Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Se há algum acessório curioso entre os diversos produtos da Razer – a famosa marca de aparelhos para gamers hardcore – esse é definitivamente o Nostromo.

Com um design que o faz parecer algo saído dos filmes de ficção científica (ou talvez de um futuro distante), o aparelho promete ser uma alternativa ao teclado comum, com botões completamente configuráveis.

É claro que, por se tratar de um acessório tão incomum, muitos devem querer saber se vale a pena adquirir um Nostromo. Por isso, o Tecmundo testou o aparelho e trouxe uma análise completa do que esperar dele. Confira o que achamos logo abaixo.

Especificações

  • Tempo de resposta: 1 ms;
  • Dimensões: 18,3 x 15,9 x 5,9 cm;
  • Peso: 297 g;
  • Botões: 16 teclas, 1 scroll e 1 direcional digital de 8 direções;
  • Botões completamente configuráveis;
  • Suporte para até 20 perfis de jogo;
  • Teclado retroiluminado.

Aprovado

Conforto

Por melhor que um teclado comum seja, ele dificilmente consegue ser um acessório realmente confortável de usar. E é aí que o Nostromo mostra sua maior qualidade: seu design ergonômico o torna perfeito para longas horas de jogatina, uma vez que ele se encaixa “como uma luva” ao formato da mão.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Tudo no Nostromo foi projetado para que você tenha o mínimo de esforço possível ao dar um comando. Além do apoio para o pulso, todas as teclas do aparelho são curvadas de maneira a serem de fácil alcance aos dedos, sem que você precise reposicionar sua mão em momento algum – acredite, a diferença na hora de jogar é enorme.

Botões de sobra

Quantas teclas você costuma usar ao jogar no PC? Dez, quinze? Pois o Nostromo possui um total de 16 botões, sem contar o direcional e o scroll do dispositivo. Isso dá ao jogador espaço de sobra para configurar os botões como achar mais confortável, com ajuda do aplicativo fornecido pela própria Razer.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Já para os fãs de MMOs, o pequeno aparelho se mostra ainda mais eficiente. Uma vez que ele pode ser usado em conjunto do teclado comum, é possível jogar normalmente – na hora das batalhas, no entanto, é só passar a usar o Nostromo, devidamente configurado com atalhos para todas as suas habilidades e macros para seus principais combos.

Para todas as horas

Vamos supor que você é um gamer eclético, que está constantemente jogando títulos que possuem controles completamente diferentes. Ter que reconfigurar o Nostromo sempre que for mudar de game parece um tanto inviável, não?

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Felizmente, isso não deve acontecer. O Nostromo é capaz de suportar um total de 20 perfis em seu sistema, sendo que cada um deles pode armazenar oito configurações de teclas distintas. Ou seja: o acessório permite que você grave nada menos que 160 mapeamentos de botões diferentes, suficiente para qualquer um deixá-lo personalizado para todas as ocasiões.

Reprovado

Um luxo para poucos

Assim como a maioria dos acessórios para “gamers profissionais”, o Nostromo é assustadoramente caro no Brasil. Embora lá fora o aparelho custe US$ 69,99 (R$ 145), por aqui você dificilmente vai achá-lo por menos de R$ 300 em lojas online e R$ 400 em lojas físicas – um valor que poucos podem desembolsar por um acessório de PC.

Direcional fajuto

Um dos pontos que mais atraem os jogadores a terem um Nostromo está em seu direcional extra – afinal, a presença de um analógico pode ajudar muito durante as partidas. Entretanto, sentimos acabar com sua felicidade em dizer que, ao contrário do que parece, aquele é apenas um direcional digital.

(Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Para piorar, é preciso certo esforço para utilizá-lo, uma vez que sua posição dificulta na hora de exercer pressão sobre o direcional. Pelo preço de um aparelho como esse, bem que a Razer poderia ter adicionado um analógico de verdade...

Diferente demais

Se você acompanha o Tecmundo há algum tempo, talvez já tenha visto o teste que fizemos com o teclado Dvorak, que seria, em teoria, muito mais eficiente. O aparelho se mostrou um grande fracasso, uma vez que somos acostumados ao “sistema” do QWERTY.

Nostromo segue exatamente a mesma sina: embora traga uma boa proposta, o aparelho simplesmente é tão diferente que é difícil usá-lo como um substituto do teclado.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Razer)

Isso ficou claro logo nos primeiros testes com um jogo de FPS. Embora fosse possível controlar o personagem com certa facilidade usando o direcional, bastava a necessidade de uma reação rápida para que os dedos voltassem à configuração do bom e velho WASD. Depois de quase uma hora de treino, porém, os comandos passaram a ser muito mais naturais.

Vale a pena?

Sim, mas para um público bastante específico. O fato é que, por melhor que seja, este é um aparelho que, na maioria dos casos, apenas serve para substituir parte do teclado comum. Assim, muitos simplesmente não vão achar vantagem em pagar tão caro por esse aparelho.

Em compensação, o Nostromo mostra uma enorme eficiência em jogos de FPS e MMOs ou mesmo em programas que precisam de muitos atalhos complexos, como Photoshop, Illustrator, InDesign, 3DS Max, entre outros.

Por isso, caso você seja um gamer hardcore em um desses gêneros ou um designer que quer simplesmente aumentar sua eficiência no trabalho, esse pode ser um ótimo investimento. Do contrário, seu valor não compensa as vantagens.

Cupons de desconto TecMundo: