Eis que, quando muitos sequer tiveram a oportunidade de desfrutar conteúdos em 4K, vem a notícia de que, no Japão, já há testes envolvendo transmissões em 8K. A iniciativa mais recente foi da emissora NHK, que começou a experimentação intitulada “Super Hi-Vision” em um canal via satélite na última segunda-feira (1º).

De acordo com as informações divulgadas, a emissora fará um misto de exibição de conteúdos em 4K e 8K, sendo que na segunda opção a resolução chega a 7.680x4.320 pixels - isso sem contar o som surround 22.2 canais. Para esta semana, foram agendadas transmissões de programas voltados às Olimpíadas (a abertura do evento realizado em Londres, em 2012), shows e conteúdos musicais (um concerto com peças de Bethoven faz parte do pacote).

Há relatos de que tal iniciativa é um experimento para que a emissora esteja preparada para exibir conteúdo nessa resolução (8K) em tempo integral durante as Olimpíadas de Tóquio, marcadas para acontecer em 2020. No momento, essas transmissões vão acontecer das 10h às 17h, com períodos estendidos durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro (aliás, algumas emissoras pretendem transmistir conteúdo em 8K durante o evento esportivo realizado no Brasil).

 Há relatos de que tal iniciativa é um experimento para que a emissora esteja preparada para exibir conteúdo nessa resolução (8K) em tempo integral durante as Olimpíadas de Tóquio

Equipamentos especiais e outros detalhes

Caso esteja curioso para saber mais detalhes sobre esse tipo de transmissão, o site PC World menciona que os equipamentos de gravação, monitores e outros itens necessários para realizar a veiculação e os trabalhos com conteúdo 8K tiveram que ser construídos para suportar tal demanda em tempo real, gerando arquivos que podem facilmente chegar a 100Gbps.

Outro detalhe mencionado é que os equipamentos de compressão também precisam pegar o sinal dessa transmissão de codificá-lo em tempo real, gerando dados que podem chegar a dezenas de megabits por segundo e exigindo que os consumidores tenham televisores e equipamentos necessários para receber tais dados.

Como essa ainda não é uma realidade do público japonês, a NHK vai montar algumas estações de transmissão em diversas regiões do país, dando ao público a oportunidade de experimentar mais uma tecnologia que, se der certo, chegará às casas dos habitantes da terra do Sol Nascente em 2018.

Cupons de desconto TecMundo: