Ontem (3), a agradável notícia de que a AMD vai apresentar as primeiras placas com a GPU Fiji – e a tão falada tecnologia de memória HBM (High Bandwidth Memory) – no dia 16 de junho confirmou rumores que há muito tempo estavam circulando por aí. Quem deu a notícia foi a CEO Lisa Su, que, durante a Computex 2015, agendou uma apresentação na E3 2015 para dar mais detalhes sobre a aguardada AMD Radeon R9 Fury.

Porém, bem antes do evento, novas imagens da GPU Fiji vazaram e mostraram o que alguns já esperavam: as placas com esse chip gráfico são bastante compactas – rumores sugerem que ela tenha apenas 19 cm. Ao contrário de outros modelos top de linha, a AMD Radeon R9 Fury não possui uma aparência assustadora, mas vai trazer especificações que vão rivalizar com o monstro da Titan X.

AMD Radeon R9 Fury (GPU Fiji).

Memórias empilhadas

Além do tamanho, o destaque das imagens compartilhadas pelo site WCCFTech são as memórias empilhadas que a tecnologia HBM apresenta. Ao contrário do que encontramos em outras placas, não há os módulos que ficam ao redor do chip principal, o que contribui para reduzir o tamanho total do componente.

Porém, para compensar a ausência dessa camada de memória, o interposer – composto que faz a ligação entre os módulos – é maior do que o normal. Ainda de acordo com a fonte, ele mede 55 mm x 55 mm e ocupa uma área de 30,5 cm².

Comparação entre um GeForce GTX 980 Ti e a AMD Radeon R9 Fury.

Em adição a essas constatações, vale a pena ressaltar que a AMD Radeon R9 Fury deve usar os dois conectores de 8 pinos para a alimentação, mas o conjunto não deve exigir mais do que 300 W. As imagens vazadas também destacam a ausência de portas DVI e um conjunto de arrefecimento separado e quase do mesmo tamanho que a placa. Há três DisplayPorts e uma saída HDMI disponível.

Cupons de desconto TecMundo: