As operadoras de telefonia têm disputado clientes a tapas. Para isso, as companhias elaboram promoções cada vez mais agressivas e atrativas, como ligações gratuitas para linhas da mesma empresa, pacotes gigantescos de mensagens de texto, entre outros benefícios.

Com isso, é bem possível que você já tenha ficado indeciso na hora de escolher uma operadora. Mas quem disse que você não pode usufruir de todas essas regalias? A Multilaser lançou o celular Stylus, que tem como diferencial o suporte para até quatro chips.

O aparelho é um modelo de entrada, o que significa que ele não possui um hardware potente ou recursos multimídia avançados. Confira agora mais detalhes do que achamos desse dispositivo.

Especificação

  • Tela: LCD de 2,4 polegadas (não é sensível ao toque);
  • Câmera: traseira de 3 MP;
  • Teclado: QWERTY físico;
  • Rede: Quadriband desbloqueado para todas as operadoras do país;
  • Conectividade: Edge, Wi-Fi e Bluetooth;
  • Armazenamento: 90 MB para salvar arquivos (suporta cartão de memória Micro SD de até 8 GB, o qual não acompanha o produto);
  • Dimensões: 11,45 x 5,8 x 1,25 cm;
  • Peso: 80 gramas;
  • Bateria: recarregável de Lítio-ion com autonomia de aproximadamente 200 horas em standby e cerca de 4 horas de conversação;
  • Outros diferenciais: possibilita acesso a redes sociais (exige conexão com a internet e um cartão de memória com pelo menos 4 GB inserido no aparelho).

Aprovado

Não importa a operadora

O grande diferencial prometido pelo Stylus é a possibilidade de você usar quatro chips ao mesmo tempo. E nisso o celular da Multilaser não nos decepcionou. A princípio, tivemos dúvidas se caberiam tantos cartões SIM em um mesmo dispositivo — ainda mais se levarmos em conta que ele não possui grandes dimensões.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Mas este aparelho provou o contrário e, de quebra, nos revelou uma enorme facilidade na hora de inserir os chips. Não tivemos qualquer dificuldade para encaixar os cartões SIM dentro de seus respectivos compartimentos internos.

Além disso, o celular detecta e configura automaticamente a rede de cada um dos chips, mesmo eles sendo de operadoras diferentes. Dessa forma, você não tem com o que se preocupar: é colocar os cartões SIM e sair falando.

Contudo, ficamos receosos de que na hora de realizar uma ligação o mecanismo de seleção do chip desejado fosse pouco prático. Para evitar isso, a Multilaser encontrou uma saída simples e funcional: adicionou um botão de ativação de chamada para cada um dos cartões SIM. Com isso, você só precisa digitar o número requerido e pressionar a tecla respectiva ao chip da operadora que pretende usar.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Beleza também é importante

É inegável a semelhança entre o Stylus e alguns modelos de celular da BlackBerry, uma das empresas pioneiras na comercialização de aparelhos com teclado QWERTY. Isso não é necessariamente um ponto negativo. Na verdade, achamos o visual deste dispositivo bonito, com destaque para as bordas prateadas da parte frontal que dão ao gadget um ar mais elegante.

Todavia, o material usado para o revestimento da sua carcaça deveria ser melhor. O plástico empregado na confecção da sua estrutura externa fica facilmente marcado com a oleosidade natural da nossa pele. Assim, o aparelho está quase que constantemente cheio de marcas de dedos, o que tira um pouco da sua beleza.

(Fonte da imagem: Divulgação/Multilaser)

Leve como uma pluma

O Stylus não é uma referência quando o assunto é design, mas ele tem suas qualidades. Apesar de não ser extremamente fino, como os smartphones top de linha que têm sido lançados, o aparelho possui uma espessura que o permite ser segurado com firmeza sem ocasionar desconforto.

As dimensões da sua estrutura também promovem uma interação bastante agradável com todos os seus botões, sem que você precise ficar esticando e forçando o polegar quando usa o celular apenas com uma mão.

Porém, o que mais chamou nossa atenção neste produto da Multilaser foi a sua leveza. Pesando apenas 80 gramas, você não cansa ao segurá-lo e pode até mesmo esquecer que está com ele no bolso.

(Fonte da imagem: Divulgação/Multilaser)

A bateria dá conta do recado

A bateria usada pelo Stylus promete uma autonomia de até 200 horas em espera e 4 horas de chamadas ininterruptas. Infelizmente, não pudemos comprovar a exatidão dessa estimativa informada pela fabricante. No entanto, fizemos o celular passar por uma rotina pesada de trabalho, e ele deu conta do recado.

Ao longo de um dia inteiro mantivemos o gadget conectado a redes Wi-Fi, usando dois chips, rodando jogos esporadicamente, executando músicas em seu player, enviando algumas mensagens de texto e realizando várias chamadas. No final desse período, o dispositivo não havia consumido metade da sua bateria.

Apesar desse bom desempenho apresentado, é válido salientarmos que o uso de mais cartões SIM pode aumentar o consumo de energia do aparelho, já que ele precisará buscar continuamente conexão com a rede da operadora de cada chip.

Reprovado

Péssima navegação na internet

Se você procura um celular para navegar pela web e acessar redes sociais, o Stylus não é a melhor opção. A começar pelo fato de que ele não possui suporte para conexões 3G, apenas EDGE e redes sem fio.

Mas isso não é o pior. Tivemos grandes dificuldades para estabelecer uma conexão estável, pois o aparelho insistia em informar que não havia memória suficiente para a tarefa — mesmo depois de termos garantido que o cartão de memória inserido nele tinha mais de 4 GB de espaço livre, uma exigência informada pela própria Multilaser.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Além disso, os teclados físicos, naturalmente, não proporcionam a maneira mais prática e intuitiva de navegação. Ficar movendo o cursor por meio de botões que o limitam a se mexer poucos pixels por vez não é nada agradável — apesar de quebrar o galho para consultas rápidas, por exemplo.

Teclado duro e pouco prático

Embora o teclado QWERTY adotado pelo celular da Multilaser lembre muito o usado nos dispositivos da BlackBerry, é perceptível a diferença de qualidade entre eles na hora que você começa a usá-los.

As teclas do Stylus são bastante próximas, fato que aliado à pouca elevação de suas estruturas acaba induzindo você a teclar letras ou números errados com relativa facilidade. O teclado também nos pareceu bem “duro”, ou seja, a pressão necessária para a confirmação de um caractere é maior do que estávamos acostumados. Assim, a experiência de digitação com este celular ficou abaixo do desejado.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Falta botão de volume

Outra coisa que nos causou estranheza foi a falta de botões de volume isolados, os quais geralmente ficam localizados nas laterais dos gadgets. Você pode ajustar a intensidade de som emitida enquanto ouve músicas, uma estação de rádio ou joga um game por meio das teclas + e – que ficam misturadas ao teclado QWERTY. Mas, sem dúvida, essa não é na nossa opinião a melhor maneira para esse tipo de atividade.

Vale a pena?

O Multilaser Stylus pode ser encontrado na internet em uma faixa de preço que varia de R$ 195 a R$ 360 — isso levando em conta apenas lojas de comércio eletrônico confiáveis apresentadas por pesquisa no site Buscapé em 31 de janeiro de 2013. Neste momento, você deve estar se fazendo a pergunta: vale a pena comprá-lo?

A resposta é simples. Se você procura uma maneira de usufruir dos benefícios oferecidos por diferentes operadoras para ligar para seus amigos, familiares e colegas de trabalho, a aquisição deste aparelho é válida. O fato de não precisar abrir a carcaça e tirar a bateria para trocar de chip toda vez que for fazer uma ligação já é um ótimo argumento para esse público.

Todavia, não espere encontrar neste dispositivo recursos avançados. O sistema empregado é bastante simples, se limitando a fornecer ferramentas básicas, como rádio FM, player MP3, calculadora, despertador, calendário e alguns joguinhos (incluindo clássicos de quebra-cabeça e snake).

O hardware do Stylus também é limitado, tanto que a fabricante sequer revela detalhes mais precisos do processador e outros componentes usados. Assim, quem procura um gadget para jogar, executar conteúdos multimídia com ótimo desempenho, tirar fotografias ou acessar redes sociais deve passar longe deste modelo da Multilaser.

Cupons de desconto TecMundo: