O Windows 10 foi lançado oficialmente pela Microsoft no fim de julho e, até o fim deste mês de dezembro, o novo sistema operacional já tinha conseguido mais de 200 milhões de usuários de acordo com informações do WinBeta. Isso quer dizer que, nos últimos cinco meses, a plataforma foi adotada por cerca de 40 milhões de pessoas a cada 30 dias.

Esses números podem ser considerados impressionantes para tão pouco tempo de lançamento, mas é preciso levar em conta que o Windows 10 é uma atualização gratuita para a maior parte dos usuários do Windows. Portanto, a marca poderia ser muito maior se houvesse mais empolgação em torno do software.

Pé atrás?

Não há análises mais concretas sobre o porquê dessa adoção não estar sendo tão meteórica quanto se imaginava, mas acredita-se que o fraco momento do mercado de PCs esteja, junto com um possível ceticismo oriundo do Windows 8, atrasando uma adoção mais massiva.

É interessante notar, entretanto, que 2016 pode representar um ano muito mais interessante para o Windows 10 do que foi 2015. O SO deve receber uma atualização chamada Redstone que deve trazer mais funcionalidades importantes, como a possibilidade de instalar extensões no Edge e de utilizar a Cortana em mais idiomas e de “forma flutuante”. O sistema Continuum e outros recursos de integração com smartphones da Microsoft também devem ser aprimorados.

Você já instalou o Windows 10 no seu PC ou vai esperar mais um pouco? Comente no Fórum do TecMundo