A AMD revelou recentemente os números relativos ao seu desempenho em 2012. A companhia fechou o quarto trimestre do ano passado com uma receita de US$ 1,16 bilhão, com uma perda operacional de US$ 422 milhões e uma perda líquida de US$ 473 milhões — representando um decréscimo de US$ 0,63 por ação.

Considerando-se o ano de 2012 como um todo, entretanto, a companhia registrou perda operacional de US$ 1,06 bilhão, além da desvalorização de US$ 1,60 por ação. “Com as alterações no mercado de PCs, a AMD continua a desenvolver o modelo de operações e a diversificar o portfólio de produtos”, afirmou o presidente e CEO da companhia, Rory Read, em comunicado oficial. “A inovação sempre esteve no centro do nosso crescimento.”

O relatório financeiro completo da AMD pode ser lido (em inglês) neste endereço.

Reestruturação diante da “turbulência”

Trata-se do alardeado processo de reestruturação anunciado recentemente pela companhia, como forma de reagir à previsão de “turbulências” para o mercado de PCs durante este ano.

(Fonte da imagem: Reprodução/Venture Beat)

Entre outras manobras, a empresa anunciou que pretende investir pesado em infraestruturas para servidores, em processadores personalizados feitos por encomenda para outras fabricantes (Sony e Microsoft, por exemplo) e também da cada vez mais promissora demanda das fabricantes de tablets e smartphones.

A AMD também pretende lançar ainda em 2013 várias novas APUs — estruturas que combinam processamento gráfico e de microfunções em um único microchip.

Cupons de desconto TecMundo: