(Fonte da imagem: Reprodução/Amazon)Na onda do Bitcoin, a Amazon lançou a sua própria moeda virtual: a Amazon Coin, já anunciada no início de fevereiro. Para incentivar a adoção da nova moeda, a companhia presenteou os seus consumidores nos Estados Unidos que possuem um Kindle Fire com 500 Amazon Coins (equivalentes a US$ 5, ou R$ 10).

Além disso, pacotes de moedas também serão vendidos com descontos aos consumidores de até 10% em relação ao valor que representam. Desse modo, enquanto 500 Amazon Coins valem US$ 5, é possível adquirir um pacote com esse valor por US$ 4,80 (desconto de 4%). Já quem quiser investir na moeda pode comprar um valor de compras de US$ 50 (5.000 Amazon Coins) por US$ 45,00 e aproveitar o desconto máximo de 10%.

De acordo com a empresa, as moedas nunca expiram e não há taxas para comprá-las. Além disso, elas podem ser utilizadas para adquirir aplicativos no Kindle Fire, assim como para realizar comprar dentro dos apps.

Os termos de uso do serviço, no entanto, atentam para algumas questões às quais os consumidores têm de ficar atentos. No caso, todas as compras são definitivas, de modo que a Amazon não aceita a devolução de Amazon Coins. Ao mesmo tempo, também não é permitida a transferência de fundos de uma conta para outra, nem a revenda da moeda virtual para terceiros.

Por enquanto, o sistema de Amazon Coins está restrito apenas aos donos do Kindle Fire residentes nos Estados Unidos. A companhia também não revelou planos de estender a oferta da moeda virtual para suas filiais em outros países.

Cupons de desconto TecMundo: