(Fonte da imagem: Divulgação/Acer)

Após investir um total de US$ 40 milhões em infraestrutura e marketing no Brasil, a Acer passará a produzir produtos em fábricas nacionais. O anúncio foi feito por Drew Goldman (presidente da Acer Brasil) e Emmanuel Fromont (vice-presidente corporativo e presidente das Américas da Acer), durante uma reunião reservada à imprensa que ocorreu na última quinta-feira (14).

O Tecmundo esteve presente e conversou com os executivos, que veem o Brasil como um dos mercados com maior potencial de crescimento que existem atualmente. Por isso, a companhia pretende angariar ao menos 25% do cenário brasileiro de dispositivos portáteis, oferecendo ultrabooks, notebooks e tablets para todas as faixas de consumidores.

Os executivos também comentam que pretendem focar em ultrabooks com telas sensíveis ao toque e dispensam qualquer possibilidade de trabalhar com o Windows 8 em tablets, continuando a adotar somente Android. De acordo com Drew, o sistema operacional da Microsoft é bom, “mas não está tendo um crescimento mercadológico satisfatório”.

Goldman afirma que a ideia da empresa é lançar um aparelho novo todo mês a partir de abril, com preços que vão variar desde R$ 1.300 até R$ 5.800. O objetivo da Acer é obter um faturamento anual nacional superior a R$ 1 bilhão e crescimento de 25%; para isso, como parte de sua estratégia, a companhia pretende atingir o consumidor final realizando parcerias com as 15 maiores lojas varejistas brasileiras.

Cupons de desconto TecMundo: