O AMD Ryzen chegou ao mercado recentemente e isso fez com que diversas pessoas corressem atrás do chip, seja para usá-lo em seus computadores ou apenas para testar e ver o que ele é capaz de oferecer. Por padrão, muitos destes acabaram utilizando o hardware em equipamentos com Windows 10, o que acabou prejudicando a experiência.

Segundo relatos que estão correndo a rede, o processador não está funcionando muito bem em algumas máquinas pelo fato de que o Windows 10 não consegue gerenciar de maneira eficaz e correta o SMT (Simultaneous Multi Threading), fazendo com que parte do processamento seja desperdiçado.

Um dos principais pontos no qual podemos evidenciar essa questão é no processamento de jogos. A equipe do site VR-Zone, por exemplo, fez um teste rodando o jogo Middle-earth: Shadow of Mordor em 1080p, e o resultado é que o AMD Ryzen 7 1800X acabou ficando abaixo do que foi apresentado pelas versões 6950X, 5960X e 7700K do Core i7, como é possível ver na imagem a seguir:

Teste feito pela equipe do site VR Zone

Caso tenha reparado nas informações do gráfico, os testes foram conduzidos utilizando configurações baixas, algo que dificilmente alguém faria tendo um processador desse calibre em seu computador. Logo, a saída encontrada por muitos para não esbarrar nesse problema tem sido desativar o SMT do chip.

E a AMD já sabe disso?

Se essa pergunta passou pela sua cabeça, a resposta é que a empresa já está ciente da situação. Entretanto, para que tudo se resolva é preciso esperar uma atualização de sistema por parte da Microsoft, algo que, se depender da pressão da fabricante do chip, deve acontecer em um futuro muito próximo.

Curiosamente, aqueles que optaram por manter o Windows 7 como o seu sistema operacional principal não estão enfrentando o mesmo problema. Sendo assim, uma saída temporária para essa situação talvez seja retornar para essa versão do Windows.

Cupons de desconto TecMundo: