Uma entrevista com Saeid Moshkelan, vice-presidente da divisão de chips “semi-personalizados” da AMD, feita pelo site Barron’s, pode ter dado uma dica de que a empresa planeja, no futuro, trabalhar na área dos consoles portáteis.

Como exemplo disso, Moshkelan cita como caso o famoso aparelho 3D da Nintendo. “Todos pensam que está morto, mas o 3DS ainda está vendendo”, disse ele. Mas aqui ele deixa claro também que seu interesse por dispositivos menores é nulo: “Tem que ter pelo menos 100 milhões em receita anual para nós investirmos nisso”, explicou.

Isso deixa praticamente certo de que, se a empresa resolver mesmo investir na área, a Big N será seu primeiro alvo. E não seria exatamente surpresa, de fato – como vocês bem devem lembrar, todos os consoles da atual geração carregam tecnologia da AMD. Agora, se isso vai mesmo ocorrer, resta apenas aguardar um anúncio oficial das empresas (que provavelmente só deve acontecer quando o sucessor do 3DS for revelado).

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: