Aparelho de Odón ainda precisa passar por testes antes de chegar aos hospitais (Fonte da imagem: Reprodução/The New York Times)

As melhores ideias podem vir em momentos nada tradicionais e de pessoas que nunca tiveram absolutamente qualquer envolvimento com o tipo de criação que inventaram. Uma prova viva dessa possibilidade é Jorge Odón, um mecânico argentino de 59 anos que concebeu um novo dispositivo para extração de crianças com dificuldades no parto.

O Aparelho de Odón, como está sendo chamada a invenção do mecânico, consiste basicamente em uma ferramenta de plástico feita para envolver o bebê dentro do útero da mãe e, com o poder da sucção, removê-lo de forma segura e sem maiores danos, tanto para a progenitora quanto para o recém-nascido. Como você pode conferir na imagem, o aparelho envolve basicamente a cabeça do bebê dentro do útero e o puxa para fora.

Inspiração no YouTube

Além de completamente inovadora e incomum, a ideia do argentino veio a ele de uma forma inesperada. O homem estava vendo no YouTube um vídeo sobre a remoção de rolhas presas dentro de garrafas de vinho vazias e, quando abandonou o computador para ir dormir, simplesmente sonhou com o dispositivo, que logo em seguida seria sua maior invenção e também o maior avanço na medicina obstetrícia das últimas décadas.

Depois de sonhar com a criação de sua vida, Odón foi direto para sua cozinha fazer um protótipo para seu invento antes que pudesse se esquecer do sonho. Para isso, ele usou uma sacola plástica, um jarro de vidro e uma boneca de sua filha. O inventor apresentou seu projeto para organizações médicas e ganhou o prestígio dos profissionais da saúde na Argentina. Um de seus grandes apoiadores foi Dr. Mario Merialdi, especialista em saúde maternal.

“Esse problema precisava de alguém como Jorge. Um obstetra teria tentado melhorar fórceps ou o extrator a vácuo, mas um parto obstruído precisava de um mecânico. Dez anos atrás isso não poderia ser possível. Sem o YouTube ele nunca teria visto aquele vídeo”, comentou Merialdi.

O Aparelho de Odón foi patenteado pelo argentino e, recentemente, licenciado por uma empresa norte-americana que deve desenvolver o equipamento para uso hospitalar. Até o momento, como o aparelho é bastante novo e ainda não foi testado, não há como saber quando essa invenção vai estar disponível em hospitais e maternidades pelo mundo.

Cupons de desconto TecMundo: