(Fonte da imagem: Reprodução/YouTube)

Você pagaria para assistir a vídeos no YouTube? De acordo com o site de notícias Financial Times, o Google deverá lançar um novo serviço de assinaturas pagas para canais de vídeo especializados ainda nesta semana.

Segundo a publicação, até 50 canais serão disponibilizados, com assinatura mensal de US$ 1,99. Essa é mais uma forma de a Google ganhar dinheiro com o YouTube, que já lucra com os anúncios e aluguéis de filmes.

Nova forma de monetização

Os primeiros rumores sobre os canais pagos do YouTube surgiram em janeiro. Em fevereiro, foi descoberta uma atualização no app do serviço de vídeos que revelou um código que solicita o pagamento para que os usuários continuem com a navegação.

Em março, o vice-presidente da Google para o YouTube, Robert Kyncl, disse que as assinaturas eram "extremamente importantes" para a angariação de "fluxos de receitas adicionais" para os criadores de conteúdo. A Google também já investiu US$ 200 milhões em marketing para promover esse tipo de conteúdo original no YouTube.

Novos caminhos para o YouTube

As assinaturas de canais pagos do Youtube devem fazer com que o site de vídeos da Google concorra com serviços de vídeo por demanda, como o Netflix, permitindo que os proprietários de canais financiem a criação de novos conteúdos, além de gerar receitas a partir de programas e filmes mais antigos.

A Google também deverá lançar um serviço de assinatura de música para o YouTube ainda este ano e a empresa precisa assinar um acordo com a Warner Music Group, uma das três maiores companhias do mundo no setor para que isso se concretize. 

Cupons de desconto TecMundo: