(Fonte da imagem: Reprodução/Flurry)

Embora o número de aplicativos baixados através do Google Play (antigo Android Market) tenha ultrapassado a App Store, a Apple ainda mantém a superioridade quando o assunto é lucratividade. Uma pesquisa realizada pela Flurry Analytics mostra que, em média, a loja da Google só gera 23% do dinheiro obtido pela sua principal concorrente.

O estudo, que foi realizado durante um período de 45 dias iniciado a partir da metade de janeiro, mostra que os lucros do Google Play caíram desde dezembro — uma análise posterior mostrava que as vendas correspondiam a 24% daquelas feitas através da plataforma da Apple.

Segundo a pesquisa, a Amazon é mais eficiente do que a própria Google quando se trata de vender softwares para o Android. O site de vendas conseguiu lucrar 89% do dinheiro obtido pela companhia de Cupertino durante o período analisado, embora muitas das opções de que dispõe sejam exatamente as mesmas do Google Play.

Falta de experiência

A Flurry acredita que o principal motivo para a situação é a falta de experiência da gigante das pesquisas no mundo das vendas. Enquanto a Apple e a Amazon focam seus esforços em lucrar diretamente através dos aplicativos, a Google ainda é conhecida por gerar receitas a partir de buscas e anúncios, que têm pouco a ver com softwares pagos.

Outros fatores que contribuem para os baixos lucros é a dificuldade de encontrar aplicativos novos através do Google Play e os problemas enfrentados por muitas pessoas ao usar o Google Wallet. Além disso, o fato de o Android ser visto como o sistema operacional ideal para obter programas gratuitos desestimula os consumidores a pagar para realizar um download.

Cupons de desconto TecMundo: