Lançado com exclusividade pela Livraria Cultura, o Kobo Touch foi o primeiro modelo do e-reader a chegar ao Brasil. Apresentando um design discreto em que somente um botão físico marca presença, o produto promete facilitar a leitura de livros através do uso de uma tecnologia e-ink que não cansa os olhos.

Nesta análise, o Tecmundo destaca quais são os aspectos positivos e negativos do aparelho, que pode ser encontrado pelo preço sugerido de R$ 399. Confira nossas impressões e, após a leitura, registre a sua opinião sobre o aparelho em nossa seção de comentários.

Aprovado

Tela que facilita a leitura

O primeiro aspecto que chama a atenção no Kobo Touch é a sua tela, que emprega a tecnologia e-ink para facilitar a leitura. Para quem não está acostumado, a sensação que fica é a de que o produto usa uma folha de papel tradicional para exibir palavras — efeito que só é quebrado quando a página exibida é alterada.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kobo)

O aparelho se mostra ideal para realizar leituras prolongadas, já que dificilmente ele provoca o efeito de “olhos cansados” produzido por aparelhos como tablets e smartphones. O contraste das palavras se mostra ideal em várias iluminações, especialmente em ambientes a céu aberto: ao contrário dos dispositivos que usam displays LCD, dificilmente você vai sofrer com problemas de reflexão excessiva em lugares em que há a incidência direta da luz.

Peso reduzido

Mesmo que você opte por comprar um case de proteção para o Kobo, dificilmente terá do que reclamar quanto ao peso do dispositivo. Os 185 gramas do aparelho não são praticamente nada quando se leva em consideração que muitos livros chegam a pesar mais de um quilo.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kobo)

O simples fato de que você pode carregar 200 ou 300 obras dentro do e-reader já é motivo suficiente para vê-lo como um ótimo substituto para livros convencionais — especialmente quando é preciso fazer longas viagens ou caminhadas.

Além de o peso reduzido tornar mais fácil carregar o dispositivo, esse aspecto também tem grande impacto na qualidade da leitura que você vai ter, já que ele poupa você de ficar com dores no pulso ou de ter que ficar se mexendo para arranjar uma posição agradável para seu corpo.

Design excelente

Apresentando uma tela de 6 polegadas, o Kobo Touch possui o tamanho perfeito para ficar encaixado em suas mãos. Dispondo de uma parte traseira acolchoada, o aparelho proporciona um manuseio confortável, sem que elementos como o suor tenham impacto negativo na experiência que ele proporciona.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kobo)

Da mesma forma, o software do e-reader destaca automaticamente os últimos títulos adicionados, também dispondo de um sistema que mostra as obras disponíveis em ordem alfabética. Para quem tem dificuldades de leitura, basta tocar com o dedo na parte central da tela para ajustar detalhes como o tipo e o tamanho da fonte exibida, além de ser possível ajustar o espaçamento entre linhas.

Bateria duradoura

Quando a Livraria Cultura promete que o Kobo Touch pode ser usado durante um mês inteiro sem recarga, isso não se trata somente de uma jogada publicitária da empresa. Mesmo usando o aparelho constantemente, dificilmente você vai sentir a necessidade de conectá-lo a uma tomada.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kobo)

Para manter esse tempo de funcionamento, sequer é preciso desligar o gadget constantemente: basta deixá-lo no modo de descanso para que o consumo energético beire ao zero. Só tome cuidado para sempre desligar os sinais Wi-Fi do produto quando eles não forem necessários, já que a busca automática por redes compatíveis pode aumentar consideravelmente a eletricidade que você gasta.

Compras práticas

O processo de adicionar novos livros ao Kobo através do sistema da Livraria Cultura é bastante dinâmico. Basta realizar uma compra qualquer pelo site da empresa para que em instantes os livros contidos nela sejam adicionados à sua conta pessoal — feito isso, basta sincronizar o e-reader através de uma rede Wi-Fi para que os arquivos sejam transferidos rapidamente para ele.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kobo)

Caso você não disponha de uma conexão sem fio disponível, o processo também pode ser feito através de um software proprietário, que usa o cabo USB que acompanha o produto para realizar o gerenciamento de arquivos. Nesse caso, você ainda dispõe da vantagem de poder organizar sua coleção e determinar quais livros devem ou não ser transferidos.

O processo de compras também pode ser feito através do próprio aparelho, que fornece acesso direto a todo o catálogo da Livraria Cultura. Para evitar problemas caso opte por essa opção, certifique-se de sempre manter o gadget atualizado com a versão mais recente de seu firmware.

Reprovado

Nada de retroiluminação

Embora a tela do Kobo não exija muita iluminação para poder ser vista, esqueça a ideia de ler o aparelho à noite com a luz ligada. A falta de uma retroiluminação própria faz com que sempre seja preciso depender dos raios do sol ou de uma lâmpada para conseguir usar corretamente o gadget.

(Fonte da imagem: Divulgação/Kobo)

Mesmo que isso não seja exatamente um problema para quem está acostumado a ler livros de papel, é inegável que a falta do recurso diminui a versatilidade do e-reader. Caso você realmente faça questão de ter essa opção à sua disposição, vale a pena investir um pouco mais na compra do modelo Kobo Glo.

Vale a pena?

Embora não deixe de ter seus problemas, o Kobo Touch é uma excelente opção para leitores que desejam substituir os livros tradicionais por suas contrapartes virtuais. O investimento de R$ 399 na compra do aparelho compensa bastante, e é difícil não se ver carregando o e-reader de um lado para o outro simplesmente pelo fato de ele ser extremamente cômodo.

O produto é especialmente recomendado para quem está acostumado a ler em inglês, já que a oferta de obras no idioma ainda supera bastante a dos títulos em português. Felizmente, cada vez mais editoras nacionais estão investindo no formato, o que deve resultar em uma maior variedade de títulos e em uma redução no preço cobrado por cada um deles.

Em matéria de dispositivos dedicados a leitura de e-books, somente o Kobo apresenta uma qualidade semelhante àquela oferecida pelo Kindle. Caso você pretenda investir na compra de um gadget do tipo, vale a pena conferir suas funcionalidades e comprovar a qualidade de leitura que ele propicia.

Cupons de desconto TecMundo: