Os ultrabooks são a evolução natural dos notebooks e netbooks. Mais leves e com configurações mais robustas, a nova geração de aparelhos aos poucos começa a ganhar espaço no mercado brasileiro, mas infelizmente, na maioria dos casos, os preços ainda são proibitivos para o consumidores.

O modelo IdeaPad S400U, da Lenovo, surpreende ao apresentar uma configuração pra lá de razoável, mas com um preço bastante acessível se comparado com a média dos seus concorrentes. Conferimos de perto todos os detalhes deste modelo nesta análise.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Ultrabook Lenovo IdeaPad S400U: especificações

  • Sistema operacional: Windows 8;
  • Tela: LED de 14 polegadas;
  • Resolução: 1366x768 pixels;
  • Processador: Intel Core i5-3317U de 1,7 GHz;
  • Placa de vídeo: Intel Graphics HD 4000;
  • RAM: 4 GB DD3 (expansível a 8 GB);
  • Disco rígido: 500 GB;
  • SSD: 32 GB;
  • Bateria: 2.200 mAh (4 células);
  • Conectividade: wireless;
  • Portas: HDMI (1), USB 3.0 (1), USB 2.0 (2);
  • Peso: 1,8 kg.
  • Preço médio: entre R$ 2 mil e R$ 2,2 mil.

Aprovado

Design de construção

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Fino e elegante, o modelo S400U da linha IdeaPad honra o propósito da linha de ultrabooks – aparelhos mais leves e com configurações mais robustas. Pesando apenas 1,8 kg, o que o coloca dentro de uma faixa de normalidade na sua categoria, o produto se mostra ideal para ser carregado na mochila ou mesmo levado em mãos para outros cômodos da casa.

O acabamento é feito em material fosco, o que garante que o produto não deixa transparecer marcas de digitais. Uma única ressalva, bem pequena, fica por conta do encaixe nas laterais. Em alguns pontos é possível notar uma pequena folga nas junções, mas nada que prejudique a estética do ultrabook.

Teclado e touchpad

Com teclas macias e aderentes, o ultrabook S400U da Lenovo apresenta uma ótima condição de digitação para o usuário. As teclas possuem cantos arredondados e um espaçamento entre elas maior do que o habitual, o que evita possíveis toques acidentais.

Da mesma forma, o touchpad com suporte a múltiplos toques simultâneos também se mostra eficiente. Uma linha cinza separa o lado esquerdo do lado direito do touchpad, mas não há divisão física entre os botões. A resposta aos comandos é precisa e os espaço destinado a ele é bastante satisfatório.

Desempenho

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Se levarmos em consideração que a proposta do modelo da Lenovo não é a de ser uma plataforma para gamers, então podemos dizer que o desempenho é completamente satisfatório. Aqueles que procuram um notebook para tarefas comuns do dia a dia, como o uso de editores de textos e planilhas, além de acesso à internet e exibição de vídeos, não terão nenhum tipo de problema.

Em nossos testes com o benchmark Cinebench, o modelo atingiu as marcas de 12,61 fps no quesito OpenGL e 2,33 pontos no quesito CPU. Já o teste de informações e desempenho, disponível no próprio Windows 8, atribuiu a nota 4,8 (a pontuação é determinada pela nota mais baixa) ao produto, em uma escala de 1 a 9,9.

Tela

Com resolução de 1366x768 pixels, a tela do ultrabook da Lenovo apresenta bons níveis de resolução, mantendo brilho e contrastes adequados. Os tons de cinza foram facilmente perceptíveis em nossos testes e o controle de intensidade de brilho, feito via teclado, também é eficiente.

O uso do Windows 8 sem um dispositivo touch fica limitado com relação a algumas funções do SO. Entretanto, há que se levar em consideração que esse recurso, ao menos por enquanto, ainda não é um fator determinante na hora da compra e, dessa forma, pode ser dispensado sem muitos prejuízos.

Áudio

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Também sem nenhuma surpresa, a qualidade de áudio do ultrabook IdeaPad S400U se mostra razoável, atendendo aos parâmetros mais básicos de qualidade. Mesmo em volumes mais altos há pouca distorção.

O único ponto negativo, mas que não chega a ser um incômodo, surge nos momentos em que os agudos exigem um pouco mais dos alto-falantes, uma vez o Dolby Stereo 2.0, que torna o som mais “claro” em volumes mais elevados, pode distorcer um pouco os timbres.

Bateria

Além de testes de estresse no computador, utilizamos ainda o software Battery Optimizer como referência em nossa análise para mensurar o desempenho da bateria do ultrabook da Lenovo. Nesse quesito não tivemos nenhuma surpresa e ele se saiu bem dentro de sua proposta.

Com utilização pouco intensa, sem requerer muito do potencial gráfico e da capacidade de processamento, o modelo foi capaz de suportar cerca de seis horas de uso contínuo. Já quando exigido um pouco mais, foram necessárias apenas 3 horas e 40 minutos para drenar toda a bateria.

Botão físico para backup e restauração

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Na lateral esquerda do produto nos chamou a atenção um pequeno botão, raro de ser encontrado, mas de grande utilidade para o usuário. Trata-se de um acesso direto à possibilidade de fazer backup ou recuperar o sistema operacional.

Ao pressioná-lo, é aberto no ultrabook o aplicativo OneKey Recovery, que lista essas duas opções de forma autoexplicativa. Tudo o que você precisa fazer é seguir as instruções na tela, seja para fazer o backup da partição do sistema em arquivo de imagem ou para reiniciar o SO em ambiente de recuperação.

Relação custo-benefício

É difícil encontrar no Brasil ultrabooks com processador Intel Core i5 com preço abaixo de R$ 2,3 mil. Por conta disso, é uma grata surpresa saber que um aparelho com essas configurações – que são suficientes hoje para a grande maioria dos usuários – já possa ser comprado por cerca de R$ 2,1 mil.

Obviamente estamos falando de um ultrabook que não é da última geração, uma vez que não possui tela sensível ao toque. Entretanto, ainda assim, suas características são capazes de fazer com que o consumidor tenha um bom desempenho com ele em mãos por pelo menos mais um ano e meio de uso, sem que todo o conjunto se mostre defasado demais.

Reprovado

Ausência de Bluetooth

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Talvez você considere a compatibilidade com o Bluetooth dispensável em um notebook. De fato, a maioria dos usuários não desfruta de todas as suas possibilidades, fazendo com que esse se torne um mero acessório em computadores portáteis.

Entretanto, para muitos, parear um smartphone com o computador para ter acesso à internet 3G do celular já é um fato corriqueiro do dia a dia, e ficar sem essa possibilidade tendo um moderno ultrabook em mãos não faz muito sentido, em especial por dois motivos.

O primeiro deles é que essa característica já não é hoje uma exclusividade de modelos top de linha, e até mesmo notebooks mais simples são compatíveis com a tecnologia. O segundo é que a justificativa de que a sua ausência poderia baixar o custo do produto também não se aplica, uma vez que esse dispositivo não é o responsável por encarecer o produto final.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Vale a pena?

O modelo IdeaPad S400U da Lenovo não está entre os ultrabooks top de linha do mercado. Ele ainda não segue uma das diretrizes atuais dos aparelhos equipados com o Windows 8, por exemplo, que é a de apresentar dispositivos com tela sensível ao toque. Entretanto, isso não minimiza as suas qualidades.

Com uma ótima relação custo-benefício dentro de sua categoria, uma vez que encontramos o modelo em sites comparativos de preço por cerca de R$ 2,1 mil, o produto é capaz de suprir as necessidades da maioria dos usuários, com exceção daqueles que buscam máquinas com melhor desempenho para jogos.

Dois pontos positivos que merecem destaque são a leveza do ultrabook, que pesa 1,8 kg, e a existência de um botão físico na lateral que permite restauração e backup do sistema. O fato de não possuir compatibilidade com Bluetooth pode ser um empecilho incômodo para alguns. Em contrapartida, há um curioso “modo avião” no aparelho, ideal para quem viaja bastante.

Porém, inegavelmente, se trata de uma boa opção de compra e que certamente merece ser levada em consideração pelo consumidor.

Cupons de desconto TecMundo: