Um teste recente realizado conjuntamente pela Nokia e a Qualcomm no Brasil provou que a utilização de espectros atualmente não licenciados de frequência, como aquele atualmente ocupado pelos modens WiFi, pode permitir que a conexão 4G tenha velocidades maiores. Segundo as companhias, o experimento permitiu conexões de até 300 Mbps nas redes móveis sem eliminar a presenta do WiFi.

O teste foi realizado em setembro no laboratório da Nokia em Curitiba. As empresas uniram 20 MHz de espectro licenciado na banda 3 GHz a 20 MHz de espectro não licenciado na de 5 GHz. O experimento usou a tecnologia de small cells Nokia Flexi Zone para oferecer conectividade ao equipamento do modem Qualcomm Snapdragon X12 e demonstrou como o LTE em espectro não licenciado e o WiFi poderiam coexistir sem problemas.

Segundo Rafael Steinhauser, presidente da Qualcomm para América Latina, a utilização de faixas não licenciadas “é uma solução muito atrativa para potencialmente ampliar a capacidade da rede e oferecer melhores serviços, atendendo a demanda crescente por dados para comunicação móvel”. “Podemos fazer com que os operadores passem do 4G para o 4.5G e 4.5G Pro, ajudando-os a se manterem à frente das demandas dos clientes na medida que se preparam para o 5G”, complementou Wilson Cardoso, diretor de soluções end-to-end da Nokia.

Cupons de desconto TecMundo: