(Fonte da imagem: Amazon)

A Amazon estreou nesta terça-feira (29 de março) um serviço de streaming de músicas batizado como Cloud Player. Disponível para computadores e smartphones com o sistema operacional Android, a novidade permite a reprodução de canções através da nuvem e está disponível em uma grande variedade de planos anuais.

Para acessar o serviço, basta possuir uma conta no Cloud Drive da Amazon e selecionar a opção de enviar para lá os arquivos comprados na loja de músicas da companhia. Além disso, os usuários têm a liberdade de enviar qualquer arquivo localizado em seu disco rígido para os servidores online.

Usuários gratuitos têm direito a 5 GB de espaço, que pode ser expandido para 20 GB caso adquiram um álbum completo na Amazon. A partir desse ponto, o usuário paga US$ 1 a cada GB extra que deseje utilizar, com limite máximo de 1000 GB – a cobrança é feita de forma anual, com liberdade de mudar a qualquer momento o plano assinado.

Disponível somente nos Estados Unidos

Quem assina o serviço pode realizar uploads, compras e organizar listas de reprodução tanto pelo próprio computador quanto pelo smartphone – o uso da nuvem garante que todas as modificações feitas são compartilhadas automaticamente entre os meios de acesso. A má notícia fica por conta do suporte limitado: somente arquivos MP3 ou M4A podem ser adicionados ao serviço, limitando a escolha de quem prefere opções como o FLAC ou o OGG.

Outro ponto que pode decepcionar os brasileiros é a impossibilidade de assinar o serviço fora dos Estados Unidos. Neste caso, os usuários podem contar com o serviço Grooveshark, que possui uma proposta bastante semelhante ao Cloud Drive – a principal desvantagem fica por conta de uma menor oferta de músicas e por não ter um nome tão bem estabelecido no mercado.

Cupons de desconto TecMundo: