Um dos motivos pelos quais Hollywood investe tanto em produtos que têm os nazistas como vilões é simples: graças às suas ações na Segunda Guerra Mundial (e à propaganda aliada subsequente), eles são vistos como vilões naturais que não inspiram muita empatia. Dessa forma, não é nada estranho que muitas pessoas tenham reagido de forma bastante negativa às propagandas da série The Man in the High Castle que a Amazon espalhou por Nova York.

Baseada na obra de Philip K. Dick, a adaptação retrata um mundo no qual a Alemanha e o Japão ganharam a Segunda Guerra Mundial e espalharam seus símbolos pelos Estados Unidos. Para promover a produção, a Amazon decidiu espalhar pela cidade norte-americana diversos símbolos que lembram os impérios pertencentes ao eixo.

Em resposta à empresa, o prefeito de Nova York, Bill De Blasio, afirmou que as propagandas foram “irresponsáveis e ofensivas”. Devido à reação do público, a Amazon decidiu retirar o material promocional e cancelar a campanha publicitária em vigor — questionada, a companhia até o momento não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

O que você pensa sobre o material promocional usado pela Amazon? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: