Conhecida principalmente entre os jogadores de PC, a Razer é um dos nomes mais fortes do mercado de acessórios de alto desempenho. Oferecendo uma linha que envolve desde mouses até mousepads e headsets, a companhia tenta conquistar a preferência de jogadores de Xbox 360 ao oferecer diversos produtos compatíveis com o console.

Exemplo disso é o controle Onza Tournament Edition, dispositivo que promete melhorar o desempenho dos jogadores em games que exigem reflexos rápidos. Com um visual modificado e botões extras em relação ao joystick que acompanha o console da Microsoft, o dispositivo está disponível no Brasil em versões inspiradas em games como Battlefield 3 e Dragon Age 2.

Aprovado

Melhor ergonomia

Embora em um primeiro momento pareça não haver muitas diferenças entre o Razer Onza e o controle convencional do Xbox 360, basta segurá-lo para perceber suas características próprias. Ao reposicionar ligeiramente a posição dos botões, a fabricante conseguiu fazer o dispositivo ganhar uma “pegada” muito boa.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Isso resulta em uma sensação de que o produto está mais seguro nas mãos dos jogadores e de que não será um pouco de suor que vai conseguir fazer seus dedos deslizarem acidentalmente. Além disso, há a impressão de que os botões e as alavancas analógicas ficam mais próximos, o que garante um acesso facilitado a todas as funções oferecidas pelo acessório.

Tempo de resposta aprimorado

Ao optar pela introdução de botões que possuem uma profundidade menor, a Razer faz com que o tempo de resposta do Onza seja bem menor do que a opção-padrão que acompanha o console. Embora isso provoque certo estranhamento inicial, é fácil se acostumar com a diferença, que pode provocar mudanças radicais na maneira como você joga um título.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Exemplo disso acontece em FIFA 13, no qual a rapidez na hora de realizar um passe ou chute pode determinar a vitória em uma partida. O bom desempenho também é sentido em games que exigem ações rápidas, caso de Metal Gears Rising: Revengeance. Em geral, o acessório proporciona a sensação de que os jogos realmente respondem às suas vontades, deixando aparente o alto tempo de resposta que o controle convencional do Xbox 360 possui.

Sensibilidade ajustável

Um dos pontos que mais chama a atenção no acessório é a possibilidade de ajustar a sensibilidade de suas alavancas. Basta mover as pequenas rodas localizadas na parte de baixo de cada uma delas para deixá-las mais ou menos resistentes a seus movimentos.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O resultado disso é a possibilidade de ajustar de maneira mais rápida a forma como você deseja que um jogo se comporte. Para fazer um personagem se mover com mais precisão, por exemplo, basta aumentar a resistência da alavanca, evitando assim que ele saia correndo porque muita pressão foi feita acidentalmente.

Reprovado

Personalização limitada

Ao contrário do que acontece em outros acessórios fabricados pela Razer, o Onza em nenhum momento se destaca por suas opções de personalização. Apesar de contar com um par de botões a mais do que o acessório-padrão do Xbox 360, eles servem meramente como uma forma de você replicar as funções de botões pré-existentes.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Por exemplo, em um jogo de tiro é possível configurar uma das opções adicionais para funcionar como o botão “X”, garantindo assim uma forma adicional de recarregar armamentos. Como não é possível configurar qualquer espécie de perfil, esse tipo de ajuste é um processo que terá que ser feito a cada vez que você desligar o console ou o PC ao qual o produto está conectado.

Bastante barulhento

Embora o controle convencional do Xbox 360 não seja exatamente silencioso, ele em nada se compara com os barulhos feitos pelo Onza. Durante uma sessão de jogo, é comum escutar milhares de cliques sendo realizados com uma rapidez impressionante — consequência da menor profundidade dos botões do aparelho.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Assim, quem tem ouvidos mais sensíveis pode se irritar com a miríade de efeitos sonoros feitos pelo aparelho, embora o problema varie conforme a intensidade de cada título jogado. Embora esse aspecto não seja capaz de fazer você desistir de usar o controle, ele demonstra certa falta de cuidado da fabricante nesse sentido.

Vale a pena?

Embora pareça estranho em um primeiro momento, é difícil querer largar o Razer Onza depois de alguns minutos de jogo. Além de proporcionar um tempo de resposta menor aos comandos feitos pelo jogador, o acessório se mostra mais confortável do que a opção-padrão da Microsoft para a realização de partidas prolongadas.

Infelizmente, o dispositivo esbarra no mesmo obstáculo de outros produtos da Razer distribuídos no Brasil: o alto preço. Chegando a custar quase o dobro do que é cobrado pelo controle convencional do console, é difícil convencer alguém, além do gamer mais fanático, que vale a pena investir tanto dinheiro na compra do acessório.

Cupons de desconto TecMundo: