A AMD anunciou seus resultados para o terceiro trimestre fiscal de 2014 e deixou seus investidores preocupados. O lucro da empresa está caindo e ficando muito pequeno frente às receitas. Dos US$ 1,47 bilhões arrecadados no período, apenas US$ 17 milhões acabaram convertidos em lucro. Por conta desses números, a empresa deve demitir 7% do seu pessoal até o fim do ano.

A fabricante de chips tem mais de 10 mil funcionários globalmente e essa taxa de demissão deve representar algo em torno de 710 vagas que serão extintas. Essa já é a terceira leva de demissões da AMD desde 2011, quando o encolhimento do mercado de PCs começou a refletir negativamente nas contas da companhia.

Com essa medida, a AMD espera economizar alguns milhões nos próximos trimestres e, com isso, reestruturar suas contas para se adaptar à forte concorrência da Intel no setor, que domina mais de 90% do mercado sozinha.

A nova CEO da empresa, Lisa Su, comentou que esses resultados negativos refletem a tentativa da AMD de diversificar sua área de atuação. Com isso, espera-se que a companhia fique menos dependente do setor de PCs, que continua encolhendo.

Cupons de desconto TecMundo: