Atraso nas obras afetou instalação de infraestrutura. (Fonte da imagem: Reprodução/LanceNet)

O secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, criticou a insuficiência da rede 4G nos estádios brasileiros em coletiva de imprensa sobre telecomunicações na Copa das Confederações, realizada pela Fifa no Maracanã na última quarta-feira (19). Ele revelou que seu próprio aparelho não conseguiu acessar a tecnologia no local.

Alvarez afirmou que sairia da coletiva direto para uma reunião com membros da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e representantes da operadora responsável pela internet móvel nos estádios para exigir o aprimoramento do serviço. “A rede 4G tem problemas, sim, e é preciso encontrá-los para cobrarmos melhorias”, disse.

Passa boi, passa boiada

Esse tipo de falha na conexão não é exclusividade do Maracanã. De acordo com o secretário, o atraso nas obras para a Copa das Confederações dificultou o trabalho de instalação da infraestrutura necessária para uma boa qualidade de internet móvel. “Mais de dez vezes, cortaram o cabo de fibra óptica que chega até a Arena Pernambuco por causa das obras do entorno. Essa parte da construção precisa ser antecipada para 2014”, ressaltou Alvarez.

Segundo o Comitê Organizador Local, a avaliação final da qualidade dos serviços 4G nos estádios da Copa das Confederações só será feita após o término do torneio. No entanto, o órgão afirmou que haverá mais cobrança para a conclusão das obras nas arenas dentro do prazo de seis meses de antecedência exigidos pela Fifa para o evento de 2014.

Cupons de desconto TecMundo: