Durante o PC Cluster Consortium, reunião de fabricantes de hardware para discutir questões referentes à evolução do mercado, a AMD aproveitou para revelar o seu planejamento até o ano de 2020. Segundo as imagens compartilhadas durante o evento, a empresa revelou detalhes de suas próximas GPUs e CPUs, além de informações sobre uma APU com TDP de 200-300 W.

Há algumas semanas, a companhia também deixou espaçar as especificações técnicas da AMD Radeon R9 390X. De acordo com os vazamentos, essa placa vai ter 4.096 stream processors e modelos com 4 GB ou 8 GB de memória rodando a 1.250 GHz.

Planejamento da AMD até 2020.

Planos até 2020

Segundo a imagem acima, a AMD pretende lançar uma nova GPU a cada dois anos até 2020. Esse esquema já é semelhante ao que a companhia já está fazendo atualmente, tendo lançado a família Tahiti em 2012 e atualizado para a Hawaii em 2014.

Entretanto, isso não significa que a empresa não lançará produtos entre a estreia de uma GPU e outra. A partir do gráfico, também é possível concluir que a AMD espera ter GPUs com grande quantidade de TFLOPS (quantidade de operações com ponto flutuante por segundo) até 2018.

NVIDIA Tesla K40 vs. AMD FirePro S9150.

NVIDIA Tesla K40 vs. AMD FirePro S9150

A empresa também aproveitou para mostrar aos presentes porque a sua placa profissional é melhor do que a da concorrência. Comparando a NVIDIA Tesla K40 com a AMD FirePro S9150, a companhia afirma que sua placa é melhor em vários quesitos.

Especificações técnicas da AMD FirePro S9150

  • Suporte ao OpenCL 1.2
  • Desempenho de pico de precisão simples: 5,07 TFLOPS
  • Desempenho de pico de precisão dupla: 2,53 TFLOPS
  • Memória (tipo/tamanho): GDDR5 de 16 GB
  • Interface de memória: 512 bits
  • Largura de banda: até 320 GB/s
  • Potência máxima: 235 W

Mais planos da AMD.

“Mega APU”

Também vale a pena mencionar a possibilidade de a AMD lançar, em 2019, o que está sendo chamado de “Mega APU”. As atuais APUs da linha Kaveri têm apenas 8 unidades de GPU, número bem inferior ao apresentado pela família Hawaii, que possui 44 GCN GPU clusters (CU).

A esperança é de que a AMD resolva o problema apresentado por suas APUs no passado, componentes que possuíam um grande gargalo por causa da largura de banda da memória. Para lidar com isso, o uso de memória HBM (High Bandwidth Memory) na parte da GPU e DDR4 na CPU resolveria o problema.

Cupons de desconto TecMundo: