Por meio de nota oficial à imprensa, a AMD anunciou que está trabalhando em iniciativas para oferecer a melhor experiência de realidade virtual para desenvolvedores e usuários. Nesse sentido, a primeira solução da empresa é a LiquidVR, uma tecnologia avançada arquitetada para promover maior imersão para conteúdo de RV criados para componentes e produtos da marca.

A LiquidVR promete aumentar o conforto para a reprodução de aplicações de realidade uma vez que impacta na melhoria de desempenho e compatibilidade plug-and-play com headsets desenvolvidos para tal finalidade. A tecnologia também trabalha sobre a latência do movimento com o objetivo de aprimorar o conceito de “presença” nesses dispositivos, o qual é responsável por transmitir a sensação ao usuário de estar naquele ambiente virtual.

O tempo entre você mexer a cabeça e a apresentação do conteúdo digital programado para aquela direção é crucial para a sua imersão no aplicativo ou jogo. Para reduzir essa latência ao máximo, combinando a LiquidVR com suas placas gráficas, a AMD pretende construir ecossistemas de processamento preparados para trazer suavidade e respostas mais ágeis para os desenvolvedores e criadores de conteúdo.

“Com esse anúncio damos um importante passo para o avanço da realidade virtual. A AMD LiquidVR vem colaborar para que o ecossistema desenvolva soluções que ofereçam uma experiência excepcional para os usuários”, comenta Roberto Brandão, direto-geral da AMD no Brasil e diretor de canais da companhia na América do Sul.

Nas mãos dos desenvolvedores

A AMD está disponibilizando a primeira versão do SDK da LiquidVR para que desenvolvedores possam começar a se habituar com a tecnologia e iniciar a produção de softwares e games ainda mais imersivos. Conforme divulgado pela empresa, entre os recursos desse SDK, estão:

  • Async Shaders para movimento de cabeça suave, habilitando o acelerador de hardware Time Warp. Esta última, uma tecnologia que usa informação atualizada da posição da cabeça do usuário depois de um frame ter sido renderizado e então reflete a imagem para o novo ponto, antes de mandá-la para o headset. Minimizando efetivamente a latência entre o movimento da cabeça e o que aparece na tela;
  • Compatibilidade Multi-GPU para renderização avançada, uma tecnologia que permite que múltiplos processadores gráficos trabalhem juntos para melhorar a taxa do frame rate. Cada placa gráfica renderiza o ponto de vista de um olho e, então, compõe os resultados em uma única imagem estéreo em 3D. Com essa tecnologia, configurações multi-GPU se tornam ideais para realidades virtuais com alta taxa de frames, fornecendo altos frame rates para uma experiência mais suave;
  • Temporizador para leitura de movimento de cabeça em tempo real, um mecanismo de programação que ajuda na leitura de informações enviadas do dispositivo que fica na cabeça do usuário para a GPU o mais rápido possível, praticamente eliminando a necessidade de qualquer sobreposição de API e reduzindo a latência;
  • Conexão direta ao display anexando intuitivamente os headsets de VR, para fornecer realidade virtual plug-and-play a partir das placas gráficas AMD Radeon, para conectar o fone de ouvido VRl, permitindo que recursos como a inicialização direta para o display ou o uso de estruturas estendidas de display dentro do Windows.

Cupons de desconto TecMundo: