Esta foi uma semana especial para quem usa computadores com o Mac OS X: saiu a nova versão do sistema operacional da Apple, e ele está dando o que falar. Essa é uma das atualizações mais baratas que a Apple já disponibilizou: por apenas 20 dólares você pode fazer o upgrade e aproveitar o Mountain Lion.

(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Muitas novidades boas — e algumas nem tanto assim — foram disponibilizadas no novo sistema. Algumas mudanças que os usuários tinham esperança de ver na nova versão não vieram, levantando uma pergunta importante: vale a pena fazer o upgrade do seu computador para o Mountain Lion?

Confira nesta análise alguns dos principais pontos que nós aprovamos e o que poderia ser melhor antes de decidir se você vai continuar com o Lion (ou mesmo com o Snow Leopard, por que não?) ou se vai dar uma chance para o novo felino da Apple.

Aprovado

Notification Center

Existem muitas novidades no Mountain Lion, mas essa chamou muito a nossa atenção por ser algo que integra muito bem todos os aplicativos do seu computador e torna a experiência de uso muito mais dinâmica.

A ideia de notificações não é nova, porém a Apple mostrou uma nova faceta para esse conceito, introduzindo um campo parecido com o dos telefones com Android e iOS nos seus computadores. É uma ótima forma de mudar os seus hábitos de uso do Mac, já que permite uma melhor experiência com a tela cheia sem perder nada do que está acontecendo.

Visualização das notificações sem sair do modo tela cheia (Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Por exemplo, você pode otimizar o seu foco no trabalho usando aplicativos em tela cheia para não ter distrações e saber o que está acontecendo em outros aplicativos sem precisar voltar para o modo normal — basta deslizar os dedos para a esquerda e ver o campo de notificações na lateral direita. Simples, funcional e prático.

Além disso, quem sabe a melhor vantagem do Notification Center seja que, com ele, você pode abandonar de vez o Growl — e pode ser realmente uma boa hora para fazer isso, já que há algum tempo ele ganhou um upgrade e passou a ser um aplicativo pago.

Integração com o Safari

Dizer que o Safari é o Internet Explorer da Apple pode ser um pouco demais, afinal o navegador tem lá as suas vantagens e funciona bem, porém não é nenhum segredo o fato de que o Google Chrome possuía um funcionamento melhor no Mac do que o próprio browser da Apple.

Porém, isso pode estar prestes a mudar: a nova versão do Safari é muito mais integrada com o sistema operacional como um todo e apresenta novidades que casam bastante com as novas propostas do Mountain Lion.

Novo esquema de abas se baseia no Mission Control e funciona bem com o Mountain Lion (Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Por exemplo, uma integração com o iCloud, que era esperada há algum tempo, agora pode ser feita, porém apenas no novo sistema operacional. Outra novidade exclusiva é um modo mais inteligente de visualizar e trocar a aba que você está vendo. Assim como o resto do sistema, a velocidade do browser também tende a melhorar.

Uso de memória e velocidade

Muitos reclamam que o Mac OS X Lion é um sistema que ocupa muita memória RAM e, por esse motivo, seria mais lento do que os anteriores. Se você sente essa diferença, o Mountain Lion promete ser melhor e rodar com mais velocidade mesmo em Macs com menos gigabytes de memória.

iCloud e Notes

O iCloud sempre foi um ótimo produto, porém agora ele está ainda melhor e com muito mais integração com os seus aplicativos. O que parece é que a Apple está entendendo e apoiando o inevitável futuro com cada vez mais armazenamento de informações e dados na nuvem.

O Mountain Lion traz um iCloud mais funcional, que serve para vários outros propósitos do que simplesmente ser uma alternativa ao Dropbox, por exemplo. Se você usa outros aparelhos da Apple, o iCloud serve para que você possa alternar entre cada um deles de maneira natural e fluida, com os seus dados sincronizados e sempre em dia automaticamente.

O iCloud é a "cola" que une os seus aparelhos (Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

O mesmo acontece com o Notes, um app bastante notório no iOS e que ganhou a sua versão para o desktop no Mountain Lion. Ele serve como uma área de transferência entre os dispositivos, um Ctrl + C que você dá no computador e resgata no iPhone rapidamente.

AirPlay

Donos de Apple TVs, é hora de fazer o seu aparelho valer o quanto você pagou por ele. Com o AirPlay a Apple está abrindo mão da obrigação de usar o iTunes para transmitir filmes do computador para a televisão com uma conexão sem fio: agora qualquer vídeo pode ser assistido em tela cheia na TV da sua sala em alta definição.

Sim, você já podia fazer isso usando um cabo adaptador, porém é muito melhor ter a opção de ver os seus filmes sem ter que usar mais fios atravessando a sala, não é mesmo? O AirPlay é uma ferramenta que ainda promete muito mais, porém já surpreende positivamente.

Preço

Ponto para a Apple! Por apenas 20 dólares é possível comprar a atualização do sistema operacional inteiro, sem todas as frescuras da Microsoft em relação aos modelos do Windows. Não existe um Mountain Lion “Professional” e uma versão doméstica com menos funcionalidades: ele vem completo e igual para todos os utilizadores.

O preço do upgrade é amigável e mostra qual é o real foco da Apple (Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock)

É claro que existem os dois lados da moeda: a Apple vende o seu hardware caro (e muito!) e pode se dar ao luxo de baixar significativamente o preço do software. Já a Microsoft não obtém o seu lucro primário das máquinas, portanto precisa cobrar mais nas diferentes versões do seu sistema operacional. De qualquer forma, é sempre confortador possuir um Mac na hora de fazer o upgrade do sistema.

Reprovado

Falta inovação na aparência

Pode parecer estranho falar isso sobre um produto da Apple, que é conhecida por estar sempre muito à frente do seu tempo, mas a verdade é que usar o Mountain Lion é uma boa experiência, porém não é nada diferente do que já foi visto antes.

Sim, existe agora um campo especial para notificações que facilita muito o trabalho em tela cheia, e o sistema está “redondinho”, bonito e continua funcionando muito bem (melhor do que o Windows, pode-se dizer). Contudo, o que parece é que a Apple está relutante em sair de uma zona de conforto coberta por texturas realistas de couro e metal.

Uma mudança visual mais impactante seria muito bem-vinda (Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

O Mountain Lion é bonito? Sim, ele é lindo, mas a sua aparência está começando a deixar de fazer sentido. Os aplicativos com texturas e formas que imitam a vida real são importantes para que os usuários façam uma correspondência em um primeiro momento, porém deixam o Mac com poucas possibilidades de inovar em conceitos que nós não podemos tocar.

A Apple é sinônimo de inovação no design dos seus produtos: com características trazidas principalmente por Jon Ive para o hardware, os Macs deixaram de ser enormes e coloridos para se tornar bonitos, minimalistas e limpos. O mesmo não é visto no seu interior, no entanto, e é decepcionante ver que isso persiste no Mountain Lion.

Dictation

Se você está se perguntando o que uma das novidades mais aclamadas do Mountain Lion está fazendo na lista de reprovados, a resposta é simples: esse recurso é mais um dos muitos que só fazem sentido nos Estados Unidos e, na maior parte dos casos, apenas para mostrar para os amigos que usam Windows o quanto o seu computador é “inteligente”.

A Apple é uma empresa americana e é normal pensar primariamente nas pessoas que falam inglês, porém chega a ser irritante ver recursos como a Siri no iOS e o Dictation no Mac OS X sendo jogados pelo ralo para as pessoas que não têm o inglês como língua cotidiana.

Além disso, se você precisa apertar uma tecla para ativar o reconhecimento de voz e uma tecla para enviar o que for dito, o propósito de ditar o que você precisa acaba se perdendo parcialmente. Sim, provavelmente falar é mais rápido do que escrever usando o teclado, porém apenas se você conseguir pronunciar o seu inglês como um robô.

Messages

O Messages “matou” o iChat para ser um centro de mensagens integrado com todos os seus dispositivos, porém ainda não mostrou exatamente a que veio. Não é possível sincronizar mensagens dos aparelhos móveis para o computador e os usuários apontam vários bugs no funcionamento do aplicativo.

Todos os aparelhos conectados, porém vários problemas de sincronização (Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Quem sabe nas próximas atualizações do próprio Mountain Lion isso seja gradativamente melhorado, mas até agora não está muito melhor do que estava no Lion, o que é decepcionante para quem esperava que o novo sistema operacional resolvesse os problemas do anterior.

O Spaces ainda faz falta

Quem já começou a usar o Mac no Lion provavelmente discorde disso (ou nem sequer possa comparar), porém o Mission Control não agrada a maior parte dos usuários que vieram de versões anteriores, como o próprio Snow Leopard.

Uma solução melhor, que trouxesse de volta o Spaces e o Exposé, era a esperança de muita gente para o Mountain Lion, mas isso não aconteceu. Aliás, do Lion para o Mountain Lion pouca coisa de fato mudou.

Vale a pena?

Essa é uma boa pergunta, para a qual não existe uma única resposta. Será que vale a pena fazer o upgrade do seu sistema operacional? O novo felino da Apple é simpático, porém é preciso ter algumas questões em mente antes de partir para o Mountain Lion.

O preço não deve ser problema para ninguém, afinal, por aproximadamente 40 reais, é possível adquirir o sistema operacional inteiro. Tendo isso em vista, é preciso ponderar outros pontos antes de abraçar esse novo “gatinho” da Maçã.

Você começou a usar o Mac com o Lion? Então corra já para a Mac App Store e faça logo o upgrade. Vale a pena, o seu computador provavelmente vai ganhar um desempenho mais macio e rápido e nenhuma mudança tão grande vai ser sentida, já que os sistemas são muito parecidos.

Quem ainda está usando o Snow Leopard precisa ter em mente que logo os aplicativos vão começar a perder a compatibilidade com essa versão, mas a verdade é que ela ainda é uma das melhores dos últimos tempos.

Se for esse o seu caso, pense bem antes de fazer o upgrade e veja se você realmente quer as novidades do Mountain Lion, já que a maior parte dos problemas e perdas que se acumulam desde o Lion está presente aqui também. Uma hora vai ser inevitável, é claro, mas ainda existe a chance de esperar.

Um bom conselho para quem está em dúvida e não tem pressa em fazer a mudança é esperar até que saiam as primeiras atualizações para o Mountain Lion e ver se os bugs e problemas reportados serão corrigidos. Dessa forma, você já vai pegar o sistema em um estado melhor e a transição será mais agradável.

É claro que, no final das contas, fazer o upgrade para o Mountain Lion não é um processo permanente: se você instalou o sistema e não gostou, pode muito bem voltar atrás e esperar que a Apple prepare algo ainda melhor da próxima vez.

Cupons de desconto TecMundo: