Quem acompanha o TecMundo sabe que a Amazon está trabalhando pesado para trazer um serviço de entrega via drone realmente eficiente. Se você pensa que esse projeto da empresa está longe de se tornar realidade, é melhor pensar de novo: a companhia acaba de lançar um novo vídeo que mostra que a tecnologia da companhia avançou absurdamente desde a última vez que a vimos.

No comercial, que tem direito à presença de Jeremy Clarkson (o ex-apresentador do programa Top Gear), a Amazon mostra um exemplo detalhado do funcionamento do Prime Air atual. De maneira geral, a experiência será a mesma prometida anteriormente: caso você precise de um produto nos estoques da empresa com rapidez, basta fazer a compra do item e utilizar a opção de entrega via drone para tê-lo em poucos minutos.

O que muda aqui, no entanto, é o drone em si usado no processo. No lugar de usar apenas mais um daqueles quadricópteros comuns, o novo drone da Amazon Prime Air mais parece um pequeno avião, combinando o design conhecido desses autômatos com um design aerodinâmico e com direito a uma hélice para propulsioná-lo horizontalmente a grandes velocidades – tudo para que seu produto chegue em apenas meia hora.

Não limitado a isso, o drone da Amazon Prime Air promete ser extremamente inteligente, graças a uma série de sensores instalados nele. Caso perceba algo se aproximando – seja um simples balão desgovernado ou uma árvore alta demais –, ele é capaz de alterar sua rota automaticamente; então, ao chegar no ponto de entrega, o drone pousa em uma área especificada por você com uma placa especial, deixa o pacote e vai embora.

Gostou da ideia? Pois saiba que isso é só o começo. Segundo Clarkson, a Amazon, com o tempo, vai contar com uma frota contendo diversos modelos diferentes de drones, cada um adaptado para uma tarefa ou um ambiente específico. O drone do vídeo, por exemplo, vem especialmente para voos longos, sendo capaz de voar por 80 quilômetros com uma única carga.

Antes que você se anime demais com a ideia, é bom avisar que ainda deve demorar um bocado até que o Amazon Prime Air realmente se torne um serviço comum. O motivo? A Amazon ainda precisa regulamentar seus drones. “Nós vamos implantar [o serviço] quando nós tivermos o suporte regulatório necessário para tornar nossa visão realidade”, diz a empresa no site oficial do serviço.

Os drones são o futuro dos serviços de entrega? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: