Ampliar (Fonte da imagem: Android Community)

O mapa de desenvolvimento da AMD, vazado na última sexta-feira (27 de maio), revelou que a companhia está investindo no desenvolvimento de um novo chip específico para uso em tablets. A novidade possui o codinome Desna, e terá suporte a gráficos em DirectX 11, aceleração de vídeo através do Adobe Flash Player e capacidade de reproduzir sem problemas vídeos em HD através de streaming.

Os gráficos vazados também mostram que a novidade vai contar com aceleração de hardware para o navegador Internet Explorer 9, Microsoft Office 10 e efeitos visuais do Windows 7 – o que pode indicar uma preferência por aparelhos equipados com o sistema operacional da Microsoft.

Novos chips e economia de energia

O mapa de desenvolvimento também revela informações sobre os chips AMD C-30 e C-50, produzidos atualmente tendo os notebooks com o processador Atom da Intel como alvo. Segundo as informações divulgadas, os novos chips da série C devem contar com um núcleo gráfico AMD Radeon capaz de reproduzir vídeos em 1080p e providenciar a aceleração 3D necessária para rodar aplicativos e jogos mais exigentes.

Ampliar (Fonte da imagem: Android Community)

As imagens vazadas também revelam dados interessantes sobre a tecnologia AMD All Day Power, que desliga componentes que não estão sendo utilizados para poupar bateria. As informações reveladas mostram que a AMD pretende empregar o recurso como forma de garantir cerca de três horas e meia extras à vida útil de seus dispositivos.

Os outros slides revelados têm como foco o desempenho da companhia, e destacam a presença de mercado de vários dos componentes fabricados por ela. Além disso, também é possível verificar algumas projeções de crescimento e quais chips da Intel a empresa considera como os principais competidores a seus produtos.

Cupons de desconto TecMundo: