus lançamentos recentes, com smartcameras, sinalizam uma nova era, capaz de unir qualidade de imagem com compartilhamento de conteúdo em tempo real.

As câmeras se tornaram cada vez mais importantes nos smartphones. Agora, em vez de tunar um celular com um bom processador de imagem, a gigante sul-coreana segue o caminho contrário com a Galaxy Camera: uma excelente câmera  fotográfica com sistema operacional Android e conexão sem fio — deixando suas smartcameras ainda mais completas.

A Samsung já planeja lançamentos de novas câmeras com o sistema operacional Android, incluindo equipamentos com lentes intercambiáveis e qualidade profissional. Essa ferramenta pode facilitar o trabalho de jornalistas, o backup de informações e, principalmente, permitir que você compartilhe conteúdo em alta resolução em poucos segundos.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O primeiro passo é a Galaxy Camera. Então, confira a análise do Tecmundo para saber o que há de melhor e mais interessante neste lançamento que tem tudo para revolucionar o mercado!

APROVADO

Qualidade de imagem, efeitos e zoom poderoso!

O principal quesito de uma câmera digital é a qualidade de imagem, e a Galaxy Camera passou com folga. É preciso ter em mente que temos uma câmera em estilo “point and shoot”, que não tem ares de profissional e nem pretende ser uma delas. Mas, sem dúvidas, temos aqui muito mais do que uma simples câmera de smartphone.

Além de obter imagens nítidas, com até 16 MP de resolução e cores fortes (mesmo com pouca iluminação), esta câmera está recheada de funcionalidades que fazem com que ela se destaque ainda mais.

Para os mais experientes, um modo manual completo e eficiente. Para os detalhistas, uma função macro de alta qualidade, capaz de pegar texturas em imagens incríveis. Também encontramos um modo panorâmico e várias opções para otimizar a captura de paisagens, esportes, ambientes noturnos, retratos, entre outros.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Definitivamente, a Galaxy Camera está preparada para todas as exigências dos novos fotógrafos amadores, que querem praticidade aliada às múltiplas funcionalidades que os smartphones oferecem. O aplicativo da câmera fotográfica e filmadora é realmente bom.

Além de tudo isso, você ainda vai contar com uma característica que definitivamente não está presente nos smartphones: um zoom poderoso, acima da média até mesmo para câmeras compactas (algo que tem se tornado característica das smartcameras da fabricante).

(Fonte da imagem: Samsung/Divulgação)

Com até 21x de multiplicação de imagem, você poderá captar imagens em alta qualidade de objetos distantes. Em nossos testes aqui na sede do Tecmundo, foi possível observar detalhes a cerca de 35 metros de distância com perfeição. A estabilidade não é perfeita, mas correspondeu às expectativas.

Esta função zoom traz versatilidade para a Galaxy Camera, fazendo com que ela possa se tornar uma excelente aliada em diferentes momentos.  Além disso, você tem uma abertura máxima de 2.8, o que garante um efeito de desfoque muito interessante, priorizando o que está em primeiro plano.

Veja a galeria de imagens feitas com a Galaxy Camera:

Design: display generoso e flash escondido

A Galaxy Camera também ganha pontos positivos por seu design. O tamanho avantajado serve para suprir todas as necessidades que o sistema operacional pede — bem como o zoom generoso. Mas a primeira impressão é logo desfeita quando você pode observar o display que o equipamento oferece.

São 4,8” de tela para exibir o Jelly Bean e acessar todas as funções da câmera. O display oferece imagens em alta definição, com resolução de 1280x720 pixels, para você editar suas fotos e publicá-las em todas as redes sociais que deseja.

Outro aspecto fundamental é que a tela é sensível ao toque. Essa característica surge muito mais dos requisitos do Android, mas é impossível não mencioná-la como um ponto positivo. Em nossa na análise da WB150F, um dos aspectos mais criticados foi justamente a ausência do touchscreen, que deixa o processo de edição e compartilhamento das imagens muito truncado.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O flash é outra opção interessante da Samsung. Ele foi “escondido” e só pode ser acessado através de um botão na lateral da câmera. Dessa forma, você controla exatamente quando ele pode ser disparado. Além disso, é possível contar com um visual mais elegante e limpo, sem incluir um elemento a mais no aparelho. A solução encontrada foi inteligente tanto pelo quesito usabilidade quanto no aspecto estético.

Conexão de internet sem fio

O Tecmundo já havia analisado câmeras da Samsung com conexão WiFi, mas a Galaxy Camera vai além. Temos aqui conexão sem fio também por 3G, o que significa que você pode colocar um chip de qualquer operadora e conectar-se onde quer que esteja. Isso faz com que este equipamento vá muito além, tornando a possibilidade de upload e backup ainda mais real e efetiva.

Não, a Galaxy Camera não faz ligações telefônicas. Mas acredite: você não vai sentir falta disso. Tudo o que você precisa é compartilhar conteúdo, e as conexões que ela oferece são mais do que suficientes. Ah! E ainda tem o Bluetooth, para você compartilhar fotos de eventos com seus amigos sem pagar nada por isso.

Android 4.1

O Android 4.1 Jelly Bean é uma das grandes estrelas dessa câmera. É ele quem proporciona o diferencial, ao unir tudo que há de mais interessante nos smartphones atuais e colocar dentro de uma câmera digital de alta qualidade.

Não vamos analisar aqui o sistema operacional em si, pois sabemos que se trata da versão mais polida do Android, com estabilidade, funcionalidades mil e muita qualidade. Mas o elogio vai ao que ele pode proporcionar.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

A presença do SO da Google dentro deste equipamento significa que você pode editar suas imagens, adicionar filtros, enviar conteúdo por email e, principalmente, publicar nas redes sociais de forma descomplicada (e já muito familiar) tudo o que desejar.

Instagram, Facebook, Twitter e todos os aplicativos compatíveis com o Android estão à sua disposição. Isso faz com que a Galaxy Camera seja muito mais do que uma máquina fotográfica, mas um gadget completo que pode oferecer milhares de ferramentas de imagem.

E, por que não, também uma forma de diversão e informação? Afinal de contas, você pode instalar jogos, acessar páginas na internet, responder emails etc. Um combo de funcionalidades que pode vir a calhar em viagens e momentos de espera e ainda quebrar um galho quando a bateria do telefone acaba.

Vídeos em Full HD

Normalmente, falamos muito em fotografia, mas não podemos nos esquecer que as câmeras atuais também se destacam por sua qualidade de vídeo. A Galaxy Camera não decepciona em mais este quesito, permitindo que você crie vídeos em definição Full HD. Além disso, você conta com diferentes filtros que podem ser usados com criatividade para produzir clipes incríveis.

A nova câmera da Samsung ainda tem um outro diferencial muito divertido para quem gosta de criar vídeos: ela é capaz de capturar conteúdo em câmera lenta. Na resolução 720p, você pode filmar com até 120 fps (muito acima dos 30 fps da resolução máxima). Uma característica especialmente divertida para filmar objetos e pessoas em movimento, como jogos e brincadeiras.

REPROVADO

Design: botões, espaço para segurar a câmera e apoio em superfície

Se por um lado é preciso elogiar o amplo display que a Galaxy Camera oferece — com excelente resposta ao toque e design elegante—, por outro é preciso lembrar que o equipamento ainda é uma câmera fotográfica.

Por esse motivo, a falta de botões físicos para comandar algumas funções da câmera é muito sentida. O acesso ao menu e a manipulação de números no modo manual pedem uma forma mais prática de manuseio.

Outro aspecto negativo em relação ao design está na falta de um espaço de sobra para segurar a câmera com firmeza. A parte traseira da câmera apresenta um recuo, mas ele está longe de ser o suficiente. O que acaba acontecendo, inevitavelmente, é que seu dedo fica sobre o display, podendo acessar acidentalmente funções do sistema operacional.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Por fim, a câmera com a lente ativada — especialmente se o zoom estiver no máximo — não tem apoio. Ao colocá-la sobre uma superfície plana (algo comum quando desejamos acionar o temporizador), ela cai para a frente, apoiando-se na lente.

Isso poderia ser facilmente solucionado se a base da lente fosse um pouco mais para baixo, oferecendo maior suporte e evitando que acidentes possam acontecer ou que você precise colocar apoios embaixo da lente para poder capturar imagens em determinadas situações.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Bateria: alto consumo e sem um carregador específico

O alto consumo de bateria é sempre um dos grandes pontos negativos de todos os smartphones e, agora, passa a ser uma questão para as smartcameras. Infelizmente, temos a mesma duração de bateria de um aparelho com Android, quando poderíamos ter muito mais tempo de duração ao usar uma câmera normal.

Não só o processamento do sistema é um grande vilão. Assim como acontece em todos os gadgets, o alto consumo é provocado especialmente pelo display do aparelho. Inevitavelmente, você vai utilizar muito mais a tela acesa de sua Galaxy Camera do que se ela fosse uma câmera normal.

Afinal, não é só capturar imagens e visualizar os resultados. Agora você pode editar e publicar conteúdo, algo que vai aumentar muito mais o tempo que a tela do aparelho fica acesa. Obviamente, esta não é uma questão totalmente negativa, mas é preciso se adaptar a um novo jeito de utilizar sua câmera compacta.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Por isso, a compra de uma bateria extra pode ser importante, assim como levar o cabo de conexão com você a todo o momento. No entanto, é preciso ficar atento a outro ponto negativo: não há um carregador de bateria.

As câmeras mais recentes da Samsung não trazem um carregador, o que significa que você precisa conectar um cabo à câmera e então à tomada. Isso faz com que você não possa utilizar a câmera enquanto a bateria está carregando, o que pode ser inconveniente em alguns momentos. Nesse caso, ainda seria ideal contar com um carregador externo. Dessa forma, você poderia fazer uso de uma segunda bateria enquanto deixa a principal carregando.

VALE A PENA?

Sim. Como você pode perceber, os aspectos aprovados da câmera são muito maiores do que os pontos reprovados. Não colocamos nem mesmo o alto valor do aparelho nos quesitos negativos, e explicamos o porquê: é uma tecnologia de ponta.

A Galaxy Camera é uma novidade e colocou sistema operacional mais popular do momento dentro de uma câmera fotográfica de qualidade, trazendo uma quantidade de ferramentas infinitas para dentro do aparelho, facilitando cada vez mais a criação e o compartilhamento de conteúdo.

(Fonte da imagem: Samsung/Divulgação)

O preço certamente vai baixar (no momento, pode ser encontrada por valores entre R$ 1.200 e R$ 2.200), e novas câmeras de outros fabricantes ainda vão surgir, inspirados no pioneirismo da Samsung.

Se você considera uma câmera fotográfica de qualidade algo essencial em seu smartphone, talvez seja a hora de pensar em um sistema operacional e conexão sem fio como algo essencial para sua câmera digital. 

Cupons de desconto TecMundo: