(Fonte da imagem: Divulgação/Amazon)

O mercado de aparelhos dedicados à reprodução de conteúdos multimídia acaba de ganhar um competidor de peso. A Amazon convocou uma conferência de imprensa para hoje e usou o momento para mostrar a todos o seu novo aparelho: Fire TV. Trata-se de uma set-top box similar à Apple TV, mas que apresenta uma série de diferenças em relação ao dispositivo da empresa de Cupertino.

Quem comandou a apresentação foi Peter Larsen — vice-presidente da divisão Kindle —, que começou a reunião comentando quais eram os três maiores problemas dos dispositivos de mídia atuais: ecossistemas fechados, dificuldade na pesquisa de itens e travamentos constantes nas reproduções. E ele disse também que o Fire TV deixa todas essas dificuldades de lado.

Isso acontece porque o aparelho foi construído com hardware de altíssima qualidade e também com muito mais liberdade para os consumidores, segundo o próprio executivo. Sendo vendido por apenas US$ 99, o Fire TV já está disponível nos Estados Unidos e conta com uma grande quantidade de aplicativos integrados. Quer saber mais sobre ele? Então confira o nosso resumo.

Variedade e qualidade no conteúdo

Os principais serviços de streaming dos Estados Unidos estão presentes no Fire TV da Amazon. Isso inclui Netflix, Hulu Plus, Amazon Instant Video, Watch ESPN, Pandora, MLB Network, NBA Network e uma grande quantidade de outros apps que devem ser anunciados nos próximos meses. Hoje, somente o HBO GO está ausente no sistema — estando na Apple TV e no Chromecast.

Ampliar (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

 Mas não são somente aplicativos de streaming de vídeo que estão disponíveis, pois o Fire TV também tem suporte para vários serviços de áudio, tendo compatibilidade total com o recurso “X-Ray”. Isso permite que os tablets Kindle Fire HDX se tornem uma segunda tela para o aparelho, dando informações relevantes sobre os conteúdos exibidos na tela principal — dados sobre artistas nos filmes ou letras de música, por exemplo.

Hardware de respeito

Não foram revelados todos os detalhes do hardware presente no novo Fire TV, mas o que se sabe é que ele deve ser mais poderoso do que os principais concorrentes da atualidade. O processador quad-core de 1,7 GHz é o mais potente da categoria e ainda faz par com 2 GB de memória RAM — o que representa quatro vezes mais espaço de memória volátil do que Apple TV e Chromecast.

A transmissão de conteúdos também é um pouco superior, pois o aparelho conta com duas antenas Wi-Fi com recursos MiMO — um sistema de aceleração de transmissão de dados que é exclusivo dos dispositivos Kindle. Assim como acontece na Apple TV, o Fire TV tem saída óptica de áudio — oferecendo ainda certificação Dolby Digital Plus, que não existe no dispositivo rival.

Buscas avançadas

Nós já mostramos que o Fire TV não tem o ecossistema fechado — sendo compatível com diversas lojas de conteúdos e aplicativos em grande quantidade — e também promete o fim dos travamentos no carregamento de vídeos — graças ao hardware mais poderoso. Mas como seria possível acabar com a dificuldade nas buscas, que é um problema de todos os rivais?

A resposta está em um recurso muito interessante: as buscas por voz. Tendo um microfone integrado aos controles do Fire TV, o novo aparelho pode localizar títulos, artistas e outras palavras-chave com muito dinamismo. Você pode ver isso com mais detalhes no vídeo que está acima deste parágrafo, estrelado pelo ator Gary Busey.

Também para games

Indo além dos vídeos e do áudio, o Fire TV também traz suporte para games. Peter Larsen deixou claro que o gadget não quer roubar o lugar de consoles, mas oferecer opções para quem gosta de jogos em smartphones e quer se divertir também nos televisores de alta resolução, por exemplo. Por isso, o dispositivo traz suporte para vários games já conhecidos do público.

(Fonte da imagem: Divulgação/Amazon)

Mas a novidade mais legal está em um controle especial para games que pode ser comprado junto com o Fire TV. Tendo um formato similar ao presente em grande parte dos controladores de consoles, o dispositivo pode ser usado para melhores resultados nas partidas disputadas pelo Fire TV. O valor do acessório é de apenas U$ 39,99 e a Amazon promete que vários deles podem ser usados em cada partida.

E o Brasil?

O aparelho da Amazon está disponível nos Estados Unidos desde hoje, mas ainda não há informações sobre a disponibilidade global do Fire TV. O que se sabe é que, mesmo que ele venha para cá, muitos dos apps integrados podem ser bloqueados, uma vez que vários deles não estão disponíveis em território brasileiro. 

Cupons de desconto TecMundo: