A nova placa de vídeo Radeon com arquitetura Polaris foi o grande chamariz do evento da AMD na Computex, mas a fabricante não saiu do palco sem dar um gostinho e algumas novas informações sobre a nova série de processadores Zen.

Nos últimos minutos de apresentação, Lisa Su, CEO da AMD, apareceu em frente às câmeras para falar um pouco sobre o produto. Sem delongas, a presidente do grupo mostrou ao público o processador.

Enquanto os jornalistas fotografavam o componente, Su comentou sobre o desenvolvimento do chip. Apesar de ainda estar em fase de construção, o novo produto da AMD já apresenta um salto de performance significativo, chegando a entregar 40% a mais instruções por ciclo se comparado aos modelos mais robustos da série FX de última geração.

Compatível com o inédito soquete AM4, o Zen deve marcar o retorno da AMD ao mercado entusiasta. O modelo de codinome Summit Ridge vai contar com 8 núcleos, que trabalham com 16 threads.

Na apresentação, Su ainda comentou que o Zen não vai ser apenas um produto, mas deve ser o núcleo que vai estar em chips para diferentes dispositivos. Além de uma versão para desktops, a AMD está trabalhando arduamente em um chip Zen para servidores, bem como em modelos para notebooks e aparelhos diferenciados.

O AMD Zen apresenta 40% a mais instruções por ciclo se comparado aos modelos mais robustos da série FX

Apesar de não revelar especificações, a AMD deu um gostinho da capacidade de seu novo processador. Durante o evento, a companhia mostrou uma breve demonstração de uma animação criada, renderizada e executada em um chip de nova geração. A animação foi bastante simples, mas serviu para mostrar que o produto está em funcionamento.

Até o momento, não há informações sobre data de lançamento ou preço para os novos processadores com tecnologia Zen. Fique de olho aqui no TecMundo para futuras informações a respeito desses novos chips.

Cupons de desconto TecMundo: