(Fonte da imagem: Divulgação/AMD)

O anúncio da tecnologia Mantle, da AMD, que pode revolucionar jogos para PC no futuro, pode ter um impacto nos games em geral maior do que você imagina. Em uma postagem oficial, um dos executivos da empresa explicou no blog da AMD um pouco mais sobre as consequências da existência de uma plataforma como essa.

Um dos princípios do projeto apontados pela AMD é que o Mantle vai ajudar desenvolvedores a portarem com maior facilidade para os consoles títulos originalmente de computador (e cada vez mais potentes na área gráfica). Claro que isso não torna a ação de portar um jogo uma brincadeira de criança, mas o método é um facilitado há tempos pedido pela indústria.

"Ao longo dos anos, desenvolvedores expressam a vontade de um método mais eficiente para aumentar o poder das GPUs para PC, mas também uma maneira de traduzir a escrita dos diferentes códigos gráficos em múltiplas plataformas", diz o anúncio, que explica que cada console de hoje em dia roda uma arquitetura bem diferente que o rival, e que ela difere também da que é usada no hardware gráfico de PCs.

Parece fácil, mas não é

O Mantle seria uma forma de resposta a esses pedidos, já que unificaria o "ecossistema" da indústria sob uma única arquitetura gráfica ao permiir que desenvolvedores trabalhem em várias plataformas de maneira uniforme, tratando PCs e consoles da mesma maneira.

O software permite que várias técnicas de programação sejam aproveitadas, facilitando essa transferência. "Não é que o Mantle seja a linguagem inicial que os criadores usarão para escrever os jogos nas plataformas; o ponto é que ele é fácil de reutilizar, em partes ou ao todo, o mesmo esforço empregado para o PC nos consoles da próxima geração", conta a AMD.

Cupons de desconto TecMundo: