Um estudo realizado pela Open Signal mostra que a rede 4G brasileira ainda precisa aumentar em velocidade e qualidade de conexão para chegar ao patamar de outros países. Entre os 29 locais analisados, o Brasil ficou em 21º lugar com uma velocidade média de 11 Mbps — ficando atrás de países como Argentina, França e Espanha.

Curiosamente, o país superou a média obtida por países como os Estados Unidos (7 Mbps) e Japão (9 Mbps), normalmente associados a uma infraestrutura mais completa. No caso local, é a Claro que oferece a maior velocidade média (12,9 Mbps), seguida pela OI (11,8 Mbps), TIM (6 Mbps) e VIVO (5,5 Mbps).

Em uma análise da qualidade da conexão, a rede local decepciona: no país, uma conexão consegue se manter estável por somente 44% do tempo. Já na Coreia do Sul, quarta no ranking de velocidade média (17 Mbps), a estabilidade do sinal chega a 95%, fruto da melhor infraestrutura do país.

Em matéria de estabilidade, a TIM é a campeã (46%), seguida pela VIVO (44%), Claro e Oi (ambas com 42%). O Brasil também peca pela abrangência da rede LTE, que atualmente abrange somente 147 municípios, o equivalente a 42% da população do país.

Cupons de desconto TecMundo: