Os games estão a cada dia mais exigentes quando o assunto é processamento gráfico. Exatamente por isso, o interesse de PC gamers tem aumentado na realização de técnicas para usufruir de duas GPUs ao mesmo tempo.

Contudo, algumas pessoas não se atentam ao fato de que fazer SLI ou Crossfire não irá somar as VRAMs das placas usadas. Por exemplo, combinar duas GPUs com 4 GB de memória dedicada não resultará em 8 GB para que elas usufruam, o jogo continuará "vendo" apenas 4 GB de VRAM. Você pode entender melhor isso, bem como aprender a aplicar tais métodos, lento esta matéria e este artigo.

Porém, isso está prestes a mudar, de acordo com Robert Hallock, responsável pelo setor de marketing técnico da AMD. Em seu perfil no Twitter, ele revelou que a API Mantle permitirá que duas placas de vídeo sejam usadas em paralelo, inclusive compartilhando suas memórias.

“Mantle é a primeira API que transcende este comportamento e permite o necessário controle explícito. Você pode dividir a renderização de um frame para cada GPU e seu respectivo framebuffer irá lidar com metade da tela. Dessa forma, as GPUs terão uma quantidade mínima de informação para processar, possibilitando que ambas as GPUs efetivamente se comportem como apenas uma grande e veloz placa gráfica, com o correspondente aumento de memória”, explicou Hallock.

“Por fim, o ponto é que os jogadores acreditam que duas placas de 4 GB não conseguem entregar 8 GB de memória utilizável. Isso pode ter sido verdade nos últimos 25 anos de jogos para PC, mas deixa de ser com a Mantle e com outros dispositivos que seguem os passos dessa API”, complementou o executivo.

Cupons de desconto TecMundo: