Nesta semana, nós comentamos algumas informações sobre o possível lançamento da R9 Nano e as especulações eram realmente verdadeiras. Conforme os rumores, a nova placa de vídeo mini-ITX da AMD teve todos os seus dados revelados oficialmente no dia 27 de agosto.

A placa abandona o nome Fury, já que a fabricante quer focar na questão do tamanho, por isso o nome oficial será R9 Nano. De fato, faz muito sentido, já que a placa mede apenas 15 centímetros de comprimento.

Entretanto, é importante notar que não estamos tratando de uma placa modesta. Muito pelo contrário, de acordo com a AMD, a Nano é a placa mini-ITX mais poderosa do mundo, mostrando desempenho até 30% superior ao da NVIDIA GeForce GTX 970 de mesma categoria.

Como ela consegue isso? De acordo com as informações oficiais, a placa traz o mesmo chip gráfico da Fury X, rodando com 4.096 processadores stream. Entretanto, para conseguir operar com eficiência energética e dentro da temperatura cabível para o sistema de refrigeração, a Radeon R9 Nano monitora o consumo e evita que ele ultrapasse os 175 watts.

O clock máximo da GPU desta placa é de 1.000 MHz, sendo que ele é ajustável de acordo com o título que está rodando, garantindo performance suficiente para rodar os games, mas sempre focando na questão da economia de energia.

 

Além disso, a Nano foi projetada para rodar com temperaturas de até 75 °C, mas a AMD confirma que ela opera tranquilamente até os 85 °C — dando margem para possíveis cenários em que a placa superaqueça. Confira as principais informações sobre o produto na listagem abaixo.

Especificações

  • Litografia: 28 nm
  • Arquitetura: Fiji
  • Processadores stream: 4096
  • Clock da GPU: até 1.000 MHz
  • Poder computacional: 8,19 TFLOPs
  • Unidades de computação: 64
  • Unidades de textura: 256
  • ROPs: 64
  • Taxa de preenchimento de pixels: 64 GP/s
  • Taxa de preenchimento de textura: 256 GT/s
  • Memória: 4 GB do tipo HBM
  • Interface da memória: 4096-bit
  • Clock da memória: 500 MHz
  • Largura de banda da memória: 512 GB/s
  • Conexão de energia: 1 x 8 pinos
  • Consumo máximo: 175 watts
  • Temperatura de operação: 75 °C
  • PCIe: 3.0
  • APIs: DirectX 12, Vulkan
  • Tecnologias: FreeSync, Virtual Super Resolution e Frame Rate Target Control

 

A AMD Radeon R9 chega oficialmente para o consumidor no dia 10 de setembro e o preço deve ser o mesmo da R9 Fury X, ou seja, lá fora ela vai custar US$ 649. Seguindo a lógica de mercado, ela deve vir para o Brasil com valores acima dos 3 mil reais.

O que você achou das especificações da Radeon R9 Nano? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: