Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]

Testamos o dual-chip grandão lançado pela Samsung. Com tela de 5 polegadas, processador dual-core e Android Jelly Bean, o gadget promete incomodar a concorrência.
  • Visualizações291.934 visualizações
Por Lucas Karasinski em 23 de Maio de 2013

Quando o assunto é falar de aparelhos portáteis, a Samsung parece mesmo querer atingir a todos os nichos de mercado possíveis. Para isso, a companhia investe principalmente na sua linha Galaxy, que conta com dezenas de smartphones e tablets para todos os gostos.

Assim, seja você um apreciador de hardwares poderosos, um amante das telas grandes ou mesmo um consumidor bem menos exigente, basta bolar uma configuração de aparelho e pesquisar um pouco, pois com certeza a Samsung terá algo bem semelhante ao que você deseja. Seguindo essa “regra”, a empresa apresentou recentemente a sua nova alternativa, o Galaxy Gran Duos.

O slogan da empresa para tal aparelho é “A sua vida inteira cabe aqui”. O fato é que a propaganda parece bem adequada ao gadget, afinal de contas, ele tem um tamanho avantajado e uma tela que parece refletir um novo padrão dentro da empresa: o uso dos displays de 5 polegadas.

Com o Gran Duos, a ideia da Samsung é agradar aos consumidores que procuram um aparelho capaz de suportar dois chips (dual-sim), mas que também não abrem mão de contar com uma capacidade de hardware pelo menos razoável. Confira o que achamos do Galaxy Gran Duos.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]

Aprovado

Design de construção

A Samsung continua seguindo a filosofia de que “em time que está ganhando, não se mexe”. Sim, nós já usamos o bordão em outras análises, mas o fato é que o Galaxy Gran Duos também segue as mesmas linhas já bem características dos aparelhos Galaxy.

O gadget parece um “Galaxy S3 crescido” e, para você perceber isso, basta colocar os dois aparelhos lado a lado. Os cantos arredondados e as faixas laterais que lembram o alumínio também estão presentes no Gran Duos, assim como a posição dos botões, que é exatamente igual à de outros aparelhos da coleção.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Design característico dos novos Galaxy (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

As linhas prateadas em volta do corpo, no entanto, não apresentam o mesmo capricho visual que pode ser conferido no Galaxy Note 2 ou no Galaxy S4, por exemplo. Enquanto nesses aparelhos “premium” você encontra um plástico que lembra o aço escovado, aqui ele tem uma textura bem mais lisa, algo que faz um pouco de diferença no design do smartphone.

Tela

As telas de 5 polegadas (ou maiores!) parecem agradar à Samsung, afinal de contas, elas também estão presentes em outros lançamentos da companhia, como o poderoso Galaxy S4, por exemplo. E o fato é que você também pode acabar curtindo ter um verdadeiro telão em seu aparelho móvel.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Tela grande é um bom diferencial (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Com uma tela grande, a Samsung mostrou-se “triplamente esperta”. Veja só: como boa parte dos consumidores de aparelhos dual-sim utiliza esses gadgets também para o trabalho, uma tela grande – e que permita uma melhor visualização de documentos e planilhas – vem muito bem a calhar.

Com isso, o Galaxy Gran Duos pode ser uma verdadeira mão na roda para quem não quer andar cheio de aparelhos nos bolsos. Em vez de um tablet para planilhas e dois celulares para fazer ligações (um para cada chip), aqui você tem tudo em um único equipamento.

Tamanho

Se, de início, o display avantajado chega a assustar os “novatos” que desejam entrar nesse mundo das telas grandes, aos poucos o uso diário do aparelho acaba fazendo você perceber que o tamanho do smartphone não é nada desconfortável.

Você consegue alcançar boa parte das ferramentas no display, mesmo quando segura o aparelho com uma só mão. Além disso, graças ao posicionamento dos botões, você não aciona nada que não queira por acidente.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Corpo um pouco maior do que o do Galaxy S3 (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A espessura do Galaxy Gran Duos, 9,6 milímetros, não o coloca entre os aparelhos mais finos do mercado, entretanto, ele não chega a ser grosseiro, algo que também agrada. Além disso, com cerca de 162 gramas, ele não é um aparelho desconfortável em relação ao peso.

Dual-chip

Seja para aproveitar os diferentes descontos apresentados pelas operadoras no Brasil ou para permitir que você utilize no mesmo aparelho os seus telefones pessoal e profissional, o fato é que o suporte para dois chips é um diferencial para muita gente. E a Samsung percebeu isso também.

No Galaxy Gran Duos, alternar entre um sim e o outro se mostrou tarefa bastante fácil, pois basta acessar a barra de notificações e escolher qual chip deseja utilizar. Aqui, o único problema encontrado foi na hora de realizar as devidas configurações.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Configurando e utilizando 2 chips diferentes (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Durante os nossos testes, o gadget se mostrou um pouco lento no momento em que os chips foram inseridos pela primeira vez e precisaram puxar certas configurações providas pelas operadoras. Além disso, a ferramenta para utilização de dois chips “sempre ativos” também nos deu um pouco de dor de cabeça. Contudo, após certa insistência, conseguimos conectar o celular à internet utilizando uma operadora e realizar chamadas com a outra.

Desempenho

O Galaxy Gran Duos conta com hardware muito semelhante ao do Galaxy S2, um smartphone já um tanto “rodado” e que foi lançado há mais de dois anos. Contudo, apesar de ambos serem aparelhos dual-core, o Gran Duos traz a GPU Broadcom VideoCore IV, algo que garante um desempenho um pouco melhor – e com consumo de energia reduzido.

Durante os nossos testes, o gadget foi capaz de mostrar um desempenho bem satisfatório em praticamente todas as tarefas nas quais ele foi exigido. O Android Jelly Bean, aliado às personalizações do TouchWiz, mostra suavidade e leveza na transição dos seus menus.

Da mesma forma, alternar entre os programas em execução também foi tarefa fácil durante os testes, algo que até nos surpreendeu devido ao seu hardware não tão robusto. Aplicações mais pesadas, como GTA III e Modern Combat 4, rodaram bem e mostram que o aparelho é capaz de enfrentar os grandes desafios de cabeça erguida.

A operação de tarefas múltiplas também não se mostrou um problema no Galaxy Gran Duos. Chegamos a rodar mais de dez aplicações ao mesmo tempo, incluindo navegador de internet, jogos, programas de anotações, Twitter e até mesmo alguns programas reconhecidamente “chatos”, como Facebook, por exemplo. Ainda assim, o celular se manteve firme e com bom desempenho.

Testes de benchmark

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]

Nos nossos testes, utilizamos dois populares programas de benchmark em três modos diferentes. Em todos eles, o smartphone estava com a bateria completamente carregada e sem nenhum programa sendo executado.

O primeiro desafio do Galaxy Gran Duos foi o AnTuTu Benchmark. Aqui, o aparelho se mostrou mais poderoso que a maioria dos gadgets dual-core, ficando à frente do seu concorrente, Razr D3, e marcando mais de 300 pontos acima do Optimus 2X, por exemplo. Entretanto, os seus 7.513 pontos não foram suficientes para bater um aparelho já com dois anos de estrada, o Galaxy S2, que marcou 8.438 pontos.

Os outros dois testes foram realizados com o Vellamo e, em ambas as avaliações, o Galaxy Gran Duos foi muito bem. Enquanto no Metal ele só ficou atrás do Galaxy Note, quando o assunto foi o HTML5 o gadget conseguiu atropelar todo mundo e marcar a primeira colocação, com 1.545 pontos. Um ponto que merece destaque é o fato de que o Motorola Razr D3, seu grande concorrente dual-chip, ficou para trás em todas as medições realizadas.

TouchWiz

A personalização de sistema promovida pela Samsung sempre foi alvo de muitas críticas. Contudo, precisamos reconhecer que a companhia vem trabalhando bastante em cima do TouchWiz. Quem utiliza há alguns bons anos o sistema que adapta o Android aos aparelhos da empresa consegue ver muita evolução – principalmente quando o assunto são os novos aparelhos que já contam com o Android Jelly Bean.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Modo fácil para quem quer mais facilidade (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A Samsung parece ter mudado o foco do sistema, afinal de contas, se há aparelhos para todos os gostos, o sistema também precisa agradar a diversos públicos diferentes. Dessa forma, agora ele traz funcionalidades para quem curte personalização e, ao mesmo tempo, também consegue ganhar a atenção dos novatos dentro do mundo Android.

Há diversas ferramentas de ajuda, dicas e modos de utilização que deixam o aparelho mais amigável a quem não tem muita experiência com tecnologia. O modo simplificado da home screen, por exemplo, torna bem mais fácil o uso das ferramentas básicas do smartphone.

Da mesma forma, diversas opções mais avançadas de uso vêm para agradar os mais exigentes. O menu lateral é uma verdadeira mão na roda para que você tenha acesso rápido aos seus atalhos preferidos e curte trabalhar com multiplas tarefas. Além disso, o sistema de “Suspensão inteligente”, que mantém a tela ligada enquanto você a observa, também é muito útil.

Câmera

Durante os nossos testes, a câmera de oito megapixels do Galaxy Gran Duos se comportou muito bem. Apesar de ela não ser encarada como um diferencial competitivo, a ferramenta mostrou qualidades durante os nossos testes.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Fotos tiradas durante o dia mostram boa qualidade (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A definição das imagens é boa e a opção de foco automático consegue trabalhar bem. Além disso, diversos filtros e ferramentas foram disponibilizados pela Samsung, como adicionar efeitos de desenhos, disparo com identificador de sorrisos e a nova opção de “embelezamento”, que aplica uma espécie de suavização no rosto das pessoas fotografadas.

Aqui, o ponto negativo ficou por conta das fotos tiradas em ambientes mais escuros. Nas avaliações, quando havia algum ponto de luz a câmera até conseguiu trabalhar bem. Já quando dependemos totalmente do flash, as imagens ficaram bem menos satisfatórias.

Bateria

Testar a bateria de um gadget é uma tarefa das mais complicadas na hora de se fazer uma análise, afinal de contas, o modo como se usa o aparelho é que determina quanto tempo essa carga vai durar. Por isso, aqui no Tecmundo nós desenvolvemos um método-padrão de testes. Ele consiste em deixar um vídeo em qualidade HD rodando no aparelho até que a sua bateria se esgote.

Isso permite que tenhamos uma noção de durabilidade, além de possibilitar a comparação de desempenho de diferentes gadgets e plataformas. Sem mais delongas, levando-se em conta a nossa maneira de medir o consumo de energia, podemos dizer que o Galaxy Gran Duos apresentou resultados bem satisfatórios.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Vídeo em HD rodou por horas a fio (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O smartphone foi capaz de rodar o vídeo por aproximadamente 8 horas ininterruptas, o que mostra que o gerenciamento de energia do gadget, aliado à sua bateria de 2.100 mAh, pode ser um ponto bem favorável ao gadget.

Além desse processo “formal”, o aparelho também foi exposto a diversas outras situações durante os testes. Por cerca de dez dias, o Galaxy Gran Duos foi utilizado na avaliação de dezenas de aplicativos para Android.

E mais: o gadget também ficou ligado a redes WiFi e de dados por horas, além de ter sido utilizado em diversas ligações. Em todos esses momentos, o gadget respondeu muito bem, conseguindo trabalhar satisfatoriamente sem ter que ser recarregado durante o dia.

Android Jelly Bean

Se os donos de aparelhos Android têm uma dor de cabeça, essa se chama “atualização do sistema”. Nos últimos anos, a Google vem fazendo de tudo para diminuir esse impacto, permitindo que todos os fabricantes possam oferecer a melhor versão do sistema operacional para os seus clientes.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Android 4.1 e muitas personalizações (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Contudo, nem todas as companhias pensam no desespero dos donos dos gadgets – e muitos smartphones acabam “empacados” em versões antigas do Android. Esse é um problema que, pelo menos por enquanto, os donos de um Galaxy Gran Duos não vão enfrentar, pois a smartphone já vem com o Jelly Bean, o Android 4.1, instalado.

Dessa forma, algumas opções mais avançadas, como forçar a GPU a trabalhar mais e diversas outras configurações que exigem conhecimento mais profundo da plataforma Android, já estão disponíveis, tudo sem que você precise rootear o aparelho.

Chamadas

Ainda que a qualidade das chamadas dependa muito mais das operadoras do que do próprio aparelho celular, no Galaxy Gran Duos nós conseguimos realizar chamadas sem encontrar qualquer tipo de problema.

Nesse ponto, vale destacar também que o volume das ligações é bastante satisfatório. Durante os testes, conseguimos ouvir “o outro lado” sem nenhum ruído ou imperfeição. O controle de volume também consegue fazer bastante diferença, tornando bastante alto o áudio quando esse é erguido até o máximo.

Reprovado

Tampa traseira

As críticas para a tampa traseira dos aparelhos Galaxy parecem fazer parte de um disco riscado, pois estão presentes em praticamente todas as nossas análises. O fato é que também não há como negar que ela realmente não passa muita segurança em um primeiro contato.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Não vá torcer a tampa traseira do seu smartphone! (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Basta desencaixá-la do gadget para perceber que ela é bastante fina e pode ser torcida facilmente. Não que uma tampa tenha que aguentar torções e experiências malucas dos usuários, mas essa é uma maneira de demonstrar a sua relativa fragilidade.

Com isso, mesmo que a tampa apresente bastante firmeza quando está encaixada, é difícil não colocar em dúvida a sua capacidade de proteger a bateria, os chips e o cartão de memória, elementos que mais ficam expostos à sua “espessura”.

Espaço físico

Pode ser um pouco de “covardia” da nossa parte comparar o Gran Duos com o Galaxy S4, contudo, como ambos apresentam telas de tamanhos praticamente iguais (além de os dois serem da mesma fabricante), confrontar o aproveitamento de espaço físico é praticamente inevitável.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]S4 e Gran Duos. Telas iguais, mas tamanhos bem diferentes (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Aqui, o Gran Duos acaba perdendo feio para o S4. Nas laterais da tela, por exemplo, o gadget traz uma espessura de cinco milímetros entre o display e a borda. Já na parte de cima, há um espaço “sobrando” ainda maior: 1,7 centímetro, enquanto, na parte inferior, nós medimos 1,6 centímetro.

Já o Galaxy S4 mede 1,3 centímetro, tanto na sua parte superior como também embaixo da tela. Nas laterais, o smarphone mede quatro milímetros, uma diferença mínima, mas que, vista a olho nu, mostra um aproveitamento espacial muito maior.

Podem ser aparelhos de categorias diferentes, contudo, a fabricante é a mesma – e as tecnologias relativas a isso poderiam ser utilizadas também no Gran Duos. Mesmo que o dual-chip tenha sido lançado antes do S4, os planos de desenvolvimento do novo aparelho provavelmente já estavam à disposição da Samsung. 

Armazenamento interno

Um dos principais trunfos do sistema operacional Android é a sua loja de aplicativos, que conta com mais de um milhão de programas diferentes para você baixar. Com tanta opção, é importante contar com espaço suficiente para você rechear o seu gadget com aplicativos úteis, joguinhos e até mesmo algumas bobagens.

Contudo, a Samsung parece não pensar assim – pelo menos no que diz respeito ao Galaxy Gran Duos. O aparelho conta com apenas 8 GB de armazenamento interno, espaço que fica ainda mais reduzido quando levamos em conta os gigabytes consumidos pelo próprio Android. Dessa forma, ou você conta com um bom (e espaçoso) cartão de memória ou pode começar a escolher muito bem o que vai ser gravado no seu gadget.

Baixa resolução

A tela grande do Galaxy Gran Duos é um diferencial muito bacana, entretanto, aqui faltou um pouco de capricho da Samsung na hora de escolher a resolução do display. A definição de 480x800 não é considerada ruim, contudo, em uma tela de cinco polegadas, ela acaba se mostrando bem limitada.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Resolução baixa para uma tela tão grande (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O resultado é uma taxa de preenchimento de pixels bem baixa: apenas 187 ppi. Isso significa que imagens, jogos e mesmo os ícones dos programas em sua home screen ficarão bem maiores do que em outros gadgets com uma proporção de “tela x resolução” mais caprichada.

A qualidade de vídeo e a reprodução de certos itens no Galaxy Gran Duos, como textos, por exemplo, também acabam sendo prejudicadas. Com pixels maiores, fotos serão vistas com menos qualidade, enquanto em alguns jogos o desempenho gráfico também pode acabar sendo prejudicado.

Vale a pena?

O Gran Duos traz aquele design já característico dos últimos lançamentos da linha Galaxy. Ainda que ele não tenha o mesmo refinamento dos aparelhos de ponta produzidos pela própria Samsung, como o badalado Galaxy S4, o visual elegante e muito parecido com o de outros gadgets da companhia é algo capaz de agradar a muita gente.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Gran Duos durante os nossos testes (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Se ele for colocado lado a lado com um Galaxy S3, por exemplo, você terá que pensar um pouquinho antes de poder dizer qual é qual. A tela de cinco polegadas também merece destaque – e é um diferencial muito bacana para quem quer jogar ou editar documentos no smartphone. O seu tamanho avantajado não é incômodo e o aparelho se mostrou confortável de ser utilizado.

O celular traz um processador ARM Cortex-A9 dual-core de 1,2 GHz, utilizado já há dois anos em diversos smartphones. Apesar de os últimos gadgets estarem chegando com chips quad-core (ou até mesmo octa-core), o Galaxy Gran Duos consegue dar conta do recado, rodando com suavidade a maioria dos programas da Google Play.

É claro que nem tudo são flores. A baixa resolução para uma tela de cinco polegadas resulta em uma densidade de pixels bem inferior à vista em outros aparelhos, algo que pode desagradar os mais exigentes nesse sentido. Ver filmes em alta definição, por exemplo, não é uma opção nesse smartphone.

Análise: Samsung Galaxy Gran Duos [vídeo]Gran Duos traz tela de 5 polegadas e suporte a dois chips (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

O pequeno espaço de armazenamento interno é outro ponto negativo, afinal de contas, caso você queira utilizar diversos programas e ter vídeos e músicas gravados na memória, você também já deve contabilizar a compra de um bom cartão micro SD para utilizar no seu novo smartphone.

Para a sua configuração, o Galaxy Gran Duos custa relativamente caro, saindo entre R$ 979 e R$ 1.149 nas lojas pesquisadas – cerca de 300 reais a mais do que o seu principal concorrente no mundo dos aparelhos dual-chip, o Motorola Razr D3.

Contudo, como visto nos testes de benchmark (e nas próprias análises dos dois produtos), o aparelho da Samsung mostra um desempenho um pouco superior – algo que talvez possa justificar esse preço um pouco mais alto quando ambos têm o seu valor comparado.  

Dessa forma, se você quer comprar um smartphone dual-chip, mas não abre mão de ter nas mãos um aparelho com um desempenho de hardware razoável e uma tela grande e espaçosa, o Galaxy Gran Duos pode sim ser considerado uma alternativa interessante.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!