A velocidade média da internet no Brasil [infográfico]

Pesquisas revelam a velocidade média da conexão brasileira à internet. Aproveite e descubra também qual é a média em algumas cidades do país e como testar sua conexão!
  • Visualizações160.738 visualizações
Por Felipe Arruda em 19 de Abril de 2011

A velocidade média da internet no Brasil [infográfico]

Muita coisa mudou desde que a internet chegou ao Brasil, há 20 anos. Novas tecnologias usadas em aplicações online acabam exigindo conexões cada vez mais rápidas com a internet. Felizmente, a banda larga está cada vez mais popular em nosso país e o cenário deve melhorar com as propostas do governo para democratizar o acesso à internet.

Porém, por mais que a situação atual seja favorável, sabemos que ainda há muito trabalho pela frente. Com a popularidade de serviços online, como programas executados na nuvem e streamings de conteúdo multimídia, é essencial que o Brasil possa competir por igual com o
resto do mundo. Caso contrário, nosso domínio tecnológico poderia terminar obsoleto.

Mas qual é a velocidade média da conexão brasileira à internet? Chegamos a nos destacar no cenário internacional? Qual posição ocupamos no ranking mundial?  Leia o artigo, analise o nosso infográfico e, de quebra, aprenda a calcular a velocidade média da sua conexão.

O relatório Nielsen

Recentemente, a empresa The Nielsen Company divulgou um estudo sobre o uso e a qualidade das conexões de banda larga no mundo. Com base em dados coletados durante o mês de fevereiro de 2011, a instituição analisou nove países — entre eles, o Brasil — e analisou a influência da velocidade da conexão no tempo despendido pelos usuários online.

Para demonstrar os resultados da pesquisa, a Nielsen classificou a velocidade da conexão em quatro grupos:

  • lenta: até 512 Kbps;
  • média: de 512 Kbps a 2 Mbps;
  • rápida: de 2 a 8 Mbps; e
  • super-rápida: acima de 8 Mbps.

Para o consumidor final, os dados publicados pelo relatório são satisfatórios. A conexão rápida (2 a 8 Mbps) é a mais comum em oito dos nove países pesquisados: Suíça, Estados Unidos, Alemanha, Austrália, Reino Unido, França, Espanha e Itália. Apenas uma pequena parcela da população usa conexões lentas, enquanto cerca de 19% dos internautas navegam com uma velocidade considerada super-rápida.

A velocidade média da internet no Brasil [infográfico]Maior parte dos usuários brasileiros usam conexões de velocidade média (Fonte da imagem: The Nielsen Company)

Neste ponto, talvez você já tenha adivinhado qual é o país que não faz parte da realidade escrita acima. No Brasil, quase metade dos usuários (48%) usa a internet com uma conexão considerada de velocidade média (512 Kbps a 2 Mbps). Além disso, cerca de 31% dos internautas brasileiros navega a uma velocidade lenta, de até 512 Kbps. Já as conexões super-rápidas, em nosso país, correspondem a apenas 6% da população conectada.

Uma característica interessante, apontada pelo relatório, diz respeito ao tempo que as pessoas gastam online. Por incrível que pareça, não existe muita relação entre o tempo de uso e a velocidade da conexão. Em muitos casos, usuários com conexões de velocidade média passam mais tempo online do que aqueles que possuem conexões rápidas.

A velocidade média da internet no Brasil [infográfico]Por mês, a internauta brasileiro passa de 30 a 31 horas online. (Fonte da imagem: The Nielsen Company)

A Suíça é o único país que demonstra certa linearidade nesse quesito: pessoas com conexões super-rápidas gastam, em média, 21 horas online por mês, enquanto que a média dos usuários com conexões lentas não passa de 10 horas/mês.

Mas quando o assunto é o tempo usado na internet, o brasileiro lidera o ranking: gastamos cerca de 30 a 31 horas online por mês. Os internautas com velocidades consideradas rápida ou média são os que mais ficam conectados.

Conexão nas cidades brasileiras

Outra empresa famosa por divulgar dados relevantes sobre a utilização de banda larga é a Ookla. Graças ao teste de conexão que a companhia oferece na internet, ela também é capaz de estimar a velocidade média das conexões ao redor do mundo.

De acordo com o Net Index, site mantido pela Ookla, o Brasil ocupa a 68ª posição do ranking mundial quando o assunto é a velocidade média. Com dados coletados entre 17 de fevereiro a 17 de abril de 2011, a empresa afirma que as conexões brasileiras à internet operam com a velocidade média de 4,71 Mbps.

Para chegar ao resultado, a companhia levou em consideração 1.219.822 testes, que foram selecionados de um total de 19.971.411 realizados por 5.024.567 IPs únicos.

O resultado pode ser surpreendente. A cidade com a melhor taxa de download é São Lourenço (MG), com velocidade média de 12,06 Mbps. A segunda posição fica por conta de Fortaleza, com velocidade média de 10,27 Mbps, obtida por meio da análise de 11.678 testes. A taxa de upload média da capital do Ceará é de 1,70 Mbps, com dados colhidos entre 23 de janeiro a 6 de março de 2011.

Vitória (9,94 Mbps), Curitiba (8,99 Mbps) e Salvador (8,98 Mbps) também são capitais com boas médias de download, seguidas de Niterói (8,93 Mbps), Vila Velha (8,86 Mbps), Serra (8,52 Mbps) e Campina Grande (8,11 Mbps). Quem fecha o nosso “Top 10” é Recife, com velocidade média de download na casa dos 8,07 Mbps.

Em São Paulo, capital, a média para download é de 4,22 Mbps, com mais de 126 mil testes analisados. Quase 1 Mbps abaixo de Guarulhos, onde a velocidade média é de 5,12 Mbps. Na capital do Rio de Janeiro, a taxa sobre para 5,87 Mbps, com 8,93 Mbps em Niterói.

Navegue pelo nosso infográfico para constatar a taxa de download de outras cidades do Brasil.

Teste a velocidade da sua conexão

Você também pode colaborar com a pesquisa criada pela Net Index e, de quebra, descobrir qual é a velocidade média da sua conexão. Para isso, basta acessar o Speedtest.net e, em seguida, clicar no botão “Begin Test – Recommended Server”.

Nesse caso, o sistema encontrará o servidor mais próximo da sua localização e iniciará o teste, que medirá o tempo de um Ping entre o seu computador e o servidor, a velocidade média de download e de upload.

A velocidade média da internet no Brasil [infográfico]

Ao final do teste, você pode enviar o resultado para o Net Index, clicando no link “Contribute to Net Index”. Basta então preencher o formulário exibido pelo teste, que solicita, entre outras informações, o CEP de sua residência (“What is your postal code?”), o custo mensal da sua conexão (“How much do you pay per month?”) e a taxa de download e upload que você contratou.

Depois de informar esses dados, clique em “Submit” para enviar, efetivamente, a sua colaboração. Você também pode compartilhar o resultado obtido no Twitter ou no Facebook, por meio do botão “Share this result”.

Caso tenha dúvidas sobre o processo e o resultado do teste, leia mais sobre o assunto aqui mesmo, no Tecmundo. Aproveite e confira também como era a velocidade da internet ao redor do mundo em 2010!



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!





Shopping Tecmundo

Assuntos Relacionados