Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Turtle Beach)

Headsets para gamers existem aos montes no mercado, trazendo altíssima qualidade de som durante sua jogatina. O único problema é que eles normalmente são caros demais: alguns dos melhores modelos ultrapassam a faixa de 700 reais.

Então, o que fazer caso você queira um headset gamer de qualidade, mas sem pagar “os olhos da cara”? A solução oferecida pela Turtle Beach é o Ear Force X12, que promete oferecer uma bela experiência de som a um preço mais “em conta”, para PC e Xbox 360.

No entanto, será que realmente vale a pena investir neste fone de médio desempenho ou este é mais um daqueles casos em que o barato sai caro? O Tecmundo teve a chance de testar o Ear Force X12 para descobrir isso; confira nossas conclusões.

Aprovado

Conforto

O Ear Force X12 pode ser parte de uma linha de médio desempenho, mas ele não economiza em conforto para quem o estiver usando. Embora sua estrutura principal seja feita de plástico, tanto a parte superior quanto os fones do aparelho são revestidos por um acolchoamento de tecido extremamente confortável.

(Fonte da imagem: Reprodução/Turtle Beach)

Por falar nos fones, estes também impressionam por serem do tamanho perfeito para se encaixarem no ouvido, criando, ao mesmo tempo, um isolamento acústico bastante eficaz. Além disso, ambos os lados possuem eixos de movimento especiais, o que permite que o aparelho se ajeite ao formato de seu rosto com facilidade.

O peso do Ear Force X12 é outro ponto digno de elogios: apesar de ser um aparelho potente, ele é extremamente leve quando colocado na cabeça. Graças a isso, você não vai ficar incomodado de o estar usando mesmo depois de várias horas de jogatina.

Controle de som independente

Imagine-se na seguinte situação: você está no meio de um tiroteio em sua partida de Modern Warfare, mas o barulho dos disparos e explosões é alto demais para que você ou seus companheiros consigam se comunicar propriamente.

Em boa parte dos fones, sua única opção, nesse caso, seria alterar as configurações de som dentro do próprio game – algo que é impossível de ser feito em meio a uma partida acirrada. E é aí que o Ear Force X12 brilha, já que ele possui controles separados para o volume geral, o som do chat e o nível dos graves do aparelho.

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O controle de todos esses itens é acessível diretamente por um dispositivo no fio do headset; logo, focar nas ordens de seu líder de equipe (ou tirar o som daquele chato que só fala besteiras durante a partida) está ao alcance de seus dedos o tempo todo.

Retorno de som

Não há nada mais irritante do que estar usando um headset e não ter certeza se seu microfone está funcionando corretamente ou se a qualidade do áudio está boa. Por sorte, o Ear Force X12 vem com uma função bem útil para esses casos: o aparelho envia um retorno quase imediato de tudo o que ele capta com seu fone.

Dessa maneira, você tem uma resposta constante do que é falado, o que pode ajudar bastante para avisá-lo de possíveis problemas com o som no momento em que eles começam a ocorrer.

(Fonte da imagem: Reprodução/Turtle Beach)

Potência de sobra

Embora não possua tanta sofisticação quanto os headsets de alto nível, o Ear Force X12 ainda se mostra bastante potente. Nos testes, ele conseguiu oferecer uma qualidade incrível de áudio, comparável a de aparelhos como o Razer Megalodon; já seu volume máximo é suficientemente alto para que você o use como uma caixa de som, se desejar.

Reprovado

Sem surround para você

Uma vez que o Ear Force X12 não tem como foco oferecer o melhor do som, e sim uma melhor relação de custo/benefício, algumas características menos necessárias foram deixadas de fora.  Uma delas foi o sistema de som, que conta com apenas dois canais.

Isso, porém, não quer dizer que a qualidade de som do headset é inferior. Ele é bastante competente nesse quesito – apenas não espere ter todos os 5.1 canais de áudio que alguns games e filmes oferecem. Ao menos é possível comprar um acessório da própria Turtle Beach para permitir que ele simule 7.1 canais, o que pode resolver seus problemas.

Design “barato”

(Fonte da imagem: Reprodução/Turtle Beach)

Outro efeito do “corte de custos” do aparelho é que, entre todos os aparelhos da Turtle Beach, este é o que possui a aparência mais simples. Sua estrutura de plástico passa uma impressão extremamente frágil, do tipo que se vê em headsets comuns, enquanto seu design dificilmente vai chamar a atenção por sua beleza – como dito logo acima, “comum” é o que melhor se encaixa aqui.

Som distorcido

Por mais que o som do Ear Force X12 seja bom, de maneira geral, ele não é livre de defeitos. Isso ficou claro durante os testes, quando o som começou a sofrer distorções aproximadamente na metade de seu volume máximo.

Entretanto, isso não deve ser um problema para quase ninguém, pois antes mesmo das distorções o Ear Force X12 já alcança um volume que danifica a audição. Logo, a não ser que você não ligue para os riscos de ficar surdo, o aparelho deve ser suficiente para oferecer uma ótima experiência sonora.

Vale a Pena?

Não há como negar que, apesar de tudo, o investimento necessário para ter um Ear Force X12 (em torno de R$ 299) é razoável. No entanto, em comparação ao valor de outros headsets para gamers, o dispositivo se mostra uma opção bem mais barata, oferecendo uma qualidade que rivaliza com os melhores fones do mercado – mas custando apenas a metade do valor deles.

Cupons de desconto TecMundo: