De acordo com a Digitimes Research, a Samsung deve continuar com a tendência de usar telas AMOLED em seus celulares médios (até então, elas eram empregadas somente nos modelos top de linha). Com isso, os pedidos de displays LCD vão diminuir e afetar os fornecedores da tecnologia.

Além disso, a demanda pelos smartphones e tablets da Samsung está caindo. Se em 2013 a companhia vendeu 3,5 trilhões de wons coreanos (R$ 9,78 bilhões), o valor caiu para 2,2 trilhões de wons (R$ 6,15 bilhões) em 2014 e deve ficar em menos de 2 trilhões neste ano (menos de R$ 5,58 bilhões).

A fabricante sul-coreana trabalha com empresas como Iljin Display, ELK (Electro Luminescence Korea), Melfas, SMAC (Smart Mobile Application Company), Synopex e Taeyang Electronics. Os pedidos de telas LCD para essas companhias caíram de 2,6 trilhões de wons (R$ 7,26 bilhões) em 2013 para 1,5 trilhão de wons (R$ 4,19 bilhões) em 2014.

A Samsung está pesquisando tecnologias AMOLED flexíveis – assim como a Iljin Display –, o que, na visão da Digitimes Research, deve dar a ela uma vantagem competitiva em relação às outras fabricantes.

Cupons de desconto TecMundo: