Os resultados financeiros da AMD para o primeiro trimestre fiscal deste ano continuam a tendência de perdas que a empresa enfrenta nos últimos anos. Divulgado oficialmente na última semana, o relatório financeiro mostra que a companhia diminuiu em 13% suas vendas em relação ao trimestre anterior e 19% quando comparado aos números computados em 2015.

A companhia registrou vendas de US$ 834 milhões (R$ 2,9 bilhões) durante o período, valor que superou sua previsão inicial de US$ 600 milhões (R$ 2,1 bilhões).  No entanto, isso não evitou que a empresa registrasse uma perda líquida de US$ 109 milhões (R$ 386 milhões) em suas operações, que foram prejudicadas principalmente pelo declínio no mercado de desktops.

Resultados financeiros mostram que a AMD continua em crise

“Nossa estratégia de construir uma fundação de negócios sólida e melhorar nossos resultados financeiros ao entregar grandes produtos está começando a mostrar benefícios”, afirmou a CEO Lisa Su. “Continuamos a fortalecer o desempenho de nossos negócios de Computação e Gráficos conforme nossos parceiros e consumidores demonstram preferência pela AMD. Estamos otimistas sobre nossas previsões de crescimento na segunda metade do ano em nossos negócios usando como base a introdução de novos produtos e vitórias de design”.

Entre os fatores que estão ajudando a mitigar a crise pela qual a empresa passa está a estratégia de monetizar propriedades intelectuais que estão sendo licenciadas a companhias como a THATIC (Tianjin Haiguang Advanced Technology Investment Co.). No entanto, a fabricante continua a enfrentar dificuldades nos segmentos de chips gráficos, soluções integradas, produtos empresariais e chips semicustomizados.

Você tem algum produto fabricado pela AMD? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: