Novo produto da AMD acirra a briga entre processadores (Fonte da imagem: AMD)

A guerra dos processadores acaba de ganhar mais um importante capítulo e a nova página foi escrita pela AMD. A empresa lançou recentemente o modelo FX-8150, baseado na arquitetura Bulldozer, e que passa a ser a CPU mais rápida entre os produtos da companhia. Com 3,6 GHz e oito núcleos, o FX-8150 chega ao mercado por cerca de US$ 280.

O baixo preço o coloca entre o Core i5-2500K e o Core i7-2600K, ambos da Intel. Contudo, análises iniciais de sites internacionais especializados apontam para um produto com ótima relação custo-benefício, capaz até mesmo de, em algumas situações, mostrar-se superior aos rivais de preço mais alto.

Contudo, além do preço, qual é a razão por que os novos processadores da arquitetura Bulldozer prometem esquentar o mercado? Quais são as novidades que possibilitam o bom desempenho do produto da AMD perante os seus concorrentes?

A arquitetura Bulldozer

(Fonte da imagem: AMD)

A AMD decidiu reestruturar a arquitetura dos seus processadores, recomeçando os trabalhos praticamente do zero. Entretanto, as características positivas da CPU foram mantidas. Com o posicionamento das peças alterado, a família Bulldozer passará a trabalhar com módulos, cada um deles composto por dois núcleos.

Na prática, a estruturação dos blocos internos da arquitetura Bulldozer deve permitir que o ganho de desempenho seja significativo. Além disso, as novas instruções internas, agora AVX – presente nas CPUs Intel Core –, AES e LWP, servirão para que os programas possam aproveitar melhor o processamento das CPUs.

Por fim, outras duas novidades completam a lista de atrações presentes na FX-8150. A primeira é a presença de uma funcionalidade que permite ao processador desativar um ou mais núcleos que não estão em uso. Já a outra atende pelo nome de Turbo CORE, tecnologia semelhante à Turbo Boost, que faz verificações constantes na CPU para averiguar o quanto de poder de processamento está sendo utilizado.

Batendo de frente com a Intel

O principal ponto que pode fazer com que a AMD conquiste uma boa fatia de mercado é o seu preço em relação aos principais concorrentes da Intel. A FX-8150 chega ao mercado por aproximadamente US$ 280, sendo que o preço pode ser reduzido para até US$ 240 após o período de lançamento.

Para se ter uma ideia, os processadores da Intel que se situam próximos ao desempenho da CPU da AMD podem ser encontrados atualmente nos EUA por US$ 220, no caso do Intel Core i5-2500K, e US$ 315, para o Intel Core i7-2600K.

As especificações técnicas divulgadas pelos fabricantes mostram ainda uma ligeira vantagem para a AMD. O FX-8150 tem clock interno de 3,6 GHz, com turbo máximo de 4,2 GHz, suporte à memória DDR3 até 1,866 MHz e TDP de 125 W. Já o Intel Core i7-2600K tem clock interno de 3,4 GHz, com turbo máximo de 3,8 GHz, suporte à memória DD3 até 1,333 MHz e TDP de 95 W.

Os primeiros resultados de benchmark

(Fonte da imagem: AMD)

Embora as especificações técnicas sejam bastante animadoras, não há melhor maneira de conferir a verdadeira eficácia de um processador do que o colocando lado a lado com seus concorrentes em testes de benchmark. Com desempenho satisfatório na maioria dos quesitos, a CPU da AMD faz valer todo o alvoroço em torno da sua relação custo-benefício.

Dados divulgados pela própria AMD colocam o FX-8150 em pé de igualdade com o processador top de linha da Intel. Em muitos dos casos, o desempenho é ainda superior. A tabela comparativa acima comprova o desempenho bem-sucedido da CPU em algumas tarefas.

Segundo a companhia, o processador se mostrou melhor que o Intel Core i7-2600K na execução dos aplicativos Bibble 5.0, wPrime 32M e 7zip (total MIPS). Com os softwares Handbrake e POV Ray 3.7 o desempenho foi equivalente. Já com o WinRar 4, X264 pass2 (FPS) e ABBYY OCR10 a performance foi inferior.

Entretanto, a margem de diferença, tanto para mais quanto para menos, não chega a 20% em quase nenhum dos quesitos, posicionando o produto bastante acima do modelo Intel Core i5-2500K, do qual ele seria concorrente direto, e de igual para igual com Intel Core i7-2600K, que pode ser encontrado até US$ 75 dólares mais caro no mercado.

Melhor desempenho em overclock

Gráfico de desempenho em início de overclock (Fonte da imagem: OverclockersClub)

Sites internacionais também submeteram o FX-8150 a testes de benchmark. O resultado foi semelhante aos dados oficiais apresentados pela AMD, com algumas poucas variações. Na análise do OverclockerClub, por exemplo, o processador foi o que obteve o melhor desempenho nos testes de overclock.

Em condições normais, o FX-8150 inicia o desempenho em meio à tabela, perdendo até mesmo para o Intel Core i5-2500K. Contudo, à medida que ele é forçado a trabalhar acima de sua capacidade, sua resistência e performance mostram-se muito mais eficazes do que o funcionamento dos demais concorrentes. O teste leva em consideração os dados do Futuremark 3DMark 11.

Gráfico de desempenho em overclock máximo (Fonte da imagem: OverclockersClub)

Outro teste complementar foi realizado utilizando-se o game Battlefield: Bad Company 2. Tendo como base uma resolução de imagem de 1920 x 1080 com overclock, a diferença de desempenho do FX-8150 em relação aos demais é mínima. O Intel Core i7-2600K atingiu 92 pontos, contra 90 pontos do Intel Core i5-2500K e 89 pontos do AMD FX-8150. A margem é imperceptível em termos de performance para o usuário.

A melhor escolha?

(Fonte da imagem: Toms Hardware)

Outro renomado site internacional que testou a capacidade da FX-8150 foi o Tom’s Hardware. A publicação realizou uma extensa análise de desempenho, levando em consideração ao menos nove testes de benchmark: PCMark 7, 3DMark 11, Sandra 2011, Content Creation, Productivity, Media Encoding, Crysis 2, F1 2011 e World of Warcraft: Cataclysm.

Em praticamente todos os testes, o processador da AMD disputou em condições de igualdade com os concorrentes de primeira linha da Intel. Na maioria dos casos, as diferenças de desempenho entre os modelos não representam algo perceptível para o usuário, tanto em termos de velocidade, quanto em desempenho e qualidade gráfica.

(Fonte da imagem: CPU Benchmark)

Dessa forma, o Tom’s Hardware é categórico ao afirmar que, numa comparação direta entre o Intel Core i5-2500K e o FX-8150, o usuário pode escolher o produto da AMD sem medo, mesmo ele custando mais caro do que o rival da Intel. Contudo, numa disputa direta com o Intel Core i7-2600K, o modelo com núcleo Sandy Bridge se mostra levemente superior em termos técnicos.

Todavia, esse desempenho um pouco acima pode custar ao consumidor cerca de US$ 50 a US$ 75 mais caro. Assim, antes de adquirir um dos dois principais processadores do mercado, vale a pena refletir sobre que tipo de resultado você espera de sua máquina. Em muitos casos, o processador da AMD consegue responder da mesma maneira que o seu concorrente às tarefas mais pesadas que um usuário hardcore executa.

Economia de até US$ 800?

(Fonte da imagem: AMD)

Um dos gráficos divulgados pela AMD mostra uma comparação entre o FX-8150 e o Intel Core i7 980 X. Segundo a companhia, graças ao processador, o usuário pode economizar até US$ 800 e, ainda assim, obter um desempenho melhor ou similar para jogos.

Na prática, a situação não é bem assim. Ou melhor, não é necessariamente por causa do processador que o usuário não sentirá diferença em termos de desempenho utilizando uma ou outra CPU.

Muitos dos games citados na lista ainda não necessitam de uma capacidade de processamento tão avançada, tendo o resultado final pouca interferência na jogabilidade. A empresa sugere que o dinheiro economizado seja investido em outros produtos da companhia, como as placas de vídeo Radeon ou monitores AMD Eyefinity.

Cupons de desconto TecMundo: