Você pode ter ficado assustado ao ver o título dessa matéria, mas nós vamos explicar. No primeiro trimestre de 2014 a fabricante de chips AMD obteve perdas de US$ 20 milhões, mesmo conseguindo US$ 1,4 bilhão em vendas. Apesar de isso não representar algo positivo no relatório financeiro da AMD, é preciso notar o avanço: em comparação com o mesmo trimestre de 2013, houve 87% menos perdas.

Um dos grandes motivadores dessa melhoria nas finanças seria o aumento de 118% na divisão de Soluções Gráficas e Visuais — comparando os mesmos períodos citados anteriormente. É dessa divisão que saem os processadores gráficos da AMD e também os chips SoC semicustomizados utilizados no PlayStation 4 e no Xbox One. Ou seja, ainda há boas previsões para o departamento.

Quanto ao grupo de soluções de computação e CPUs, os números não foram tão interessantes. Houve uma redução de 12% nos dois trimestres avaliados. Mesmo assim, houve apenas US$ 3 milhões de perdas nesse segmento, pois a AMD reduziu gastos para tentar estabilizar suas finanças. Esse foi também o último trimestre em que a fabricante teve que fazer pagamentos à GlobalFoundries.

Em 2012, a AMD rompeu um contrato de exclusividade com a empresa de semicondutores para utilizar também a tecnologia da TSMC em alguns chips. Por causa disso, ela teve que realizar diversos pagamentos de US$ 213 milhões para a GlobalFoundries. Será que esse é o fim do período conturbado da AMD ou ainda vai demorar um pouco para que a empresa volte a operar com lucros substanciais? 

Cupons de desconto TecMundo: