(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

“O primeiro headset gamer do mundo com som 7.1 real”. É essa a promessa do Tiamat, fone de ouvido que promete incrementar a experiência sonora de quem tem o PC como plataforma preferencial na hora de jogar os últimos lançamentos do mercado.

Para isso, o acessório vem equipado com 10 drivers e quatro canais de som, capazes de emular a sensação de estar rodeado por diversas fontes sonoras. Seguindo a tendência de outros produtos da Razer, o dispositivo chama a atenção por sua embalagem e pelo visual que combina as cores preta e verde, características presentes em todos os produtos da companhia.

O Tecmundo teve acesso ao poderoso headset e pôs a teste todas as promessas feitas por sua fabricante. Confira nossa análise e, depois da leitura, não se esqueça de registrar sua opinião sobre o acessório em nossa seção de comentários.

Aprovado

Visual caprichado e acabamento confortável

Um dos aspectos que mais chama atenção no Tiamat é seu tamanho avantajado. Em comparação com outros dispositivos disponíveis no mercado, o headset da Razer é bastante grande, chegando até mesmo a assustar em um momento inicial.

Passada essa impressão, fica fácil observar a qualidade do dispositivo fabricado pela empresa. Exemplo disso são as almofadas em couro que se adaptam às orelhas de maneira confortável e a tiara flexível do acessório, que se adapta sem qualquer problema a cabeças dos mais variados tamanhos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

O tamanho avantajado do Tiamat é justificado pelos 10 drivers do produto, que ficam espalhados pelas suas duas saídas de som. Como forma de destacá-los, a Razer optou por fazer as laterais dos fones transparentes, o que dá a elas um visual bastante chamativo — para deixá-las mais discretas, basta usar os protetores plásticos que acompanham o fone e se fixam a ele através de encaixes magnéticos.

Qualidade de som invejável

Basta utilizar o Razer Tiamat durante alguns instantes para perceber que seu sistema de som 7.1 realmente funciona. Mesmo quem não tem uma placa de som dedicada vai perceber a diferença na hora de reproduzir músicas e vídeos e, principalmente, quando a intenção for jogar jogos eletrônicos.

Durante nossos testes, utilizamos títulos como Counter-Strike: Global Offensive, Portal 2, Bit Trip Runner e AVSEQ e pudemos sentir rapidamente a maior imersão proporcionada pelo acessório. Porém, o produto brilha realmente em títulos como BioShock,que, além de ter mixagem 7.1 surround nativa, confiam bastante em efeitos sonoros para criar um clima que realmente envolve o jogador.

Outro ponto que se destaca é o isolamento acústico do headset, que se mostra capaz de filtrar ruídos exteriores mesmo quando o volume está em sua intensidade mais baixa. Assim, não é preciso se preocupar em ter um filme ou jogo estragado simplesmente por estar em um ambiente em que outras pessoas estão conversando ou desempenhando atividades barulhentas.

Aprovado nos testes

Para determinar a qualidade real do Tiamat, não nos contentamos simplesmente em avaliar seu desempenho em games. Afinal, dificilmente alguém investe na compra de um fone de ouvido e deixa de lado atividades como escutar músicas ou assistir a filmes presentes no HD ou na internet.

Como forma de determinar a versatilidade do dispositivo, o submetemos aos testes de benchmark disponíveis no site AudioCheck.net. Entre os aspectos medidos pela página está o alcance dinâmico, a resposta do fone a frequências diferentes e a maneira como ele responde a gravações binaurais.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Também submetemos o produto ao “Dolby Digital Plus 7.1 Speaker Test” desenvolvido pela HoudsAVProduction. Assim, pudemos nos certificar de que cada drive de som do Tiamat funciona corretamente e realmente consegue transmitir o posicionamento exato de cada som.

Em ambos os casos, o acessório da Razer teve um desempenho satisfatório, condizente com o que é prometido por sua fabricante. Os únicos pontos que podem ser criticados é o fato de os graves do aparelho não possuírem um volume muito intenso, e em algumas ocasiões é difícil distinguir os sons produzidos pelas caixas laterais e traseiras — impressão que desaparece quando se dá um pouco mais de atenção à maneira como a mixagem é feita.

Controlador de som dedicado

Outro ponto que chama atenção no Razer Tiamat é a presença de um controle de som dedicado. Além de permitir que você controle facilmente a intensidade do som que sai através de cada fone, esse recurso possibilita o ajuste individual da maneira como cada canal de som do headset vai se comportar.

Outro ponto que chama atenção são os três botões dedicados exibidos pelo controlador. Através deles, você pode transformar o fone 7.1 em um dispositivo 2.1, interromper sua operação ou fazer com que a reprodução de sons do computador seja feita através de outro dispositivo.

Para completar, um cabo adaptador permite conectar produtos como caixas de som diretamente ao Tiamat. Isso não só permite fazer uma transição rápida entre produtos diferente como evita que a parte traseira de seu computador fique dominada por um verdadeiro emaranhado de cabos de conexão.

Reprovado

Peso excessivo

O tamanho acentuado do Razer Tiamat tem como efeito colateral negativo o fato de que o dispositivo se mostra bastante pesado quando comparado a outros produtos da mesma categoria. Por mais confortável que o acessório seja, após longas horas de jogo não é difícil se incomodar um pouco com ele.

Isso não quer dizer necessariamente que o headset vai machucar seu pescoço ou se tornar um fardo para usar. Porém, é praticamente impossível não ficar com a sensação de que é preciso dar certa folga para as orelhas depois de algum tempo em frente ao computador para que elas não fiquem irritadas.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Microfone medíocre

Infelizmente, com o Tiamat a Razer continuou sua tradição de investir pouco na qualidade de seus microfones. Apesar de poder ser ajustado livremente pelo usuário, o acessório que acompanha o produto não desempenha muito bem a tarefa de captar todos os sons ditos durante uma partida.

Assim, você é obrigado a ajustar a sensibilidade de seu computador até um valor alto (o que facilita a ocorrência de distorções) ou a falar sempre em um tom de voz ligeiramente elevado durante partidas online. Com isso, esqueça a possibilidade de usar o headset sem grandes problemas em ambientes públicos ou em locais em que qualquer ruído mais intenso pode provocar problemas.

Preço assustador

O aspecto que mais pesa na hora de decidir pela compra do Tiamat é seu preço, que nos Estados Unidos é tabelado em US$ 179,99. Já no Brasil, país no qual a empresa não possui representação oficial, é possível encontrar o headset por valores que variam entre R$ 700 e R$ 800 — preço de um computador com características básicas.

Quando se leva em consideração que é possível adquirir produtos que são usados em estúdios profissionais pagando uma quantia de dinheiro semelhante e até mesmo menor, fica difícil justificar a compra do dispositivo Razer. Com isso, somente quem realmente está disposto a investir o máximo de dinheiro em seu PC ou é um fã inveterado da marca terá disposição suficiente para levar o periférico para casa.

Vale a pena?

Apesar de apresentar diversas qualidades, o Razer Tiamat sofre com um grande problema que afeta a maneira como ele é percebido pelo público: o preço elevado. Isso faz com que, por melhor que ele seja, dificilmente alguém se mostre disposto a realizar o investimento necessário para aproveitar os recursos oferecidos pelo acessório.

Caso isso não seja um obstáculo, o fato de que é possível investir em equipamentos usados em estúdios profissionais pelo mesmo preço também serve como um desestímulo para a compra do produto. Afinal, por quase 800 reais, o mínimo que se espera é poder ter à disposição um produto isento de falhas — algo de que o headset se aproxima de conseguir, mas que não consegue alcançar plenamente.

Mesmo com os obstáculos listados acima, dificilmente você vai se decepcionar caso decida investir na compra do Razer Tiamat. Apresentando uma ótima qualidade sonora, o produto realmente cumpre a promessa de oferecer uma experiência 7.1 surround para jogadores de PC — pena que os benefícios que o produto oferece sejam camuflados pelo preço excessivo cobrado por ele no mercado nacional.

Cupons de desconto TecMundo: