A Adobe ainda não desistiu de brigar para rodar jogos pesados a partir de seus aplicativos. Apesar de muita gente torcer o nariz para a tecnologia gráfica da empresa e preferir o HTML5, ela parece bastante empolgada ao anunciar nesta quarta-feira (28) as novas versões finais do Flash Player e do AIR.

No caso do Flash Player 11.2, as novidades atendem expectativas antigas do público. A partir de agora, por exemplo, as atualizações do aplicativo no Windows serão feitas como uma tarefa de plano de fundo, sem que você seja avisado toda hora ou tenha a barra de progresso incomodando sua navegação.

Vídeos agora são carregados em um processo separado, o que garante melhores transmissões por streaming. Além disso, gráficos 2D e 3D em até 60 frames por segundo serão suportados tranquilamente e sem pedir um hardware muito recente.

De acordo com o TheVerve, o mouse também ganhou melhorias que devem agradar aos gamers: suporte a mouse-lock (para expandir e navegar melhor por mapas mais vastos) e, finalmente, a possibilidade de usar os botões do centro e da direita em comandos do jogo.

O desenvolvimento de jogos também foi valorizado: até agosto, todo o conteúdo de produção é gratuito. Outra novidade é que, em parceria com a Unity Technologies, a Adobe tornou mais fácil subir games em 3D para o Flash Player – e ela permite isso de graça até que o aplicativo arrecade US$ 50 mil (pouco mais de R$ 90 mil) de lucro. A partir daí, 9% da receita é da empresa.

AIR

Para o Adobe AIR, a grande novidade está na plataforma Stage3D, já que a versão 3.2 da plataforma promete visuais belos em uma renderização rápida para GPUs de celulares com iOS ou Android.

Cupons de desconto TecMundo: