Se você é do tipo que andou assistindo a filmes recentes de ficção científica com o Matt Damon e, em vez de se perguntar “por que ele se perde tanto no espaço?”, questionou quando vai poder ver as mesmas vistas que o personagem dele, esse é seu momento de sorte. Calma, ainda não é sua hora de viajar até Marte por conta, mas, para quebrar um galho a NASA liberou um vídeo no seu canal no YouTube no qual é possível dar uma boa olhada no cenário marciano – tudo em altíssima resolução.

Publicado na última segunda-feira (8), o clipe de dois minutos e capaz de rodar até em 4K traz um panorama clicado pela sonda Curiosity no solo de nosso planeta vizinho. Todas as imagens foram capturadas originalmente em 18 de dezembro de 2015 e, como o brinquedinho da agência espacial norte-americana não possui uma câmera esférica, posteriormente juntadas pela equipe da NASA – com uma ajudinha pontual de softwares dedicados à prática – para formar a produção que pode ser curtida livremente em um ângulo de 360 graus.

Embora você possa dar uma olhadinha na vista da Duna Namib diretamente no seu navegador – tentando a sorte para ver se clicar e segurar no vídeo pausa o espetáculo ou dá controle sobre a câmera –, a ideia mais bacana é abrir o link para o clipe diretamente no seu smartphone ou tablet. Com isso, é possível girar fisicamente o aparelho para o lado que quiser para conferir detalhes da obra fotografada pela sonda em seu 1197º dia marciano por lá – ou, simplesmente, sol 1197.

A Curiosity está em Marte desde agosto de 2012 e a partir dessa data tem feito diversos registros fotográficos do Planeta Vermelho, além de realizar todo tipo de medição, coleta de amostras e experimentos científicos no local. Assim como a sonda substituiu a Opportunity com novos equipamentos e recursos mais avançados, vale torcer para que a próxima geração de veículos mandados para vagar pelo território inexplorado tenha câmeras com suporte a realidade virtual – para deleite de quem ainda não pode deixar a Terra.

Se fosse possível, quais planetas do nosso sistema solar você gostaria de explorar? Comente no Fórum do TecMundo!